Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

terça-feira, junho 27, 2017

Lagosta Bronzeada encerra festividades do XI Arraiá do Zé Padeiro de Itaú-RN.


Nesta segunda-feira, 26 de junho de 2017, o município de Itaú encerrou as festividades juninas do XI Arraiá do Zé Padeiro, a festa teve inicio com a bando Coroão que levantou a galera e colocou a galera para dançar.



Lagosta Bronzeada foi a grande atração da noite, onde um grande público compareceu a arena cultural para prestigiar o show da banda. Completamente lotado o espaço cultural o evento chegou ao seu término registrando na história dos arraias de Itaú, como mais um sucesso. A banda colocou a galera para dançar e arrastar o pé em clima de São João.

Para encerrar a noite com chave de ouro a Banda Zé do Fole animou a nação forrozeira até o amanhecer do dia.

O Prefeito Ciro Bezerra compartilhou a alegria da realização do evento em mais uma edição da festividade na cidade de Itaú, onde as cidades circunvizinhas também vieram se divertir, parabenizando a todos pela festa, em especial a segurança, levando todo evento em plena paz e harmonia.





Fonte: Assessoria de Comunicação
Leia Mais ››

RN atinge meta de desmatamento zero da Mata Atlântica, diz Semarh

Parque das Dunas é uma das áreas de Mata Atlântica no RN (Foto: Ronaldo Diniz)

O Rio Grande do Norte atingiu a marca de desmatamento zero da área de Mata Atlântica no estado. A informação foi divulgada pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do RN (Semarh), de acordo com dados do Atlas da Mata Atlântica, referentes ao período de 2015 a 2016.
O documento foi produzido pela Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Uma das principais reservas de Mata Atlântica no Rio Grande do Norte é o Parque das Dunas, considerado o maior parque urbano do país sobre dunas. Com cerca de 1.170 hectares, o local abriga mais de 250 espécies de plantas e animais.
Além do parque, o RN ainda conserva outros remanescentes do bioma, como a Área de Proteção Ambiental Bonfim-Guaraíras, que possui 290.88 hectares de Mata Atlântica, e a APA Piquiri-una que abrange cinco municípios da região agreste do estado.
Apesar de os números nacionais apontarem o desflorestamento de 291 km² do bioma no período de estudo, o Rio Grande do Norte, de acordo com a Semarh, apresentou apenas seis hectares de Mata degradados, quando o limite para estar no nível de desmatamento zero é de 100 hectares.
A Secretaria ressalta que o dado positivo é reflexo do maior controle ambiental. Além disso, outros fatores que garantiram o desmatamento zero neste período foram a observância e o cumprimento da Lei 11.428 da Mata Atlântica e o apoio aos municípios, principalmente no que diz respeito ao licenciamento, monitoramento e fiscalização ambientais.
“O Idema segue rigorosamente a lei da Mata Atlântica, bem como a lei 12.651/2012 do código florestal. Trabalhamos firme na fiscalização das áreas de proteção ambiental para coibir qualquer indício de desmatamento do bioma”, ressaltou Rondinelle Oliveira, Diretor-geral do Idema.
Para continuar as ações de preservação do bioma, a Semarh iniciará nos próximos dias uma série de reuniões com os municípios para discutir a elaboração dos planos municipais de Mata Atlântica.
Plano de Manejo do Parque das Dunas
No primeiro semestre do ano passado, o Idema iniciou a revisão do Plano de Manejo do Parque das Dunas que era de 1989. Uma equipe de 25 técnicos está fazendo o levantamento do meio físico (relevo, geologia, solo), biológico (fauna e flora) e socioeconômico, com o objetivo não só de atualizar as informações, mas também buscar ferramentas para cada vez mais mantê-lo preservado.
Com esse trabalho já foram descobertas mais de 200 espécies novas de flora e fauna. O órgão ambiental está também retirando algumas espécies de plantas exóticas encontradas no local e doando-as com o objetivo de manter o bioma do parque.
Reflorestamento da Mata do Pilão
A Mata do Pilão, localizada dentro da APA Piquiri-UNA recebeu no último mês de maio cerca de três mil mudas de plantas nativas. A área que é de grande importância para o lençol freático da bacia Piquiri-Uma, foi atingida por um incêndio em outubro de 2016. Em visita ao local no início deste ano, a equipe técnica do Idema constatou uma regeneração natural da área. Para acelerar o processo de recuperação da mata, órgão ainda realizou um mutirão para o plantio de milhares de mudas de Pau-brasil, Ipê Amarelo, Ipê Roxo, Jatobá, Sucupira, entre outras.
Cercamento do Parque Estadual Mata da Pipa
Outra ação de destaque de preservação da Mata Atlântica é o cercamento do Parque Estadual Mata da Pipa (PEMP), iniciado neste mês de junho. Localizado na APA Bonfim-Guaraíras, em Tibau do Sul, o perímetro do PEMP compreende 11,3km e está recebendo cercas de concreto. O trabalho conta com o apoio dos moradores da região e visa preservar toda a área do parque. A obra tem recursos próprios do Idema e deverá ser concluída em no máximo 90 dias.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Europa é alvo de ataque cibernético

Caixa eletrônico de banco estatal ucraniano Oschadbank pede dinheiro para resgate durante ciberataque que atingiu a Ucrânia e outros países da Europa. (Foto: Valentyn Ogirenko / Reuters)

Sites do governo e de várias empresas ucranianas foram alvo nesta terça-feria (27) de um ataque cibernético, que atingiu aeroportos, bancos e escritórios do governo. Um conselheiro do ministro do Interior da Ucrânia classificou como o pior na história do país.

Além disso, companhias da Europa, como a agência de publicidade WPP, disseram ter sido afetadas. "Nós estamos respondendo em caráter de urgência a relator de outro grande ataque de ransonware a negócios na Europa", afirmou Rob Wainwright, diretor da Europol.

Cryptolocker e Petya

O conselheiro ucraniano Anton Gerashchenko disse que as interrupções foram causadas pelo Cryptolocker, um vírus de resgate como o WannaCry que bloqueou mais de 200 mil computadores em mais de 150 países em maio. Segundo a empresa de cibersegurança Symantec, o outro vírus responsável pelo ataque desta terça-feira é o Petya.

Ainda não se sabe se o ataque ao Hospital de Câncer em Jales e Fernandópolis, no interior de SP, tem relação com o que aconteceu na Europa.

O malware aplica o golpe chamado de ransomware, que "sequestra" os arquivos e só os libera mediante pagamento em moedas virtuais. Os conteúdos do sistema não necessariamente são retirados dos dispositivos, mas são codificados para impedir o acesso a eles.

"O objetivo final do ataque cibernético é tentar desestabilizar", escreveu Gerashchenko. Afirmou ainda que os ataques provavelmente se originaram da Rússia.

Rússia e Ucrânia

Já a Group-IB , empresa de segurança digital sediada em Moscou, informou que parece se tratar de um ataque coordenado que mirou vítimas na Rússia e na Ucrânia simultaneamente.

O banco central da Ucrânia informou que bancos comerciais e públicos do país e empresas privadas foram alvo de ataques.

"Como resultado desses ataques virtuais, esses bancos estão tendo dificuldades com serviços aos clientes e operações bancárias", informou o BC ucraniano, sem identificar as instituições afetadas.

"O banco central está confiante de que a infraestrutura de defesa bancária contra fraude virtual está adequadamente estabelecida e tentativas de ataques contra os sistemas de TI dos bancos serão neutralizadas", informou o banco central. Clientes de bancos que consultassem agências bancárias podiam ver mensagens de resgate nas telas de caixas eletrônicos.

A distribuidora de energia que alimenta o aeroporto de Kiev foi uma das atingidas. Yevhen Dykhne, diretor do Aeroporto de Boryspyl, disse que o terminal foi afetado. "Devido à conexão irregular, alguns atrasos nos voos são possíveis", afirmou. Passageiros do metrô do país ainda relatam que não o sistema deixou de aceitar pagamentos.

A petroleira russa Rosneft informou ter sido atingida por um ataque de larga escala a seus servidores. "Os servidores da companhia sofreram um ataque cibernético poderoso", informou a empresa pelo Twitter.

"O ataque cibernético poderia provocar sérias consequências, mas a companhia recorreu a um sistema reserva de processamento de produção e nem a produção de petróleo nem a de refinamento foi interrompida".

Reino Unido, Rússia, Dinamarca, França, Espanha

A britânica WPP também confirmou ter sido alvo de um ataque cibernético, mas não informou se o WannaCry era o causador da instabilidade. O site da empresa ficou fora do ar durante toda a manhã.

A AP Moller-Maersk, companhia dinamarquesa de logística, relatou ser uma dos alvos. "Estamos falando de um ciberataque", afirmou o porta-voz Anders Rosendahl. "Afetou todos os braços do nosso negócio, tanto em casa como em outras localidades."
A francesa Saint Gobain e a espanhola Mondelez também estão na mira dos cibercriminosos.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Eunício diz que Senado vai 'tocar a pauta' mesmo após denúncia de Temer


Questionado sobre o impacto no Congresso da denúncia contra o presidente Michel Temer, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, disse nesta terça-feira (27) que a Casa vai “tocar a pauta” de votações, independentemente da crise envolvendo o Palácio do Planalto.
A denúncia contra o presidente da República foi apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira (26). A Câmara dos Deputados é responsável por autorizar ou não o prosseguimento do processo.
Na denúncia, Janot identificou que o presidente cometeu o crime de corrupção passiva. O procurador-geral se baseou nas gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, dono do grupo JBS. “Independente do que vai acontecer na Câmara, eu vou tocar a pauta do Senado. A pauta do Senado é uma pauta do Brasil, não é uma pauta da política, do governo”, declarou Eunício.
Nesta quarta-feira (28), está prevista a votação da reforma trabalhista na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Na próxima semana, o tema deverá ser analisado pelo plenário da Casa.
Parlamentares de oposição ao Palácio do Planalto defendem a suspensão do calendário de votação da reforma em razão do agravamento da crise política.
Eunício disse que não é “líder do governo” e, como presidente do Senado, tem o a “responsabilidade” de manter as atividades da Casa. Ele citou o índice de desempregados para defender a continuidade dos trabalhos.
O parlamentar disse ainda que o Senado é uma Casa “madura”, de homens e mulheres de cabelos brancos e pediu “serenidade” aos colegas.
“É um momento de termos serenidade – esta Casa é uma Casa mais madura, de homens e mulheres de cabelos brancos, alguns de cabelos pintados, mas cabelos brancos – para que a gente possa tocar aquilo que interessa aos brasileiros e não ao governo, partido A ou partido B, ou a situação ou a oposição”, finalizou o peemedebista.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Senadores protocolam recurso para desarquivar pedido de cassação de Aécio


Um grupo de senadores protocolou nesta terça-feira (27) um recurso no Conselho de Ética do Senado solicitando o desarquivamento do pedido de cassação do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG).
O documento é assinado por cinco senadores titulares do Conselho Lasier Martins (PSD-RS), José Pimentel (PT-CE), João Capiberibe (PSB-AP), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e Pedro Chaves (PSC-MS). São necessárias pelo menos cinco assinaturas de senadores titulares do conselho para que o recurso tenha validade.
O recurso também tem a assinatura das senadoras Regina Sousa (PT-PI), Ângela Portela (PDT-RR) e Vanessa Grazziotin (PC do B-AM), que são suplentes no Conselho de Ética.
Na última sexta (23), o presidente do Conselho de Ética, senador João Alberto (PMDB-MA), arquivou monocraticamente o pedido de cassação do parlamentar tucano.
Ao arquivar o pedido de cassação, o senador do PMDB alegou que a representação do PSOL e da Rede contra Aécio era "improcedente".
Elaborado pelo gabinete do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), o recurso que tenta forçar a instauração do processo disciplinar ressalta que a alegação do presidente do Conselho de Ética é “descabida”.
“Esperamos que o senador João Alberto convoque o quanto antes uma reunião para análise deste recurso. Se recebimento de propina não for quebra de decoro parlamentar, nada mais é”, afirmou Randolfe.
“O Conselho de Ética e Decoro do Senado não pode virar Conselho de Estética e Decoração”, ironizou o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ).
Próximos passos
Depois que o recurso for protocolado, caberá a João Alberto convocar uma reunião para que os 15 titulares do colegiado analisem a possibilidade de desarquivar o pedido de cassação.
Segundo a assessoria do presidente do órgão, ainda não há uma previsão de quando essa reunião acontecerá. João Alberto foi internado nesta terça com problemas cardíacos.
Se a maioria dos integrantes do Conselho de Ética votar a favor do pedido, a representação contra Aécio começará a ser debatida pelo colegiado.

Ao arquivar a representação na última sexta, o presidente do conselho afirmou que o documento não possuía elementos convincentes para se processar Aécio. Na opinião de João Alberto, o tucano foi vítima de uma “grande armação”.
Após as delações da JBS se tornarem públicas no mês passado, os partidos Rede e PSOL pediram a cassação do mandato de Aécio por quebra de decoro parlamentar.
Entenda o caso
A Procuradoria Geral da República (PGR) afirma que Aécio Neves pediu R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista para, supostamente, pagar despesas com advogados na Lava Jato. Em troca, acusa o Ministério Público, atuaria em favor dos interesses da JBS.
Cabe ao Conselho de Ética analisar esse tipo de representação e, se der prosseguimento, encaminhar um parecer ao plenário do Senado.
O tucano está afastado do mandato de senador desde 18 de maio por determinação do Supremo Tribunal Federal. Aécio nega as acusações dos delatores da JBS de que ele havia pedido propina e alega que apenas pediu um empréstimo pessoal a um amigo para pagar despesas com advogados.
Leia a nota divulgada pela assessoria de Aécio nesta terça:
A Defesa do senador Aécio Neves reitera que as afirmações feitas por criminosos confessos, em busca dos benefícios de uma delação, não devem ser tratadas como prova. As investigações mostrarão que o empréstimo de 2 milhões de reais, oferecido por Joesley Batista ao senador Aecio Neves, não envolveu recursos públicos e muito menos propina.
Não houve, portanto, crime ou quebra de decoro parlamentar. Tais esclarecimentos serão prestados em todas as instâncias necessárias para confirmar a correção da conduta do senador.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Fifa publica relatório sobre o processo de escolha das Copas de 2018 e 2022

Fifa publica relatório após jornal alemão vazar documento (Foto: AFP)

A Fifa decidiu publicar nesta terça-feira o relatório Garcia, referente ao processo que escolheu Rússia e Catar como sedes das Copas de 2018 e 2022, respectivamente. A federação internacional disponibilizou um link para o documento em seu site e informou que sua decisão de levá-lo a público foi tomada após o relatório, descrito em 430 páginas pelo investigador independente Michael Garcia em 2014, ter sido "vazado de forma ilegal por um jornal alemão".
– Por uma questão de transparência, a Fifa informa que este relatório foi finalmente publicado – informou a Fifa.
O jornal alemão "Bild" publicou na terça-feira parte do relatório Garcia, que só agora veio a público de forma oficial. O documento indica que o ex-presidente do Barcelona Sandro Rosell depositou um total de 2 milhões de libras (R$ 8,4 milhões na cotação atual) à filha de 10 anos do ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira. Entretanto, não garante que esse valor está relacionado à candidatura do Catar.
O relatório Garcia revelou ainda que "um ex-membro executivo (da Fifa) felicitou membros da federação do Catar e agradeceu por e-mail o pagamento de centenas de milhares de euros" após a atribuição da competição ao Catar".
Segundo o veículo de imprensa alemão, "três membros executivos da Fifa com direito a voto foram a uma festa no Rio de Janeiro em um jato privado da Federação de Futebol do Catar antes da eleição para atribuição da sede da competição".
O maior complexo esportivo do mundo, o "Aspire Academy", uma organização catariana, também "esteve envolvida de maneira decisiva na manipulação de membros da Fifa com direito a voto", completou o jornal alemão.
A atribuição da sede da Copa do Mundo de 2022 ao Catar, definida em 2010, esteve envolvida em suspeitas de corrupção desde o início. Na ocasião, o país asiático superou as candidaturas de Estados Unidos, Austrália, Japão e Coreia do Sul.
Uma investigação interna, conduzida pelo ex-procurador americano Michael Garcia, foi realizada. Após ler o relatório, a Câmara de Julgamento da Comissão de Ética da Fifa afirmou ter identificado comportamentos suspeitos por parte de membros da Fifa, mas nada que pudesse colocar em dúvida a atribuição das duas próximas Copas do Mundo.
Em 2014, Michael Garcia criticou a decisão da Fifa, afirmando que a leitura de seu relatório, que teve apenas uma parte publicada, havia sido parcial.

Fonte: Globo Esporte
Leia Mais ››

Corpos em decomposição são localizados em mata próxima a presídio em Manau

Centro de Detenção Provisória (CDPM2) fica na Zona Rural de Manaus; via de acesso ao local recebe fiscalização da Força Nacional (Foto: Ive Rylo/G1 AM)

Dois corpos em avançado estado de decomposição foram encontrados em uma área de floresta próximo ao Centro de Detenção Provisória (CDPM2), no km 8 da rodovia federal BR 174, em Manaus. Eles foram localizados pelo Comando de Operações Especiais (COE), por volta das 10h desta terça-feira (27).
De acordo com a polícia, por conta do avançado estado de decomposição, a estimativa é que as mortes tenham acontecido há cerca de cinco dias.
"Não dá para saber se tem alguma perfuração, no corpo. Quem achou foram as equipes o COE que estão fazendo varredura em todos os presídios, a cerca de 100 metros do perímetro de cada unidade prisional. A varredura é para verificar objetos suspeitos, rota de fuga", disse o delegado do 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Rodrigo Sá.
O Corpo de Bombeiros teve que auxiliar na remoção dos corpos. "Eles foram encontrados em uma área de mata fechada, atrás do CDPM 2, em um barranco, você anda cerca de 100 metros mata a dentro", disse o delegado.
Após a remoção, os corpos foram encaminhados à sede do Instituto Médico Legal (IML), na Zona Norte, para ser feita a identificação.
O caso será investigado pela Polícia Civil. "Pode ser detento, visitante, detentos do semiaberto, nada está descartado. O CDPM 2 é destinado para abrigar o pessoal que estava na Vidal. Não podemos descartar nada", disse Rodrigo Sá.

Barreira da Força Nacional fiscaliza via de acesso a unidade prisional (Foto: Ive Rylo/G1 AM)
Barreira da Força Nacional fiscaliza via de acesso a unidade prisional (Foto: Ive Rylo/G1 AM)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Farc concluem entrega das armas em ato simbólico na Colômbia


As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) concluíram nesta terça-feira (27) o processo de desarmamento na Colômbia, de acordo com o jornal "El Tiempo". A entrega das armas faz parte do acordo de paz assinado em novembro de 2016, após quatro anos de negociações em Cuba.
"As Farc cumpriram e entregaram todas as suas armas individuais", disse o chefe da missão da Organização das Nações Unidas (ONU) na Colômbia, Jean Arnault. O ato marca o fim da atividade armado após mais de 50 anos de guerra interna - considerada o conflito mais antigo do continente.
O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, e o líder guerrilheiro Rodrigo Londoño, conhecido como Timochenko, lideraram cerimônia simbólica em Mesetas, no departamento Meta, no centro da Colômbia, região onde a guerrilha se estabeleceu e ampliou sua influência há mais de meio século. "A paz é real e irreversível", disse Manuel Santos.
"O mecanismo de monitoramento e verificação do cessar-fogo e das hostilidades prova que não falhamos, hoje deixamos as armas", afirmou Timochenko.
"Jamais voltaremos a empregar a violência. Nossa única arma,a a palavra, prometemos e cumprimos, sem pesar e sem choro. Adeus à Guerra", disseram as Farc no Twitter.
O grupo rebelde completou a entrega à missão da ONU na Colômbia de 7.132 armas individuais nas 26 zonas onde estão concentrados quase o mesmo número de combatentes, informou a organização internacional, segundo a France Presse.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Chile admite que parar Cristiano Ronaldo será prioridade em semifinal


Na véspera de enfrentar Portugal pelas semifinais da Copa das Confederações, o volante chileno Marcelo Díaz avaliou nesta terça-feira que Cristiano Ronaldo é o principal responsável pela classificação da equipe europeia ao mata-mata do torneio e reconheceu que pará-lo será a prioridade da sua seleção no confronto agendado para Kazan.

“Ele jogou uma temporada maravilhosa na Espanha e acho que está jogando aqui com a mesma força. Esse é o motivo pelo qual eles também estão nas semifinais”, afirmou o jogador do Chile. “Vamos tentar detê-lo e reduzir o espaço que ele tem para se movimentar, evitar que pegue a bola e marque”, acrescentou.

Mas se Portugal tem Cristiano Ronaldo, o Chile também conta com suas armas ofensivas, sendo a principal delas Alexis Sánchez, autor de um gol na Copa das Confederações, na partida contra a Alemanha. E o atacante disputa o torneio na Rússia ao mesmo tempo em que está envolvido em especulações sobre uma possível saída do Arsenal.

Na avaliação do técnico do Chile, Juan Antonio Pizzi, a situação não tira a concentração do jogador, com o interesse de outros clubes até servindo como estímulo para o atacante brilhar na Copa das Confederações com a camisa chilena.

“Suponhamos que ele esteja muito feliz porque está passando por uma situação muito especial e acho que todos gostariam de estar nessa situação porque os melhores clubes do mundo desejam tê-lo em seus elencos”, afirmou, em opinião compartilhada por Díaz. “Ele poderá se manter desenvolvendo durante este verão (europeu) e acho que sua situação pessoal vai ajudá-lo a crescer”, acrescentou.

Além de enfrentar Cristiano Ronaldo, Pizzi vai se reencontrar o técnico Fernando Santos, que o dirigiu há 17 anos no Porto. “Ele merece nosso maior respeito, sua experiência é incrível e acho que todos os que conhecem futebol o respeitam. Ele é ótimo para o futebol português”, disse.

Fonte: Estadão
Leia Mais ››

‘Sempre pela garagem, viu?’, recomendou Temer a Joesley


Um dos trechos da conversa entre o presidente Michel Temer (PMDB) e o empresário Joesley Batista, da JBS, na noite de 7 de março, no Palácio do Jaburu, recuperados pela Polícia Federal, revelou uma recomendação do peemedebista ao executivo: “Sempre pela garagem, viu?”. A frase consta da perícia da PF, após o pente-fino sobre o arquivo em pendrive entregue como parte da delação de Joesley.

Naquela noite, Joesley e Temer se reuniram por cerca de 40 minutos. Na metade do encontro, o executivo diz ao presidente. “Eu, eu, prefiro combinar assim, ó: se for alguma coisa que eu precisar, tal, então eu falo com Rodrigo, se for algum assunto desse tipo aí…”

O ‘Rodrigo’ a quem Joesley se referia era o ex-assessor especial do presidente e ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMRB-PR). Temer e seu aliado foram denunciados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por corrupção passiva.

A conversa segue.

Temer responde. “Ai você (ininteligivel).”

“É…”, diz Joesley.

Temer: “Pela garagem.”

Joesley: “{Pela} garagem.”

Temer: “(Ininteligível) sempre pela garagem, viu?”

Joesley: “Funcionou super bem, à noite …”

Temer: “É.”

Joesley: “… onze hora da noite, meia-noite, dé … dez e meia, vem aqui.”

Temer: “(Ininteligível). Não tem imprensa.”

Joesley: “A gente conversa uns dez minutinho, uma meia horinha, vou embora.”

Laudo

Em laudo de 123 páginas, os peritos criminais do Instituto Nacional de Criminalística (INC) concluíram que “não foram encontrados elementos indicativos” de que a gravação da conversa entre o empresário Joesley Batista e o presidente Michel Temer “tenha sido adulterada em relação ao áudio original, sendo a mesma consistente com a maneira em que se alega ter sido produzida”.

O áudio foi utilizado entre as provas referidas pela PF para afirmar, no relatório final entregue ao Supremo nesta segunda-feira, 26, que houve o cometimento do crime de obstrução à investigação de organização criminosa por parte de Temer, do ex-ministro Geddel Vieira Lima e do empresário e delator do grupo J&F Joesley Batista.

Defesa

Nesta segunda-feira, 26, o criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira reagiu com veemência às conclusões da Polícia Federal que, em relatório ao Supremo Tribunal Federal (STF), atribui ao presidente Michel Temer crime de obstrução de investigações sobre organização criminosa. “O valor jurídico do relatório é nenhum”, declarou Mariz.

Fonte: Estadão
Leia Mais ››

Fred Queiroz relatou ao MPF e ao MPRN sobre todas as campanhas eleitorais das quais participou


O empresário Fred Queiroz relatou a procuradores do Ministério Público Federal e a promotores do Ministério Público do Rio Grande do Norte sobre suas atividades nas campanhas eleitorais das quais participou, conforme apurou a reportagem do portalnoar.com.

O empresário foi um dos principais coordenadores políticos do PMDB, tendo atuado em todas as últimas campanhas do partido.

A última campanha da qual Fred participou foi a do prefeito Carlos Eduardo Alves, em 2016, de quem quase foi candidato a vice.

Ainda é inconclusivo afirmar que houve ilegalidades nas campanhas, mas segundo a reportagem apurou com fontes que acompanham o caso, o empresário detalhou aquelas das quais participou.

Quando não atuou como coordenador político, Fred teve sua empresa, a Pratika Locações, listada como prestadora de serviços.

Todas as campanhas das quais Fred Queiroz participou tiveram suas contas aprovadas pela Justiça Eleitoral.

Em 2006, a Pratika prestou serviços aos candidatos ao senado Rosalba Ciarlini e Garibaldi Alves

Em 2008, a empresa prestou serviços às campanhas de Fátima Bezerra e Micarla de Sousa.

Em 2010, a Pratika aparece como prestadora de serviços para vários candidatos, entre os quais Dilma Rousseff, Henrique Eduardo Alves, Miguel Weber, Paulo Wagner e Iberê Ferreira e Souza

Na campanha de 2012, a Pratika foi prestadora de serviços para Carlos Eduardo Alves e para Hermano Morais, então candidato a prefeito.

Na campanha de 2014, a Pratika voltou a participar da campanha de vários candidatos, chegando a ser acusada de repasse de dinheiro para compra de votos, fato que não ficou comprovado.

Em 2016, já vigorava a proibição para doação de empresas privadas, o que reduziu a participação de muitas empresas prestadoras de serviço. Mas a Pratika aparece no sistema da Justiça Eleitoral como prestadora de serviço em uma campanha para vereador de Natal.

A participação da Pratika nas campanhas citadas não configura crime. Os registros constam no banco de dados da Justiça Eleitoral em contas que foram aprovadas.

Todavia resta a especulação de se o empresário apontou ao MPF e ao MPRN alguma ilegalidade nas corridas eleitorais quais participou como coordenador político e/ou prestador de serviços.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Ninguém está fora do alcance da lei, diz Janot


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou a seus pares do Ministério Público Federal, após denunciar o presidente da República, Michel Temer, por corrupção passiva, que ninguém está acima da lei ou fora do seu alcance. A acusação formal tem base na delação dos acionistas e executivos do Grupo J&F, que controla a JBS. O ex-assessor especial do presidente e ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), apontado como o homem da mala preta, também foi denunciado por Janot.

Na mensagem aos procuradores, Janot escreveu que as horas mais graves exigem as decisões mais difíceis.

“Em razão das responsabilidades inerentes ao exercício do meu ofício, coube a mim oferecer hoje ao Supremo Tribunal Federal denúncia contra o presidente da República Michel Temer, pelo crime de corrupção passiva, praticado no exercício do mandato”, afirmou o procurador-geral. “Num regime democrático, sob o pálio do Estado de Direito, ninguém está acima da lei ou fora do seu alcance, cuja transgressão requer o pleno funcionamento das instituições para buscar as devidas responsabilidades.”

Esta é a primeira vez na história da República brasileira que um presidente é acusado formalmente por crime de corrupção durante o exercício do mandato. Em 1992, Fernando Collor de Mello foi denunciado quando já estava afastado do cargo.

Temer também poderá ser acusado pelo crime de obstrução à investigação de organização criminosa. O relatório da Polícia Federal foi encaminhado nesta segunda-feira, 26, ao Supremo, no qual também vê a mesma conduta criminosa do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) e do empresário e delator Joesley Batista.

O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, deu mais cinco dias de prazo, a partir desta terça-feira, 27, para um eventual nova denúncia ser apresentada pelo procurador-geral.

A expectativa é que Janot apresente uma nova acusação formal, fatiando a ofensiva contra Temer.

Após a denúncia contra o presidente, Janot ressaltou o papel do Ministério Público que, segundo ele, “mesmo nos momentos mais difíceis e sob as piores ameaças, não deixa e não deixará de cumprir a sua missão constitucional”.

“Em 2013, não imaginávamos que três anos depois estaríamos diante da maior investigação sobre corrupção do planeta, uma apuração que catalisou paixões, mobilizou a sociedade civil e congregou dezenas de membros e servidores do Ministério Público e de outras instituições em torno de um propósito comum: a probidade, a transparência e a responsabilidade no trato da coisa pública”, anotou. “Por outro lado, o caso Lava Jato, iniciado em Curitiba e Brasília e que agora se espalha dentro e fora do Brasil, também provocou incompreensões e reuniu poucas forças contrárias ao papel do Ministério Público no cumprimento de seu mandato constitucional de enfrentamento à corrupção. Posturas reacionárias somaram-se a visões patrimonialistas. Uma atmosfera ácida formou-se. Nossa jornada nunca foi fácil, mas o caminho do Ministério Público nunca o foi.”

Fonte: Estadão
Leia Mais ››

RN pode chegar a 5GW de geração eólica em quatro anos


O Rio Grande do Norte deverá atingir a marca de 5 gigawatts (GW) de capacidade instalada em energia eólica nos próximos quatro anos. Segundo dados do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE), o Rio Grande do Norte segue na liderança disparada no ranking nacional eólico, com 3.3GW de capacidade instalada em 125 parques que estão em operação. O resultado é quase o dobro dos números registrados pela Bahia, segunda colocada no ranking, com 1,7GW de capacidade instalada em 70 usinas eólicas.

O rápido crescimento do setor e os bons números alcançados nos últimos anos,fizeram com que o Rio Grande do Norte se tornasse pólo da indústria eólica. É nesse contexto que o Estado recebe, nos próximos dias 27 e 28 de junho, o mais importante encontro político-empresarial do setor no país. O Fórum Nacional Eólico – Carta dos Ventos, que em neste ano chega à nona edição, será realizado no auditório da Escola de Governo, no Centro Administrativo, em Natal.

Neste ano, o evento promete superar expectativas em relação à edição anterior, que reuniu mais de 800 participantes em dois dias de debates que pautaram a gestão setorial energética no País até o momento. O Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDEC) apoiou a mobilização de várias entidades empresariais do Estado.

A programação terá seções executivas, com reuniões fechadas pelas manhãs e plenárias com acesso gratuito, à tarde. “O setor eólico fica na operação e manutenção e nos licenciamentos sócio-ambientais dos parques eólicos, levando a discussão para a seara local, junto das cidades e comunidades envolvidas pelas atividades”, explica o diretor-presidente do CERNE, Jean-Paul Prates, um dos responsáveis pela realização do evento desde a sua primeira edição, em 2009.

O Fórum Nacional Eólico 2017 já conta com presença confirmada dos Governadoresdo Rio Grande do Norte, Robinson Faria e de Pernambuco, Paulo Câmara, do Diretor-Presidente da CHESF, Sinval Zaidan, de representantes das secretarias de desenvolvimento dos Estados de Alagoas, Sergipe, Bahia e Ceará, além de parlamentares.

O evento tem como anfitrião o Governo do Rio Grande do Norte e conta com o apoio da ABEEólica. Conta também com o patrocínio da Força Eólica do Brasil, Ambientare, FINEP, Banco do Nordeste, Fecomercio RN, CRN-Bio, A Lasca Arqueologia, CPFL Renováveis e New Wind Service.

A programação completa, inscrições e participações podem ser encontradas no site: www.cartadosventos.com, e nas redes sociais das entidades participantes.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

MPRN pede afastamento da diretora da cadeia pública de Mossoró


A 19ª Promotoria de Justiça de Mossoró expediu recomendação pedindo à Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) o afastamento da diretora da cadeia pública de Mossoró, Aurivaneide Lourenço Cabral, por não atender os requisitos legais para o cargo.

A medida baseia-se no artigo 75 da Lei de Execução Penal, que define as exigências para ocupante do cargo de diretor de unidade prisional. Entre elas está a necessidade de diploma de nível superior nas áreas de Direito, Psicologia, Ciências Sociais, Pedagogia ou Serviços Sociais.

Dessa forma, o Ministério Público recomenda que a Sesed promova o afastamento e adote providência para substituição imediata no cargo por profissional que atenda a todos os requisitos exigidos pela Lei de Execução Penal.

Confira aqui a íntegra a recomendação.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Governo ultrapassa R$ 150 mi investidos em Mossoró


“Capital do Oeste Potiguar”, “Terra da Liberdade”, “Capital Cultural do Rio Grande do Norte”. São muitas as alcunhas pelas quais a cidade de Mossoró é conhecida, dada a sua relevância para o estado. Segunda maior cidade potiguar, o município vem recebendo investimentos da atual gestão do Governo do RN em diversas áreas. Em pouco mais de dois anos, a administração estadual direcionou mais de R$ 150 milhões para os setores de saúde, segurança pública, cultura, turismo e em ações voltadas para a agricultura. Para se fazer uma comparação, o montante só fica atrás dos R$ 500 milhões investidos em Natal para o saneamento.

O investimento mais alto será aplicado na construção do Hospital da Mulher, maior complexo hospitalar do RN. O empreendimento está na segunda etapa da licitação e dentro de aproximadamente 30 dias as empresas deverão apresentar propostas. A expectativa é que em 50 dias seja expedida a ordem de serviço para a construção da unidade, que será feita em duas fases. O cronograma total da obra está previsto para 19 meses. São R$ 100 milhões de investimentos: R$ 50 milhões em obras e R$ 50 milhões para equipamentos.

Além do hospital, serão construídos um banco de leite e uma Casa de Apoio para acompanhantes dos pacientes. Outro reforço para a saúde, de R$ 1,4 milhão, está sendo aplicado na melhoria do Hospital Tarcísio Maia.

Na cultura, estão sendo aplicados R$ 3,5 milhões na reforma do Teatro Lauro Monte Filho, o mais antigo da cidade, para que a Mossoró tenha de volta um dos espaços mais importantes à sua dinâmica cultural.

Na educação, foram disponibilizados R$ 5,3 milhões para as Escolas Agrícola Gilberto Rola e Maria Emília das Mercês, além de recursos para todos os colégios estaduais investirem em inovação pedagógica, com dinheiro já liberado direto para a conta da escola.

Para fomentar a área rural, os recursos enviados para apoio aos agricultores familiares, melhorias da produção, acesso a água e outras ações foram de R$ 4 milhões.

O setor da Segurança também foi beneficiado. Para a implantação da central de monitoramento (Ciosp) e outras ações de combate e prevenção à criminalidade, foram repassados R$ 2,7 milhões. Um dos principais equipamentos de prestação de serviço à população, a Central do Cidadão recebeu R$ 1 milhão em sua nova estrutura na capital do Oeste.

No turismo, foi desenvolvido um trabalho de sinalização turística em todo o polo Costa Branca. Para o governador, o esforço em ajudar na estruturação da cidade faz parte de um compromisso assumido ainda em 2014. “Essas ações que já foram feitas e que ainda serão desenvolvidas são de pontos que me comprometi durante a campanha. Mas não só isso. Existem temas que merecem atenção especial e constante, que não me comprometi, mas que achei que Mossoró precisava. Por isso, lutamos e fomos atrás de recursos para reforçar diversas áreas”, assegurou.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Ministério Público do RN pede cumprimento imediato da pena do deputado Dison Lisboa

Deputado estadual Dison Lisboa foi condenado para cumprimento inicialmente no regime semiaberto. (Foto: ALRN)

O Ministério Público Estadual requereu ao Juízo de Goianinha que o deputado estadual Dison Lisboa inicie o cumprimento de pena imposta a ele. O parlamentar é condenado a cinco anos de reclusão por apropriação de bens ou rendas públicas, ou desviá-los em proveito próprio ou alheio, quando era prefeito de Goianinha.
O pedido foi feito pela promotoria de justiça de Goianinha para que o juiz do município promova de imediato as providências necessárias para o início da execução provisória da pena. A petição foi protocolada no curso da ação penal nº 0000305-80.2009.8.20.0116, na qual o deputado Dison foi condenado para cumprimento inicialmente no regime semiaberto.
O representante ministerial também solicita que o juiz comunique aos órgãos da Justiça Eleitoral competentes sobre acórdão condenatório do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte que declarou a inelegibilidade do réu.
O MPRN, não encontrando nos autos a comprovação da devida comunicação, requereu o envio de cópia do acórdão condenatório para a Procuradoria Regional Eleitoral e o Tribunal Regional Eleitoral para as providências também no tocante ao que dispõe a Lei da Ficha Limpa.
"O deputado Dison Lisboa foi condenado a pena de cinco anos por crimes de responsabilidade, condenação esta confirmada pelo TJRN, depois tentou sem sucesso a redução da pena e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou o envio dos autos ao Tribunal de origem para providências quanto ao início da execução. Contra a decisão do STJ, o deputado impetrou habeas corpus perante o Supremo Tribunal Federal (STF) requerendo liminar para suspensão dos efeitos da decisão, o que foi indeferido", informou o MP através de nota à imprensa.
Ainda de acordo com o MPRN, o entendimento do STF é sobre a possibilidade de execução provisória de condenação proferida em grau de apelação. "O TJRN, em despacho do desembargador Glauber Rêgo, remeteu os autos do processo ao Juízo local de Goianinha, confirmando ser na instância de origem que deve ser expedida a guia de execução penal provisória e observadas as formalidades necessárias a execução provisória da pena. O desembargador deixa claro que o Juízo local deve dar cumprimento a decisão do STJ", completa a nota do Ministério Público.

O MPRN alerta, ainda, que pedido de suspensão do início da execução juntado aos autos pela defesa do deputado se cuida de tentativa de burla a decisão do STF, que negou suspensão da execução provisória determinada pelo STJ.
“Utilizou-se o réu de joguete jurídico visando impedir a atuação desta magistrada no cumprimento de decisão de Tribunal Superior, misturando institutos jurídicos diversos, ao fim de que este juízo se encontrasse impossibilitado de dar início à execução provisória da pena”, traz a petição do MPRN.
O G1 entrou em contato com o deputado estadual Dison Lisboa. Ele informou que ainda não tinha conhecimento do requerimento do Ministério Público e que só poderia se pronunciar após se inteirar do assunto.

Fonte: G1
Leia Mais ››

PRF já soma 60 armas apreendidas este ano nas rodovias federais que cortam o RN

Entre as armas apreendidas pela PRF este ano no RN, estão três fuzis (Foto: PF/Divulgação )

De janeiro a 26 de junho deste ano, 60 armas de fogo já foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal nas rodovias federais que cortam o Rio Grande do Norte. Destas, foram 39 revólveres, 15 pistolas, três fuzis e três espingardas. Também foram apreendidos 821 munições de vários calibres.
As apreensões mais recentes aconteceram no final da tarde desta segunda (26) no Km 170 da BR 406, em São Gonçalo do Amarante, município da Grande Natal. A fiscalização foi feita em dois condutores de duas caminhonetes que aparentemente transitavam juntas.
“Após revista minuciosa nos veículos, foram encontrados dois revólveres calibre 38 com cinco munições cada uma. As armas estavam sob os bancos dos motoristas. Depois de questionados, eles alegaram não ter registro nem porte das armas. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão e os homens, um de 39 anos e outro de 60, foram conduzidos à delegacia”, relatou o inspetor Roberto Cabral, do núcleo de comunicação da PRF.
Mandado de prisão
Em uma outra fiscalização, também no final da tarde desta segunda, um jovem de 23 anos que conduzia uma motocicleta CG 150, foi preso na BR-304, em Parnamirim, também na região Metropolitana da capital potiguar.
“Ao ser abordado, constatou-se que havia mandado de prisão em aberto contra o condutor pelo crime de tráfico de drogas”, acrescentou Cabral. O detido foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Após decisão de reintegração de posse ao Estado, Aeroclube do RN pede seis meses para usar área

Terreno do Aeroclube do RN é alvo de disputa judicial com o Governo do Estado (Foto: Aeroclube do RN/Divulgação)

A diretoria do Aeroclube do Rio Grande do Norte pediu ao governo do estado um prazo de seis meses para continuar usando a área onde o clube está instalado há 89 anos, no bairro Tirol, zona Leste de Natal. A solicitação foi feita durante reunião ocorrida nesta segunda-feira (26).
A posse do terreno é alvo de disputa judicial entre o clube e o Estado desde 2004. A decisão mais recente determinou a reintegração de posse ao governo, semana passada. As atividades do Aeroclube estão suspensas e apenas as aulas de tênis e beachtenis continuam no espaço.
Segundo o diretor patrimonial do Aeroclube, Ivis Giorgio, o pedido é que o governo ceda o espaço, gratuitamente ou cobrando aluguel, até dezembro. As condições ainda seriam discutidas.
O Estado ainda não deu resposta à solicitação. A intensão do poder público é transferir para o local a estrutura da Secretaria de Esportes e Lazer e parte da Secretaria de Educação.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Piloto de avião interceptado com cocaína disse ter decolado de fazenda dos Maggi

Avião carregado de cocaína interceptado pela FAB (Foto: PMGO/Divulgação)

O piloto do avião bimotor interceptado pela Força Aérea Brasileira (FAB) no domingo (25) com 500 quilos de cocaína disse à defesa aérea que decolou da fazenda Itamarati Norte, no município de Campo Novo de Parecis (MT). A informação foi dada por meio de nota pelo Centro de Comunicação Social da Aeronáutica.
A propriedade rural é arrendada pela empresa Amaggi, de propriedade da família do ministro da Agricultura, Blairo Maggi.
Ao G1, a assessoria do ministro afirmou que está elaborando uma nota para esclarecer o assunto, que não tinha sido divulgada até a última atualização desta reportagem.
Em nota, a empresa Amaggi disse que "não tem qualquer ligação" com a aeronave interceptada pela FAB e "não emitiu autorização para pouso/decolagem da mesma em qualquer uma de suas pistas" (leia a íntegra da nota ao final desta reportagem).
Na página do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião bimotor matrícula PT-IIJ, interceptado pelo FAB, está registrado em nome de Jeison Moreira Souza. O piloto da aeronave não foi identificado.
Inicialmente, a FAB havia afirmado, por meio de nota, que o bimotor havia decolado da fazenda Itamarati Norte com destino a Santo Antonio Leverger, também no Mato Grosso. Na tarde desta segunda-feira (26), a assessoria da Aeronáutica divulgoi novo comunicado para esclarecer o ponto de origem.

Na nota desta segunda, a FAB destacou que as informações sobre o local da decolagem da aeronave haviam sido fornecidas "pelo próprio piloto durante a aplicação das medidas de policiamento do espaço aéreo".
"A confirmação do local exato da decolagem fará parte da investigação conduzida pela autoridade policial", diz trecho do novo comunicado.
Na primeira versão da nota, a Força Aérea relatou que, às 13h17 deste domingo, o piloto de defesa aérea do A-29 Super Tucano identificou a aeronave suspeita e, seguindo o protocolo de policiamento aéreo, fez perguntas, por meio do radio, ao piloto do avião bimotor.
Na sequência, disse a FAB, o militar determinou que o piloto do bimotor mudasse de rota e pousasse no aeródromo de Aragarças, em Goiás.
Inicialmente, diz trecho da nota, o piloto da aeronave demonstrou que iria cumprir a ordem do militar, porém, na hora de pousar ele arremeteu e não respondeu mais às advertência da defesa aérea.
Seguindo o protocolo, o piloto da FAB deu um tiro de aviso que, conforme a Aeronáutica, é uma medida de persuasão para forçar o piloto da aeronave "considerada hostil" a cumprir as determinações da defesa aérea.
A Força Aérea disse no comunicado que, mesmo com o tiro de aviso, o avião interceptado não voltou a responder aos contatos do militar e pousou na zona rural do município de Jussara, no interior de Goiás.
Um helicóptero da Polícia Militar goiana foi acionado para fazer buscas no local do pouso. De acordo com a FAB, o bimotor será removido para o quartel da PM em Jussara. Já a droga apreendida, ressaltou a Aeronáutica, será encaminhada para a superintendência da Polícia Federal, em Goiânia.
Segundo o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, a ação que interceptou o avião faz parte da Operação Ostium, que tem o objetivo de coibir ilícitos transfronteiriços. Além da FAB, atuam nesta operação a Polícia Federal e órgãos de segurança pública.

Avião carregado de cocaína interceptado pela FAB (Foto: PMGO/Divulgação)
Avião com 500 kg de cocaína é interceptado em Jussara, Goiás (Foto: Divulgação/PM)

Notas da Amaggi
Leia abaixo a íntegra da nota divulgada pela Amaggi:
Nota à Imprensa | Operação “Ostium”
Cuiabá, 26 de junho de 2017
A respeito das informações divulgadas pela Força Aérea Brasileira (FAB) no último domingo (25) dando conta da interceptação de uma aeronave carregada de entorpecentes que teria decolado de uma pista localizada na fazenda Itamarati, arrendada pela AMAGGI, a companhia vem a público informar que:
a) Tomou conhecimento do caso por meio da imprensa e aguarda o desenrolar das investigações sobre a propriedade da aeronave e as circunstâncias exatas em que ela - conforme afirma a FAB - teria pousado na Fazenda Itamarati e decolado a partir de uma de suas pistas;
b) A empresa não tem qualquer ligação com a aeronave descrita pela FAB e não emitiu autorização para pouso/decolagem da mesma em qualquer uma de suas pistas;
c) Localizada em Campo Novo do Parecis, a parte arrendada pela AMAGGI na Fazenda Itamarati conta com 11 pistas autorizadas para pouso eventual (apropriadas para a operação de aviões agrícolas, o que não demanda vigilância permanente) localizadas em pontos esparsos de 54,3 mil hectares de extensão;
d) A região de Campo Novo do Parecis tem sido vulnerável à ação de grupos do tráfico internacional de drogas, dada a sua proximidade com a fronteira do Estado de Mato Grosso com a Bolívia;

e) Tal vulnerabilidade acomete também as fazendas localizadas na região. Em abril deste ano a AMAGGI chegou a prestar apoio a uma operação da Polícia Federal (PF), quando a mesma foi informada de que uma aeronave clandestina pousaria com cerca de 400 kg de entorpecentes (conforme noticiado à época) em uma das pistas auxiliares da fazenda. Na ocasião, a PF realizou ação de interceptação com total apoio da AMAGGI, a qual resultou bem-sucedida.
A AMAGGI se coloca à disposição das autoridades para prestar todo apoio possível às investigações do caso.
Esclarecimento FAB
Leia abaixo a íntegra da nota divulgada pela FAB:
NOTA OFICIAL
FAB esclarece sobre decolagem de aeronave interceptada PT-IIJ
O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica esclarece que as informações sobre o local de decolagem da aeronave, matrícula PT-IIJ, interceptada no domingo (25/06), foram fornecidas pelo próprio piloto durante a aplicação das medidas de policiamento do espaço aéreo. A confirmação do local exato da decolagem fará parte da investigação conduzida pela autoridade policial.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Temer convoca aliados ao Planalto após ser denunciado e discute reação

o presidente Michel Temer (Foto: Reuters/Adriano Machado)

A pós ser denunciado pela Procuradoria-Geral da República, o presidente Michel Temer convocou na noite desta segunda-feira (26) ao Palácio do Planalto ministros e aliados para discutir uma reação política. No dia em que se tornou o primeiro presidente da República em atividade denunciado por crime comum, Temer ficou 12 horas na sede do Executivo federal. Ele deixou o gabinete por volta das 23h15.
Segundo a colunista do G1 Andréia Sadi, Temer também chamou ao Planalto na noite desta segunda o marqueteiro Elsinho Mouco, que tem comandando as últimas campanhas do PMDB. Mouco participou das discussões de estratégias de enfrentamento a Janot após a apresentação da denúncia na qual os aliados do presidente decidiram adotar como linha de discurso "cobrar provas" de Janot.
Procurado pela colunista, o marqueteiro do PMDB confirmou o encontro com Temer na noite desta segunda e disse que o presidente questionará detalhes da denúncia. Elsinho Mouro afirmou ao Blog que a denúncia da Procuradoria Geral da República é uma "peça de ficção".
"Vamos para o enfrentamento. O presidente avalia se vai falar em entrevista, como será. Mas o tom está definido: vamos perguntar sobre as provas, vamos questionar Janot", disse Mouco ao Blog.
O presidente foi denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pelo crime de corrupção passiva com base nas delações de executivos do grupo J&F, dono do frigorífico JBS.
Além da condenação, o chefe do Ministério Público Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a perda do mandato de Temer, "principalmente por ter agido com violação de seus deveres para com o Estado e a sociedade".
A reunião no Planalto
Após a denúncia ser entregue ao Supremo, Temer recebeu no Palácio do Planalto os ministros Grace Mendonça (Advocacia-Geral da União), Moreira Franco (Secretaria-Geral), Eliseu Padilha (Casa Civil), Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Torquato Jardim (Justiça).
Também estiveram no gabinete do presidente os líderes do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), e na Câmara, deputado André Moura (PSC-SE), além do líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (PMDB-SP). Ninguém falou com a imprensa.
Para esta terça, a agenda de Temer, divulgada pela Secretaria de Comunicação Social, prevê somente despachos internos. O presidente ainda não comentou a denúncia apresentada pela PGR.
O dia do presidente
Mesmo com a expectativa no mundo político de que a denúncia seria oferecida nesta segunda, o presidente tentou imprimir um ritmo normal de trabalho no Palácio do Planalto, com eventos durante o dia.
Pela manhã, por exemplo, Temer participou da cerimônia na qual sancionou a lei que autoriza a cobrança de preço diferente conforme o meio de pagamento. Na ocasião, ele afirmou que não há "plano B" para as ações do governo e acrescentou, sem entrar em detalhes: "Nada nos destruirá, nem a mim nem a nossos ministros".
No discurso, ele cometeu uma gafe e, ao se referir a empresários russos, os chamou de empresários "soviéticos". A União Soviética acabou em 1991 e os países se tornaram independentes.
À tarde, Temer participou de outra solenidade, na qual recebeu as chamadas cartas credenciais de 13 novos embaixadores no Brasil. Ele não fez discurso, mas, ao final, questionado sobre a proposta do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso de que aceite abreviar o mandato, Temer disse: "Olha o sorriso".

Fonte: G1
Leia Mais ››