Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

terça-feira, junho 20, 2017

Após invasão do plenário, presidente da Câmara de Curitiba suspende votação do pacotaço

Quatro pessoas precisaram de atendimento médico após a confusão (Foto: Rodrigo Fonseca)

O presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Serginho do Posto (PSDB), decidiu suspender, nesta terça-feira (20), a sessão que votaria quatro projetos de lei do pacote de ajuste fiscal da prefeitura pelo menos até segunda-feira (26). A decisão foi anunciada horas depois da invasão de servidores municipais no Plenário da Câmara.
Veja as fotos de antes e depois da invasão
Os projetos tramitam em regime de urgência e já tinham sido colocados em pauta no dia 13 de junho, mas a sessão também foi suspensa após os servidores ocuparem o prédio da Câmara. Os servidores são contra as propostas. Por conta disso, a categoria está em greve desde o dia 12 e já fez várias manifestações em frente à Câmara.

Centenas de servidores protestam em frente à Câmara Municipal  (Foto: Rodrigo Fonseca)
Centenas de servidores protestam em frente à Câmara Municipal (Foto: Rodrigo Fonseca)

Com o tumulto, quatro manifestantes se feriram, de acordo com os bombeiros. Além disso, uma pessoa foi presa.
Dos feridos, três foram atendidos no local e um foi encaminhado ao hospital com ferimentos moderados. Policiais usam cacetetes e spray de pimenta para conter manifestantes.
"Caí ali na escada, os caras me deram uma porretada na cabeça", disse o servidor João Carlos Filla, que foi quem teve os ferimentos considerados moderados pelo Corpo de Bombeiros.
No fim da manhã, Serginho do Posto lamentou a situação.
Veja quais são as propostas que tramitam em regime de urgência:
Criação da Lei de Responsabilidade Fiscal do município
Renegociação de dívidas da prefeitura com credores
Congelamento do plano de carreira dos servidores
Mudanças no sistema previdenciário municipal

Servidores de Curitiba invadem Câmara Municipal no dia da votação do 'pacotaço' de ajuste fiscal  (Foto: Rodrigo Fonseca)
Servidores de Curitiba invadem Câmara Municipal no dia da votação do 'pacotaço' de ajuste fiscal (Foto: Rodrigo Fonseca)

Entenda sobre o pacote de ajuste fiscal
O pacote fiscal, conhecido como "pacotaço", é formado por 12 propostas e é alvo de polêmica, uma vez que as mudanças, se aprovadas, devem afetar mais de 30 mil servidores que ainda trabalham e outros 16 mil aposentados e pensionistas.*Confira, no final da reportagem, quais são os projetos.
Segundo a prefeitura, as medidas do projeto de ajuste fiscal são necessárias para manter o equilíbrio nas contas públicas.
Das 12 propostas, sete foram aprovadas apenas pela Comissão de Legislação, Justiça e Redação. Das sete, três ainda precisam ser analisadas por outras comissões, antes da apreciação em Plenário.
Os quatro projetos, que vão para a votação em Plenário, já foram aprovados pela Comissão de Economia e pela Comissão de Legislação, Justiça e Redação.

Projetos com parecer favorável na Comissão de Legislação
A Comissão de Legislação, Justiça e Redação da Câmara de Vereadores já votou e aprovou sete projetos:
O projeto de lei que altera a contribuição dos servidores no Instituto de Previdência do Município de Curitiba (IPMC)
Leilão de dívidas públicas acima de R$ 200 mil
Mudanças no Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI)
A proposta que desvincula taxa de coleta de lixo do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU)
Cadastro Informativo Municipal (Cadin)
Criação do Documento Eletrônico Certificado (DEC)
O texto que altera o programa "Boa Nota Fiscal"
Confira os assuntos abordados no Plano de Recuperação proposto pela Prefeitura de Curitiba
Alteração na contribuição dos servidores no Instituto de Previdência do Município de Curitiba (IPMC)
Criação de um regime de previdência complementar, com fixação de um limite para pagamento de aposentadorias e pensões que corresponde ao valor pago pelo Regime Geral de Previdência Social (teto do INSS);
Leilão de dívidas públicas acima de R$ 200 mil;
Criação do "Domicílio Eletrônico do Contribuinte" - uma espécie de certificação digital para o cidadão se relacionar com o Executivo;
Criação de um "Cadastro Informativo Municipal" (Cadin Municipal) para identificar quem deve dinheiro ao Executivo;
Alterações no Programa "Boa Nota Fiscal", que será chamado de "Nota Curitibana" e passaria a premiar, em sorteios, o tomador de serviços e as empresas que utilizam a NFS-e (Nota Fiscal de Serviços Eletrônica);
Desvinculação da taxa de coleta de lixo ao IPTU;
Mudanças no ITBI com aumento da alíquota transmissão de bens imobiliários de 2,4% para 2,7% para imóveis financiados até R$ 300 mil;
Alteração de alíquotas cobradas pelo município;
Mudanças no plano de carreira e na data-base dos servidores municipais;
Criação da Lei de Responsabilidade Fiscal Municipal;
Estabelecimento de uma nova meta fiscal - a proposta altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e admite um deficit orçamentário em 2017 de R$ 2,1 bilhões.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Fachin tira de Moro investigações sobre Lula e Cunha relacionadas à Odebrecht

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) (Foto: Nelson Antoine/Frame/Estadão Conteúdo e Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou recursos apresentados pelas defesas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e tirou da alçada do juiz federal Sérgio Moro, de Curitiba, quatro investigações relacionadas às delações premiadas dos executivos da construtora Odebrecht.

A pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Fachin havia remetido os trechos das delações que mencionam Lula e Cunha para Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância.
Os advogados do ex-presidente da República e do deputado cassado recorreram ao relator da Lava Jato no Supremo argumentando que os quatro episódios citados pelos delatores da empreiteira envolvendo os dois não têm relação com as irregularidades cometidas na Petrobras.

Em relação a Lula, os executivos e ex-dirigentes da Odebrecht haviam mencionado episódios nos quais o ex-presidente da República havia supostamente favorecido a construtora em Angola.

Também foram denunciados pelos delatores pagamento de mesada a um dos irmãos de Lula e ainda supostas irregularidades na construção das hidrelétricas de Santo Antonio e Jirau, no Rio Madeira (RO).

Já os fatos relatados pelos dirigentes da Odebrecht sobre Eduardo Cunha tratavam de suspeitas sobre a contratação da empresa Kroll para tentar barrar as investigações da Lava Jato.

Fachin reavaliou os casos a pedido dos advogados e decidiu mandar as suspeitas sobre pagamento de mesada ao irmão de Lula para a Justiça Federal de São Paulo.

Além disso, o magistrado do STF despachou os relatos sobre o Rio Madeira e Angola para a Justiça Federal do Distrito Federal.

As menções a Cunha também ficarão na Justiça Federal de Brasília. Segundo o relator da Lava Jato no STF, os crimes devem ser apurados onde foram cometidos ou onde ocorreram as tentativas de praticá-los.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Palco instalado no Pelourinho desaba e deixa feridos

Palco desabou e deixou feridos no Pelourinho (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Um palco instalado no Terreiro de Jesus, no Pelourinho, Centro Histórico de Salvador, desabou na tarde desta segunda-feira (20). De acordo com o Corpo de Bombeiros, quatro pessoas que trabalhavam no local, no momento do acidente, ficaram feridas mas estão conscientes. Elas foram atendidas pelos bombeiros e agentes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Conforme o Corpo de Bombeiros, as vítimas são José Bispo dos Santos, de 40 anos, Manuel Régis Santos, de 57 anos, Alessandro Macedo dos Santos, de 43 anos, e Isaías Santana Barbosa, de 46 anos.
Ainda não há informações das causas do desabamento. A estrutura montada no Terreiro de Jesus será utilizada para os shows de artistas durante o São João. A programação começa na quinta-feira (22) e vai até o dia 24. No palco, vão se apresentar artistas como Adelmário Coelho, Virgílio, Dorgival Dantas, Carlos Pita, Cicinho de Assis, Del Feliz, Targino Gondim, Geraldo Azevedo e Zelito Miranda.
Em nota, a Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia (Bahiatursa), responsável pela organização da festa no Terreiro de Jesus, informou que a montagem do palco foi suspensa após o desabamento. Conforme a superintendência, o local deve ser liberado após vistoria do Corpo de Bombeiros.
Ainda em nota, a Bahiatursa afirmou que a empresa responsável pelo serviço de montagem deve também tomar as providências necessárias para garantir a retomada do serviço, além de prestar assistências aos quatro trabalhadores que ficam feridos no acidente.
A Defesa Civil de Salvador também esteve no local e interditou a área onde o palco desabou. Não há detalhes de quando a área será liberada.

Área do palco foi interditada pela Codesal, em Salvador (Foto: Giana Mattiazzi/TV Bahia)
Área do palco foi interditada pela Codesal, em Salvador (Foto: Giana Mattiazzi/TV Bahia)

Quatro pessoas que trabalhavam no local ficaram feridas após o palco desabar no Pelourinho, em Salvador (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Quatro pessoas que trabalhavam no local ficaram feridas após o palco desabar no Pelourinho, em Salvador (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Um dos feridos sendo socorrido pelos bombeiros e Samu (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Um dos feridos sendo socorrido pelos bombeiros e Samu (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Bombeiros e agentes do Samu em atendimentos às vítimas que foram atingidas com a queda do palco em Salvador (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Bombeiros e agentes do Samu em atendimentos às vítimas que foram atingidas com a queda do palco em Salvador (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Corpo de Bombeiros atendeu às vítimas no Pelourinho (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Corpo de Bombeiros atendeu às vítimas no Pelourinho (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Justiça da França condena Maluf a três anos de prisão por lavagem de dinheiro

Deputado Paulo Maluf  (Foto: Will Soares/G1)

A Corte de Apelações de Paris condenou o deputado Paulo Maluf a três anos de prisão e multa de 200 mil euros por lavagem de dinheiro em território francês. Silvia Maluf, sua mulher, e o filho mais velho do casal, Flávio Maluf, também foram condenados. A defesa de Maluf afirmou que vai recorrer da decisão.
A assessoria de Maluf confirmou teor da sentença que menciona diretamente obras do túnel Ayrton Senna e da Avenida Água Espraiada, sob suspeita de superfaturamento. O parlamentar e seus familiares segundo a justiça francesa, são acusados de enviar o dinheiro dos crimes para empresas offshore e contas em bancos no exterior.
Em 2016, a 11ª Câmara do Tribunal Criminal de Paris já havia condenado Maluf e a defesa recorreu à Corte de Apelações de Paris. Agora, o recurso vai à Corte Suprema de Paris.
A Justiça francesa também confiscou 1,8 milhão de euros que estavam em contas da família e valores em espécie, além de impor multas aos três que somam 500 mil euros.
A apuração na França se baseou no compartilhamento de provas da Procuradoria Geral da República e do Ministério Público do Estado de São Paulo em razão de ações contra o parlamentar.
Segundo a PGR, a Justiça francesa afirmou que os três agiram para ocultar a origem de recursos oriundos de corrupção e peculato e enviar valores para empresas offshore (firmas criadas para fazer investimentos no exterior) e contas em bancos no exterior. Na sentença, são citados processos no Brasil como beneficiário de fundos no exterior.
Ações contra Maluf no Brasil
No Supremo, o deputado é alvo de ações penais que o acusam de desvios quando era prefeito de São Paulo.
Entre as obras suspeitas está a construção da Avenida Água Espraiada, atual Avenida Jornalista Roberto Marinho. Ele é acusado do crime de corrupção passiva e crimes contra o sistema financeiro. A suspeita é que o prejuízo aos cofres públicos tenha seja de US$ 1 bilhão.

Segundo o Ministério Público Federal, o dinheiro desviado teria sido entregue a um doleiro que fez remessas para uma conta de um banco em Nova York, nos Estados Unidos. De lá, os recursos teriam sido enviados para contas em paraísos fiscais.
O passo seguinte, segundo a acusação foi reutilizar parte do dinheiro com a compra de ações de empresas da família Maluf no Brasil, entre 1997 e 1998. O MPF calcula que, até janeiro de 2000, os fundos supostamente abastecidos pela família Maluf teriam movimentado mais de US$ 172 milhões.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Ministério da Saúde amplia vacinação contra HPV para meninos de 11 até 15 anos

Vacina contra HPV (Foto: Maurício Bazílio/Divulgação SES)

O Ministério da Saúde anunciou, nesta terça-feira (20), que vai ampliar a oferta da vacina contra o HPV para os meninos de 11 até 15 anos. A imunização para o público masculino passou a ser disponibilizada no Sistema Único de Saúde (SUS) em janeiro deste ano, e era destinada apenas aos garotos de 12 a 13 anos.
Segundo o Ministério da Saúde, com a inclusão desse público, cerca de 3,3 milhões de adolescentes, a meta para 2017 é vacinar 80% dos 7,1 milhões de meninos de 11 a 15 anos e 4,3 milhões de meninas de 9 a 15 anos.


Vacinação contra o HPV
Quem podia se vacinar antesQuem poderá se vacinar agora
Meninas de 9 a 15 anos e meninos de 12 a 13 anos.Meninas de 9 a 15 anos, meninos de 11 a 15 anos e pacientes oncológicos e transplantados de 9 a 26 anos.

As secretarias estaduais de saúde do país foram informadas sobre a ampliação da faixa etária e as doses já estão disponíveis nos postos, apontou o ministro da saúde Ricardo Barros (PP-PR) durante coletiva de imprensa nesta terça.
"A inclusão de meninos proporciona a proteção indireta das meninas", disse a coordenadora-geral do Programa Nacional de Imunizações, Carla Magda Domingues.
Além dessa mudança, meninas que chegaram aos 15 anos sem receber as duas doses da vacina contra HPV poderão receber a imunização. Pacientes oncológicos e transplantados de 9 a 26 anos também passaram a compor o público-alvo da imunização.
Para alcançar a meta de imunização e incentivar a vacinação de crianças e adolescentes, o Ministério da Saúde fez uma parceria com o Ministério da Educação por meio do Programa Saúde na Escola. A proposta, de acordo com a pasta, é que os estudantes apresentem, durante o processo de matrícula, a caderneta de vacinação e as instituições comuniquem o sistema sobre as doses prioritárias.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Polícia da Argentina encontra coleção de objetos nazistas

Imagem de Adolf Hitler encontrada em Buenos Aires, na Argentina   (Foto: Natacha Pisarenko/ AP)

A polícia de Buenos Aires encontrou uma coleção de objetos nazistas em Beccar, ao norte de Buenos Aires, de acordo com a Associated Press. Entre 75 os itens encontrados estão bustos de Adolf Hitler, medalhas, facas - todos com gravações da suástica, o símbolo do nazismo.
As peças estavam escondidas em um quarto, atrás de uma estante falsa, na casa de um comerciante de antiguidades.
Também foi encontrado um instrumento para medir o tamanho da cabeça, um dos elementos usados pelos nazistas para determinar a raça ariana. A coleção nazista é, possivelmente, a maior do gênero já encontrada no país.
A ministra de Segurança da Argentina, Patricia Bullrich, afirmou que as peças são originais, e seriam vendidas no mercado negro. A pasta agora investiga como os itens entraram na Argentina, e suspeita-se que eles tenham sido trazidos por algum líder nazista que tenha se refugiado no país após o fim da Segunda Guerra.
Embora as imagens não tenham sido publicadas, por causa de sua relevância para a investigação, também foram encontradas fotos de Hitler usando alguns dos objetos que estavam na casa.
O dono da coleção não foi preso, mas está sendo investigado por autoridades federais. As peças serão levadas para o Museu do Holocausto em Buenos Aires.

Integrantes da polícia carregam estátua com a suástica encontrada em casa de colecionador na Argentina  (Foto: Natacha Pisarenko/ AP)
Integrantes da polícia carregam estátua com a suástica encontrada em casa de colecionador na Argentina (Foto: Natacha Pisarenko/ AP)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Jovem morreu após disputar sua 1ª partida de futebol americano em SP: 'inesperado'

Paulo Okumoto morreu horas depois de disputar primeira partida pelo Franca Carrascos (Foto: Reprodução/EPTV)

O Franca Carrascos Football anunciou que vai eternizar a camisa 71 usada pelo jogador Paulo Okumoto, de 23 anos, morto após um amistoso contra o Bullcaners, de Sertãozinho (SP): era o primeiro jogo de que o jovem participava.
“Ainda teve a vitória, deve ter sido um dia espetacular para ele. Toda hora eu entro no Facebook dele, porque não dá para acreditar. Uma pessoa que tinha tudo pela frente, ir embora tão cedo, é muito difícil”, diz Sabrina Stori, amiga do jovem.
Okumoto passou mal durante um confronto beneficente no Ginásio Champagnat, no Jardim Consolação, no último sábado (17). Segundo a Santa Casa, assim que foi recebido pelo hospital, às 18h41, o jogador se queixou de uma forte dor no peito e caiu desacordado no chão.

Paulo Okumoto, de 23 anos, morreu após disputar partida de futebol americano e sofrer infarto em Franca (Foto: Reprodução/EPTV)
Paulo Okumoto, de 23 anos, morreu após disputar partida de futebol americano e sofrer infarto em Franca (Foto: Reprodução/EPTV)

Levado à emergência, ele foi submetido a manobras de ressuscitação, mas não respondeu aos estímulos e morreu às 19h15. A causa da morte deve ser divulgada pelo Serviço de Verificação de Óbito (SVO) da Santa Casa.
'Totalmente inesperado'
O amistoso beneficente marcava a preparação da equipe de futebol americano amador para a Copa Mogiana, competição que começa em agosto.
A jovem relata que participar da primeira partida pela equipe de Franca foi como realizar um sonho para Okumoto, que treinava havia três meses com a equipe e estava empolgado.

"Ele estava muito animado com o time. Na época que ele foi para a seletiva, estava ansioso. Ele estava ansioso com o jogo, ficava na expectativa”, diz Sabrina.
Depois de participar do amistoso por 15 minutos, Okumoto foi para o banco de reservas, de onde acompanhou a vitória do time até o fim do amistoso.
Após o jogo, o jovem reclamou de dores no peito e foi com um amigo até a Santa Casa. Sabrina conta que o amigo não havia apresentado qualquer indício dos últimos dias que pudesse antecipar a causa de sua morte. “Foi totalmente inesperado, acho que para todo mundo”, afirma a jovem.

Sabrina Stori, amiga de Paulo Okumoto, morto após partida de futebol americano em Franca (Foto: Reprodução/EPTV)
Sabrina Stori, amiga de Paulo Okumoto, morto após partida de futebol americano em Franca (Foto: Reprodução/EPTV)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Após pagar churrasco em aldeia indígena, vereador é cassado por compra de votos em RO

Marcelo Lemos (PSD) teve mandato cassado pelo TRE de RO por compra de votos (Foto: Rede Amazônica/Reprodução)

O vereador de Ji-Paraná (RO) Marcelo Lemos (PSD), eleito em 2016 com cerca de 930 votos, teve seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) após uma denúncia de compra de votos em duas aldeias indígenas do município. O vereador diz que irá recorrer da decisão.
De acordo com a denúncia, Marcelo teria dado cerca de R$ 20 mil aos índios da aldeia Ikolen, da tribo Gavião e colocado um trator à disposição da tribo. Durante a campanha, Marcelo também teria financiado um churrasco na aldeia Iterap, da etnia Arara, comprando grande quantidade de carne e refrigerantes. Segundo a denúncia, o candidato pediu abertamente os votos durante o evento.
O vereador conquistou 70% dos votos nominais na sessão eleitoral instalada na Ikolen, e segundo publicação do Diário da Justiça Eletrônico, o voto dos índios não foi livremente depositado nas urnas, configurando o 'voto de cabresto'.
Em entrevista concedida a Rede Amazônica na segunda-feira (19), o vereador disse que deverá recorrer da decisão do TRE. “Meus advogados já estão procurando recurso, faz parte do processo eleitoral e vou buscar meus direitos. Decisão judicial você não discute, você cumpre, porém eu não concordo e por isso irei recorrer”, afirma Marcelo.
No processo fica discriminado como era a atuação de boca de urna na aldeia. O valor de mais de R$ 20 mil pagos à aldeia garantiu que no dia do pleito eleitoral, um índio se posicionasse à porta da sala de votação, determinando aos eleitores de sua tribo, em língua indígena, para que votasse no candidato Marcelo Lemos, cujo número era 55555. Essa presença servia para intimidar.
Os autos relatam ainda que, durante todo o dia da eleição, um índio e outras crianças ficaram do lado de fora da sala e mesmo no interior do recinto onde estava a Mesa de Receptação de votos com 'santinhos' do candidato Marcelo.
Também providenciaram-se crianças para acompanhar os índios idosos à urna para orientá-los e até mesmo digitarem os números correspondentes ao do candidato, de acordo com a acusação.
Na decisão do Juiz Eleitoral Substituto, Edson Yukishigue Sassamoto, ficou decretado a cassação do registro e da diplomação do vereador Marcelo Lemos, além da inelegibilidade durante o prazo de oito anos.
O juiz também solicitou que o Ministério Público Eleitoral de Rondônia (MPE-RO) abra investigação sobre um índio da tribo Gavião pelas condutas ilícitas eleitorais durante a campanha.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Veículos e aeronave avaliados em R$ 2,5 milhões são apreendidos na BA em operação contra desvio de verbas na saúde

Aerovane foi apreendida em operação nesta terça-feira (Foto: Divulgação/ PF)

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta terça-feira (20), um mandado de sequestro de bens, decorrente da Operação Copérnico, deflagrada em 2016, que investiga os crimes de desvio de verbas na saúde, fraude em licitação, corrupção e lavagem de dinheiro.
Segundo a PF, foram recuperados veículos e aeronave, que estão avaliados em R$ 2, 5 milhões, como forma de ressarcimento à União pelos prejuízos causados com o desvio de verbas e a fraude. A polícia informou que o mandado foi cumprido em Salvador, mas não informou qual o local e a quem pertenciam os bens.

Operação da Polícia Federal combate desvio de verbas na saúde (Foto: Divulgação/PF)
Operação da Polícia Federal combate desvio de verbas na saúde (Foto: Divulgação/PF)

Operação
A segunda fase da operação "Copérnico" foi deflagrada no dia 21 de setembro de 2016. De acordo com a PF, foram cumpridos um mandado de busca e apreensão e um mandado de condução coercitiva no município de Iramaia, na região da Chapada Diamantina. Durante a ação, bens cuja avaliação inicial varia entre R$ 150 mil e R$ 200 mil e quatro armas sem registro foram apreendidos.
Conforme a PF, o objetivo da 2ª fase da operação foi identificar e apreender bens para ressarcir a União dos prejuízos causados pelo desvio. Os bens não estavam registrados em nome do líder da organização criminosa, embora a ele pertencessem, informou a PF.
A primeira fase da ação ocorreu em julho do ano passado. Na ocasião, a Polícia Federal descobriu que a organização criminosa usava “laranjas”do Bolsa Família para criar entidades sem fins lucrativos e empresas fictícias, e assim firmar contratos de gerenciamento integral de hospitais, UPAs e centros de saúde.
O alvo da ação foi o líder do Instituto Médico Cardiológico da Bahia (IMCB), entidade sem fins lucrativos que administra cerca de 10 unidades médicas públicas nos municípios de Candeias, São Francisco do Conde, Madre de Deus, Lauro de Freitas e Salvador.
Nas duas primeiras cidades, a PF afirma que foram comprovados desvios de R$ 70 milhões, entre os anos de 2012 e 2015, por meio da utilização de empresas fantasmas que eram geridas por motoristas da entidade e até mesmo beneficiários do programa Bolsa Família. O nome do preso não foi divulgado na época por questão de sigilo de investigação.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Atentado com carro-bomba deixa mortos na Somália

Cena de atentado contra prédio do governo da Somália (Foto: Reuters/Stringer)

Dez pessoas morreram nesta terça-feira (20) em um atentado com carro-bomba em Mogadíscio, na Somália.
O ataque foi reivindicado pelos islamitas da Al Shabab afiliados a Al-Qaeda, anunciou o ministério da Segurança.
"Mais de 10 pessoas morreram, 20 outras ficaram feridas. A explosão destruiu a sede do prédio do distrito de Wadajir. Mais de 10 carros foram destruídos na explosão", disse Abdifatah Omar Halane, um porta-voz do prefeito de Mogadíscio.
Segundo várias fontes locais, um homem ao volante de um micro-ônibus carregado de explosivos jogou o veículo contra a entrada do prédio administrativo no sul da capital somali.
Segundo o SITE Intelligence Group, especializado na vigilância da rede islamita, o Al Shabab reivindicou o ataque.
"É um ataque suicida com carro-bomba no prédio do distrito de Wadajir onde autoridades da Somália e seu pessoal ficam. Há pessoas do governo e membros de suas equipes que morreram no local. Nós contaremos o número de mortos depois", disse Abdiasis Abu Musab, o porta-voz de operações militares do Al Shabaab.
O Al Shabaab frequentemente lança ataques contra Mogadíscio e outras áreas controladas pelo governo federal da Somália. O grupo militante quer expulsar tropas da União Africana, derrubar o governo apoiado pelo Ocidente e impor sua versão rígida do islamismo na região.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Gaeco faz operação para prender 11 pessoas por desvio de dinheiro da ALMT

Ministério Público de Mato Grosso faz operação para prender 11 suspeitos de desvio na ALMT (Foto: Mayke Toscano/Gcom-MT)

Onze mandados de prisão devem ser cumpridos durante a operação ‘Convescote’, realizada na manhã desta terça-feira (20) pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual (MPE). Os alvos da operação são servidores públicos da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Poder Judiciário, além de empresários e funcionários de uma fundação de ensino de Cáceres, a 220 km de Cuiabá.
De acordo com o MPE, a operação investiga a atuação de uma organização criminosa que desviava dinheiro público da Assembleia Legislativa. A ALMT ainda não se posicionou sobre a operação. O TCE-MT declarou que não tem mais parceria com a fundação de ensino e que não tem relação com a gestão da instituição.
O TCE afirmou, ainda, que não fará prejulgamento em relação ao envolvimento de servidores na investigação. Por meio de nota, o TJMT informou que a operação não tem ligação direta com o Poder Judiciário de Mato Grosso e que a instituição está "acima de qualquer eventual desvio de conduta praticado por seus membros ou seus servidores, devendo, cada um, responder por seus atos".
Segundo o MPE, os 11 mandados de prisão preventiva devem ser cumpridos em Cuiabá, Várzea Grande, na região metropolitana da capital, e em Cáceres. Na mesma operação devem ser cumpridos 16 mandados de busca e apreensão, além de quatro mandados de condução coercitiva.
A ação do Gaeco pretende desarticular uma organização criminosa que saqueava os cofres públicos, especialmente recursos públicos da Assembleia Legislativa.
O desvio teria sido feito por intermédio da Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual (Faesp), que tem sede em Cáceres. A Faesp declarou que entregou todos os documentos requisitados pelo Gaeco e declarou que a instituição está cooperando para auxiliar na operação. Em Cáceres, o Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão.

Conduzidos na operação foram levados para a sede da Procuradoria Geral de Justiça, no MPE, em Cuiabá (Foto: Luiz Gonzaga Neto/TVCA)
Conduzidos na operação foram levados para a sede da Procuradoria Geral de Justiça, no MPE, em Cuiabá (Foto: Luiz Gonzaga Neto/TVCA)

Ainda conforme o MPE, além do crime de organização criminosa, também há indícios da prática de peculato, lavagem de dinheiro e corrupção. Entre os alvos da operação estão servidores do TCE, do Poder Judiciário, funcionários da Faesp e empresários.
Participam da operação 100 agentes de forças policiais, entre policiais civis e militares, promotores e delegados, Batalhão de Operações Especiais (Bope), Ronda Ostensiva Tático Metropolitana (Rotam), Batalhão de Proteção Ambiental (BPMPA), Força Tática de Cáceres e Várzea Grande.
Os conduzidos na operação serão levados para o prédio da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), do MPE, no Centro Político Administrativo, em Cuiabá. Segundo o dicionário, a palavra 'Convescote' significa piquenique.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Em partida emocionante Francisco de Assis empata com o Alto FC e deixa campeonato.



Tudo parecia perfeito, depois de quase 39 minutos de muitos esforços, e a empolgação da torcida, com a vitória quase garantida, isso mesmo, quase! Porque no futebol o jogo só acaba quando o juiz determina; e no minuto final Ronaldo empata a partida em 4 a 4 e garante o primeiro lugar do grupo A para a equipe do Alto FC nas quartas de final, que acontece quinta-feira (22) com o 2º vencedor do grupo C, Cabocanos ou Itaú Bets, que segue indefinido, ás 18:30.

O Jogo

A velocidade foi o destaque entre Alto FC e Francisco de Assis que desempenharam uma bela partida na noite desta segunda-feira (19) valendo a vaga nas quartas de final.
O Francisco de Assis jogava com muita garra enquanto que o Alto FC se detinha mais recuado e na marcação, avançando nos momentos oportunos. O Alto FC abriu o placar com gol de Ricardo Júnior, não demorou muito par o Francisco de Assis demonstrar reação com Antônio Moraes, o goleiro Bruno que além de fazer grandes defesas abriu o placar com um forte chute ao gol de Tomaz.
A equipe do Francisco de Assis continuava jogando na velocidade, parando mais uma vez nas defesas do goleiro Bruno, encerrando o primeiro tempo muito bem disputado.

ETAPA FINAL

Para a segunda etapa as equipes voltaram ainda com mais garra, a equipe do Francisco de Assis avançava aproveitando os contrataques porem errava nas finalizações, enquanto que a equipe do Alto FC conseguiu fazer mais uma finalização com Pedro Ronildo.

O Francisco de Assis esboçou reação aos 10 minutos da etapa final, com gol de Abmael Rodrigues que aos 12 ampliou o resultado. A equipe do Alto FC passa a frente, vindo o empate com chute de Ronaldo, faltando 40 segundos para o termino da partida, que também deixou sua torcida ir a loucura.





 Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

Advogado que ameaçou juiz em processo em SP é suspenso: 'Fui estuprado pela OAB'


O advogado Valdir Montanari dos Santos foi suspenso pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) após ameaçar um juiz, por ofício, durante um processo em Santos, no litoral de São Paulo. A decisão, válida por 90 dias, foi informada via correio na segunda-feira (19) a ele, que desistiu da profissão.
"Farei de tudo para 'melar' sua maldita carreira de 'magistrado'"; "De magistrado vossa excelência só tem a pretensão"; "Frederiquinho: sua batata está assando". As frases foram escritas pelo advogado, ao pedir a extinção de uma ação de reintegração de posse ao juiz Frederico Messias, da 4ª Vara Cível.
O caso ganhou repercussão no início deste mês, após o ofício ter sido divulgado. O defensor diz que ele e a cliente "deram um jeito de 'arrancar' a ré do domicílio da autora" e que alega que o magistrado "deu mais importância à sua vaidade e para as diferenças” com o defensor, não se importando com os fatos.
Messias apresentou uma denúncia contra o Montarani, que foi julgado pelo Tribunal de Ética e Disciplina da OAB, que decidiu pela suspensão cautelar dele. Valdir diz não se arrepender do que escreveu. Há pelo menos 15 anos ele é advogado, mas também é físico nuclear e jornalista, há pelo menos mais 40 anos.

Ofício encaminhado ao juiz registra posicionamento do advogado (Foto: Reprodução)

"Eu estou me sentindo estuprado. Eu não fui violentado, eu fui estuprado pelo Tribunal de Ética da OAB", disse o advogado, em entrevista ao G1. Ele diz que vai recorrer da decisão, uma vez que "quem cala consente". Apesar disso, afirma ter desistido de exercer a advocacia após o parecer dos colegas da ordem.
A decisão pessoal de Montanari foi tomada após entender que os profissionais não têm respaldo da entidade. "O que eles queriam que eu fosse? Madre Teresa de Calcutá? Cada um interpreta um termo como quer. O TED de Santos disse que cometi excessos na linguagem. Pois te pergunto: como eles mediram esses excessos?".
"No Direito, foram aproximadamente 15 anos de “touradas”. Ganhei algumas ações e nunca cometi qualquer erro processual", falou. Ao defender-se ele cita a imunidade penal do advogado e afirma que estava no direito de reclamar, ao entender que atitude não era a correta na apreciação do caso.
A OAB em Santos informou que não comentaria o caso. O presidente do TED em São Paulo, o advogado Fernando Freire, afirmou que os processos ocorrem em segredo. No entanto, explicou que ao final de período de suspensão, qualquer advogado penalizado pode retomar as atividades normalmente.

Em ofício, advogado compara juiz a disco de Frank Zappa (Foto: Arquivo Pessoal)

"Pela grana"
Valdir representava uma moradora de Santos em um pedido de reintegração de posse iniciado em abril deste ano. O juiz Frederico Messias foi escolhido via sorteio, eletronicamente, para julgar o processo, cuja solicitação para extingui-lo foi feita pelo advogado, no ofício com as ameaças, em 24 de maio.
Além das expressões, no documento Valdir também disse que Frederico lembra um disco do guitarrista norte-americano Frank Zappa, intitulado "We're Only It For The Money" (Estamos nessa só pela grana). "Eu gosto de rock, e foi uma referência que eu achei para dizer uma verdade", justificou o defensor, na época.
Valdir alegou ter enfrentado problemas com o mesmo magistrado em cinco processos diferentes. Por e-mail, o juiz disse que existem "casos idênticos do mesmo advogado com outros juízes da Comarca, o que afasta o caráter pessoal". O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) informou, junto com a Corregedoria, apura o caso.
"Cabe à OAB a apuração censória no âmbito profissional, e ao magistrado as medidas que julgar cabíveis nesse procedimento, que foge dos padrões de urbanidade que devem nortear toda e qualquer relação no âmbito forense", informou o TJ-SP, em nota.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Goleado pela segunda vez Francisco Pinto foi eliminado pelo Bar da Baixa.



Mais um massacre para ser contabilizado para a equipe do Francisco Pinto, a equipe muito estilosa não se intimidou diante dos seus adversário, vindo de uma derrota de 16 a 1,  experimentaram mais uma vez o gosto da derrota, mas como dissemos com estilo e pouca categoria. A equipe do Bar da Baixa aplicou na etapa inicial cinco gols, marcados por Jardel, Gedson, Nilton Junior, Wallison Magno com toques precisos e passos rápidos a equipe deteve maior posse de bola, enquanto o Francisco Pinto ainda tentou algumas finalizações nos poucos momentos que esteve com a bola no pé.
Para o segundo tempo, a equipe do Bar da baixa voltou com a mesma garra de inicio, sufocando o adversário que tentava o resultado positivo, mas a equipe do Francisco Pinto também demonstrou garra e mais equilíbrio nesse segundo tempo, não deixando o placar se estender tanto como na partida anterior, segurando o seu adversário e partindo para o contra ataque. O Bar da Baixa conseguiu ampliar o placar e finalizar a partida com 08 gols marcados, três nessa segunda etapa, marcados por Nilton Jr, consagrando sua primeira vitória e mandando a equipe do Francisco Pinto de volta para casa.

A partida poderia ter tido um resultado maior se a equipe do Bar da Baixa tivesse aproveitado a habilidade dos seus jogadores, talvez confiantes que enfrentavam uma equipe mais “fraca”, deixou muitas oportunidades passarem perdidas, podendo serem convertidas em uma maior goleada.





Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

Itaú FC bate Cabocanos e garante vaga nas quartas de final



Invicto pelo grupo “C” no campeonato Junino, a equipe Itaú FC garantiu a liderança do grupo, na noite desta segunda-feira (19) posteriormente vaga nas quartas de final, ao bater a equipe Cabocanos por 5 a 2, nas festividades XI Arraiá do Zé Padeiro do município de Itaú.

Etapa Inicial

As equipes entraram em quadra para permanecerem na disputa, o Itaú FC jogando pela segunda vez na competição, vindo de vitória contra o Itaú Bets, a vitória garantiria a primeira colocação do grupo C. e foi exatamente o que aconteceu; a partida começou bem disputada, os Cabocanos partiam para cima, mas o Itaú FC também aproveitava as oportunidades embora a equipe não estivesse jogando entrosada, com muitas chances de gol sendo desperdiçada pela equipe.
O Itaú FC abriu o placar com gol de Aglaudênio (03), mesmo demonstrando cansaço o Cabocanos igualaram o placar com Gilter (11), deixando a partida mais emocionante, onde cada lance era esperado com muita euforia pela torcida, mas as equipes acabavam não finalizando.

Etapa Final

Tudo igual no placar as equipes voltaram a quadra de maneira ofensiva, com mais atenção na marcação já nos primeiros minutos, onde ambas as equipes esperavam um falha, ou um contra ataque para tentar finalizar a jogada.

O resultado veio se formando aos seis minutos com gol de Alan Patrick pela equipe Cabocanos. A reação veio logo em seguida com Damião, que deixou novamente o placar tudo igual. A cada minuto a disputa fica mais acirra e as equipes correm contra o tempo, a equipe do Itaú FC apresenta um futebol ofensivo e os Cabocanos defensivos, mas também partindo em busca de chegar ao gol adversário e concluir as finalizações.  O desempate veio com o goleiro Luis Paulo que no meio da quadra lançou a bomba conta o gol de Marcondes alterando o placar. Não demorou muito para Luis Paulo repetir a façanha; consagrando a vitória com Rosivan faltando um minuto para finalizar a partida, com vitória para o Itaú Fc de 5 a 2, gols de Aglaudênio, Damião, Luis Cláudio (02) e Rosinvan pela equipe Itaú FC.

A equipe Cabocanos diminui com Gilter e Alan Patrick.





Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

‘Governo vai ganhar no plenário’, diz Temer sobre reforma trabalhista


O presidente Michel Temer demonstrou confiança no início da noite desta terça-feira, 20, em Moscou, que o governo poderá reverter a derrota na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado. Segundo ele, a vitória do governo no plenário é “certíssima”.

Temer convocou uma entrevista coletiva de última hora, na qual só respondeu a perguntas sobre a decisão da comissão do Senado.

Para Temer, a derrota é “muito natural”, porque os projetos passam por várias comissões, onde se “ganha em uma comissão, perde na outra”. “O que importa é o plenário. Portanto, é uma etapa só. Vocês se recordam que no caso da Câmara dos Deputados houve um primeiro momento em que a urgência não chegou a ser votada para ser aprovada e depois foi ao plenário e ganhamos com muita facilidade”, recordou. “O plenário vai decidir e lá o governo vai ganhar. É maioria simples.”

Questionado sobre se tinha convicção dessa vitória, Temer reiterou que não haverá derrota na votação final. “Está certíssimo no plenário. Nós vamos ganhar, o governo vai ganhar no plenário”, frisou.

De acordo com o presidente, a derrota “não é surpresa negativa”. “Isso é assim mesmo. Tem várias fases, várias etapas, e nas etapas você ganha uma, perde outra”, insistiu. “O que importa é o plenário. O Brasil vai ganhar no plenário.”

Fonte: Estadão
Leia Mais ››

Com goleada de 8 a 1 os Veteranos de Getúlio elimina os Veteranos de Jailson do campeonato junino



Ao aplicar uma goleada de 8 a 1; o Veterano de Getúlio mandou para casa a equipe Veterano de Jaílson, na noite desta segunda-feira (19) em partida válida pela vaga na final dos veteranos. Só a vitória interessava o Veterano de Jaílson, que parou diante da falta de um bom futebol e mais jogadas em equipe.

O Jogo

O Veterano de Getúlio manteve a maior posse de bola, enquanto que o veterano de Jaílson procuravam se encontrar em quadra. As boas jogadas acompanhada de passes entrosados rendeu o único gol marcado pelos Veteranos de jaílson. Tento marcado por Rozenildo aos seis minutos do segundo tempo
Já o Veterano de Getúlio apresentaram um melhor futebol, desbancando o adversário com gols de Ailton (02), Josivan, Rogério (02), Rodrigo (02) e Gilter.

O Veterano de Jaílson se despede da competição sem marcar nenhum ponto no campeonato, pois vinha de derrota sofrida pelo veterano de Marcos.

O veterano de Getúlio disputa a final nesta sexta-feira 24, contra o Veterano de Marcos às 18:30.





Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

Comissão de Constituição e Justiça da AL aprova criação de cargos de agentes penitenciários no RN

Deputados da Comissão de Constituição e Justiça se reuniram na manhã desta terça-feira (20). (Foto: Divulgação / ALRN)

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa aprovou a criação de novos cargos de agentes penitenciários no Rio Grande do Norte. O Projeto tem como objetivo o cumprimento de acordo celebrado entre o Governo do RN e o Ministério Público.
Nesse acordo, o Governo ficou obrigado a enviar à deliberação dos deputados estaduais a criação dos cargos, com atribuições administrativas e de atenção ao preso. Com isso, a Comissão de Constituição, Justiça e Redação aprovou em sua reunião plenária, na manhã desta terça-feira (20), o Projeto de Lei Complementar que dispõe sobre a criação de cargos de agente penitenciário administrativo e agente penitenciário especialista.
Esses novos cargos serão para o quadro de pessoal efetivo da secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc).
“Aprovamos o Projeto porque sabemos da crise no sistema penitenciário onde há uma deficiência muito grande de recursos humanos. O relator da matéria, deputado Nélter Queiroz (PMDB), tinha feito um pedido para só apresentar seu relatório na próxima semana por solicitação da presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, Vilma Batista, que pretendia apresentar algumas ponderações. No entanto, chegamos a um consenso para a votação, devido à urgência da matéria e as modificações podem ser apresentadas na tramitação em outras comissões”, disse a deputada Márcia Maia (PSDB), presidente da CCJ.
Pelo projeto, aprovado quanto a sua constitucionalidade, ficam criados 60 cargos de agente penitenciário administrativo e 40 cargos de agente penitenciário especialista.

Fonte: G1
Leia Mais ››