Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

Loading ...

sábado, julho 15, 2017

Ex-presidiário é morto a tiros na cidade de Alto do Rodrigues.

ImagemA cidade de Alto do Rodrigues no interior do Rio Grande do Norte registrou na madrugada de hoje, 15 de julho, mais uma morte violenta provocada por disparos de arma de fogo.

Segundo informações, o crime aconteceu por volta 3 horas e 40 minutos da madrugada, na Avenida Ângelo Varela, no Posto salinas II e teria sido praticado por dois elementos.

Charles Dênis Pereira de Brito, tinha 31 anos de idade, era natural da cidade de Pendencias, com passagens e um histórico de fugas, da Penitenciaria Maria Negócio de Mossoró.

A policia ainda não tem informações sobre a motivação e os possiveis acusados pelo crime.

Fonte: O Câmera
Leia Mais ››

Grupo Tático Operacional apreende arma de fogo em Baraúna

ImagemNo fim da tarde desta sexta (14) policiais militares do Grupo Tático Operacional do 2ºBPM realizavam uma operação de saturação nas proximidades da Rua da Vara, em Baraúna, quando perceberam um indivíduo em atitude suspeita.

Ao avistar a guarnição o suspeito empreendeu fuga, adentrando num matagal e abandonando um revólver calibre 38 com a numeração raspada. A arma foi apreendida e encaminhada para procedimento na polícia civil.

O aumento do policiamento no município através do 2º Batalhão de Polícia Militar tem buscado aumentar o patrulhamento com abordagens e propiciar maior sensação de segurança à população.

Fonte: O Câmera
Leia Mais ››

[VÍDEO] PEDÓFILO É PRESO APÓS SE MASTURBAR PARA CRIANÇA DE TRÊS ANOS DENTRO DE BANHEIRO DE IGREJA DO RN


A Polícia Militar prendeu e conduziu para a Delegacia de Plantão da Zona Sul, na noite da quinta-feira (13), Júnior Paulino da Silva, 44 anos, em Nova Parnamirim. Ele foi detido por populares após ter sido pego flagrado dentro de um banheiro de uma igreja se masturbando para uma criança de três anos. 
Segundo a Polícia, os pais da criança são pastores de uma igreja e estavam no culto quando sentiram falta da criança. Ao procurarem, localizaram a criança no banheiro com Júnior Paulino.
Júnior Paulino já possui passagem pela polícia, ele foi condenado a 8 anos de prisão por um estupro cometido contra uma criança no município de Vila Flor, no ano de 2004. Ele estava solto desde o último mês de janeiro. 
Júnior Paulino foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável e encaminhado para o sistema prisional.


Fonte: Passando na Hora
Leia Mais ››

Polícia registra atentado a tiros com duas pessoas feridas em Mossoró

A Polícia Militar registrou um atentado a tiros, no final da noite desta saexta feira 14 de junho, em Mossoró no Oeste do Rio Grande do Norte.

De acordo com registros da PM, Ítalo Magno de Souza Lima de 33 anos de idade e Frank Raniele de Lima de 37 anos, estavam em um espetinho nas proximidades no HRTM no bairro Aeroporto, quando sofreram o atentado por três desconhecidos, que chegaram em duas motos a atiraram contra eles.

Os dois foram atingidos pelos disparos  e socorridos para o Hospital Regional Tarcísio Maia. Segundo informações, Ítalo Magno foi ferido nas pernas e Frank Raniele alvejado na região do abdômem.

Ainda não há informações sobre a motivação do atentado e se as duas vítimas eram mesmo alvos dos atiradores. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

Caminhão capota e mata dois homens na RN-160, na Grande Natal

Segundo a Polícia Militar, o caminhão virou ao tentar fazer uma curva em alta velocidade (Foto: Divulgação/PM)

Dois homens morreram presos às ferragens de um caminhão que capotou na noite desta sexta-feira (14) na RN-160, trecho entre as cidades de Macaíba e São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. O veículo estava carregado de material reciclável.
Segundo a Polícia Militar, o caminhão, um Ford Cargo de cor branca, virou ao tentar fazer uma curva em alta velocidade.
As vítimas, de acordo com o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), foram identificadas como Jairo Felipe da Silva, de 36 anos, e José Clenildo Patrício do Nascimento, de 38.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Polícia técnica do RN passa a emitir atestado de antecedentes criminais pela internet

Sede do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte, em Natal (Foto: Divulgação/Itep)O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep) anunciou que vai passar a emitir o atestado de antecedentes criminais pela internet. O serviço, que é gratuito, deve começar a ser oferecido na segunda-feira, dia 17.
Atualmente, para retirar o documento, o usuário precisa se deslocar ao instituto para fazer a solicitação e retirada.
Segundo o diretor do Instituto de Identificação, Josebias Ferreira, a partir da segunda-feira “as pessoas não irão precisar mais ir ao Itep para retirar o documento, basta fazer a solicitação no site oficial do órgão e aguardar a liberação de emissão”, ressaltou.
Quatro dias úteis
Apesar de o documento ser emitido pela internet, o Itep terá um prazo de até 4 dias úteis para realizar as buscas no arquivo e posteriormente liberar a emissão do documento.
Para emitir o atestado de antecedentes criminais, será necessário acessar o site oficial do Itep (clique AQUI) e depois clicar na aba ‘serviços’. Em seguida, é só buscar o link para a emissão do documento.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Suspeito morre e integrantes de facções são presos no RN durante operações do MP e da PM

Material explosivo e roupas camufladas foram encontradas durante operação em São Gonçalo do Amarante. (Foto: Divulgação / PM)O Ministério Público e a Polícia Militar realizaram três operações de combate ao crime organizado, nesta sexta-feira (14), na Grande Natal. Elas resultaram em um suspeito morto em
Leia Mais ››

Bombeiro suspeito de alugar casas para quadrilha que atacava carros-fortes se apresenta à polícia

Fuzis foram encontrados em uma casa na praia de Búzios, no RN. Segundo a Polícia Civil, casa foi alugada pelo bombeiro. (Foto: Divulgação / PM)

Um soldado do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte, considerado suspeito de integrar uma quadrilha responsável por explosões de bancos e ataque a carros-fortes, se apresentou no final da tarde desta sexta-feira (14). De acordo com a Polícia Civil, o militar seria responsável por alugar duas casas para criminosos. Em uma delas, a PM encontrou um arsenal e material explosivo.
O soldado foi até o comando do Corpo de Bombeiros e, em seguida, conduzido para a Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado. Pela manhã, o delegado Odilon Teodósio, titular da Deicor, havia dito que: "Já está apurado e comprovado que o bombeiro locou dois imóveis e está sendo procurado em situação de flagrante”.
A reportagem tenta contato com o delegado, mas até esta publicação não foi atendida. Em um dos imóveis alugados pelo bombeiro, de acordo com a polícia, foram apreendidas armas de grosso calibre, como fuzis, espingardas e até mesmo granadas. A casa fica na praia de Búzios, em Nísia Floresta, litoral Sul potiguar.
A Polícia Civil confirmou que o local servia de base para a mesma quadrilha que tentou assaltar o carro forte em Nova Parnamirim nesta quinta-feira (13), que terminou com uma refém e um criminoso mortos. O grupo criminoso também teria participado do assalto ao carro-forte em São Pedro, na terça-feira (11).
Ainda segundo a Polícia Civil, uma outra célula da quadrilha também é investigada pelo roubo aos malotes do carro-forte no shopping Midway, que aconteceu no começo de junho.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Operação conjunta entre os Fiscos do RN e PB apreende 595 mil maços de cigarro

A Secretaria de Estado da Tributação (SET) e Secretaria de Estado da Receita da Paraíba (SER-PB) realizaram, esta semana, uma operação conjunta com a finalidade de apreender mercadorias que transitam pelos dois estados sem documentação fiscal ou em situação irregular. Este trabalho resultou na apreensão de uma carreta transportando, irregularmente, 595 mil maços de cigarros de fabricação nacional sem documentação fiscal.

O resultado desta operação é fruto da integração na fiscalização e monitoramento do trânsito de mercadorias, dos estados do RN e PB.

As ações de fiscalização integradas resultam em um ambiente de negócios isonômico, protegendo os contribuintes do RN e PB, que cumprem regularmente suas obrigações tributárias, contra a concorrência desleal na comercialização de mercadorias, coibindo o não recolhimento dos tributos devidos, o que reflete negativamente na implementação das políticas públicas voltadas para a população, nas áreas de saúde, segurança e educação.

De acordo com a equipe da SET-RN que participou da operação, através da Subcoordenadoria de Fiscalização de Mercadorias em Trânsito (Sumati), tem sido privilegiado a intensificação de ações conjuntas entre a SET/RN, os Fisco de outros Estados e órgão de Segurança Pública.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Estado busca apoio do Ministério da Justiça para reforçar ações no sistema penitenciário

O Governo do Estado deu prosseguimento nesta sexta-feira, 14, à série de reuniões com prefeitos municipais para tratar da regulação do sistema de saneamento básico no Rio Grande do Norte.Desta vez a proposta foi apresentada aos prefeitos dos municípios da região do Alto Oeste. No último dia 3, a reunião aconteceu com prefeitos do Seridó.

O governador Robinson Faria abriu a reunião e destacou que a administração estadual está dialogando com os municípios para orientá-los sobre a implantação do saneamento básico que inclui drenagem urbana, esgotamento sanitário, abastecimento e gestão de resíduos sólidos. “A Lei Federal dispõe sobre a implantação dos sistemas de saneamento, que é de fundamental importância para as cidades e para a saúde pública. O nosso Governo é parceiro dos municípios e vai dar todo apoio técnico através da Caern e da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos”, afirmou Robinson Faria.

O secretário adjunto da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – Semarh, Mairton França explica que o Governo do Estado criou um grupo de trabalho para discutir detalhes do termo de referência para contratação de empresa que vai revisar e atualizar o Plano Estadual de Saneamento Básico, instituído através da Lei 8.485, de 2004. “É por meio desse plano que o Estado apoia e orienta os municípios. Mas é importante frisar que a competência para implantar e operacionalizar o saneamento básico é do Poder Público Municipal”, enfatizou França.

A elaboração do Plano Municipal de Saneamento deve garantir a participação social e ser feita em consonância com o plano diretor, o PPA, planos de bacias hidrográficas e legislações sobre o setor. O Plano também deve conter diagnósticos, metas a curto e longo prazo, programas, projetos, O Governo do Estado garantiu, em Brasília, junto ao Governo Federal, renovação da permanência da força de intervenção penitenciária no RN. A fim de tratar desta e de outras reivindicações, a secretária-Chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, e o Secretário Estadual de Justiça e Cidadania, Mauro Albuquerque, participaram de audiência com o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim, nesta quinta-feira (13).

A reunião teve como principal objetivo garantir a renovação da portaria da força-tarefa de intervenção penitenciária do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN) e a convocação de agentes penitenciários de outros estados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), para continuidade das ações na Penitenciária Estadual de Alcaçuz.

Segundo o Secretário de Justiça Estadual, há interesse do Governo Federal em manter a força no Estado. “A audiência foi bastante exitosa e houve uma sinalização de que a força de intervenção será mantida no Estado até concluirmos a convocação dos novos agentes penitenciários”, disse.

Acompanhados pelo General Araújo Lima, presidente da comissão de elaboração do Plano Diretor do Sistema Penitenciário do RN, a secretária-Chefe aproveitou a ocasião para convidar o Ministro, em nome do Governador Robinson Faria, a participar do lançamento do Plano Diretor.

“O plano diretor do sistema prisional é um marco para a história do RN. O Governador Robinson Faria se empenhou pessoalmente para garantir sua realização e sem dúvida ele será um divisor de águas, no que diz respeito à organização, planejamento e estratégia do Sistema”, afirmou a chefe do Gabinete Civil.

Ainda no Ministério da Justiça, os secretários do Governo do RN estiveram em reunião com o Secretário Nacional de Segurança Pública (SENASP), General Santos Cruz, e o Diretor Geral do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), Coronel Severo.

Conselho Nacional

Durante o dia, o Secretário de Justiça, Mauro Albuquerque, participou ainda de reunião do Conselho Nacional de Secretários de Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (CONSEJ). “Para os estados houve um relevante avanço do ministério ao reconhecer a necessidade de se criar uma força de intervenção penitenciária permanente e ações integradas aos estados”, acentuou Mauro.

Em sua fala, o ministro Torquato Jardim ressaltou que os estados têm a primeira competência local em segurança pública e é essencial que todos os órgãos estejam agrupados a um sistema integrado.

“Essas medidas são importantes para que tenhamos então a capacidade operacional, entre União e estado, e eventualmente União, estado e município, e chegarmos onde temos de chegar, com a velocidade necessária à repressão do crime”, formulou. Na sua análise, a integração deverá resultar na otimização da atuação de todos.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Governo reúne 20 prefeitos do Alto Oeste para orientar sobre saneamento básico


O Governo do Estado deu prosseguimento nesta sexta-feira, 14, à série de reuniões com prefeitos municipais para tratar da regulação do sistema de saneamento básico no Rio Grande do Norte.Desta vez a proposta foi apresentada aos prefeitos dos municípios da região do Alto Oeste. No último dia 3, a reunião aconteceu com prefeitos do Seridó.

O governador Robinson Faria abriu a reunião e destacou que a administração estadual está dialogando com os municípios para orientá-los sobre a implantação do saneamento básico que inclui drenagem urbana, esgotamento sanitário, abastecimento e gestão de resíduos sólidos. “A Lei Federal dispõe sobre a implantação dos sistemas de saneamento, que é de fundamental importância para as cidades e para a saúde pública. O nosso Governo é parceiro dos municípios e vai dar todo apoio técnico através da Caern e da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos”, afirmou Robinson Faria.

O secretário adjunto da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – Semarh, Mairton França explica que o Governo do Estado criou um grupo de trabalho para discutir detalhes do termo de referência para contratação de empresa que vai revisar e atualizar o Plano Estadual de Saneamento Básico, instituído através da Lei 8.485, de 2004. “É por meio desse plano que o Estado apoia e orienta os municípios. Mas é importante frisar que a competência para implantar e operacionalizar o saneamento básico é do Poder Público Municipal”, enfatizou França.

A elaboração do Plano Municipal de Saneamento deve garantir a participação social e ser feita em consonância com o plano diretor, o PPA, planos de bacias hidrográficas e legislações sobre o setor. O Plano também deve conter diagnósticos, metas a curto e longo prazo, programas, projetos, ações emergenciais que resultem na melhoria da qualidade da água e dos índices de saúde pública.

A prefeita do município de Olho d’Água dos Borges, Maria HelenaLeite de Queiroga, disse que o apoio do Estado é muito importante por que os municípios enfrentam dificuldades para implantar o saneamento. “No meu município as obras de saneamento foraminiciadas, mas estão paralisadas há quatro anos. Agora, com esse apoio que o Governo nos dá vamos trabalhar para retomar as obras e concluí-las”, afirmou Maria Helena.

Prefeitos e representantes de 20 municípios compareceram à reunião, no auditório da Governadoria em Natal: Venha Ver, Caraúbas, Elói de Souza, Rafael Godeiro, Major Sales, Riacho da Cruz, Umarizal, Coronel João Pessoa, São Francisco do Oeste, Luiz Gomes, Felipe Guerra, João Dias, Taboleiro Grande, Severiano Melo, Janduís, Campo Grande, Lucrécia, Tenente Ananias e o vice-prefeito de José da Penha. O prefeito de Marcelino Vieira enviou representante.

À reunião também compareceram representantes do Governo como os secretários da Semarh, Ivan Junior, do Gabinete Civil, Tatiana Cunha Mendes, das Relações Institucionais, Getúlio Ribeiro, da Comunicação Social, Juliska Azevedo, o diretor-presidente do Igarn, Josivan Moreno, o diretor comercial e financeiro da Caern, Hanna Safieh e a diretora da Agência Reguladora de Serviços Públicos – Arsep, Clélia de Souza. A promotora de Justiça em Natal, Iadia Pinheiro substituiu a coordenadora das promotorias do Meio Ambiente do Ministério Público estadual, Mariana Barbalho. O Tribunal de Contas do Estadofoi representado por Suzana Ismael.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Lei dará segurança jurídica a incentivos fiscais para empreendimentos no RN


Na última quarta-feira, 12, o Senado Federal aprovou o projeto de Lei que vai à sanção do presidente Michel Temer, o que legaliza e prorroga por 15 anos os incentivos fiscais concedidos pelos estados para atração de investimentos da iniciativa privada, o que segundo o secretário estadual de Tributação, André Horta, equipara os estados do Norte e Nordeste na captação de empresas e indústrias com os estados do Centro-Sul do país.

“Foi postulada essa tese de manutenção como está hoje e vencemos no Confaz e tivemos aprovação no Congresso Nacional, garantindo a subvenção de tributos para a atração de investimentos na base de arrecadação da Receita. A Lei garantirá equidade de condições entre os estados, é uma vitória que deixa o Rio Grande do Norte muito satisfeito”, defendeu Horta, que preside o Conselho Nacional de Secretários da Fazenda (Consefaz) e é secretário do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

Após a sanção pelo presidente Michel Temer, o Confaz terá 180 dias para aprovar o convênio ICMS e dar aplicação à legalização dos incentivos tributários. “Vamos trabalhar para exigir a regulamentação dentro do prazo estipulado e dar segurança jurídica a todos os empreendimentos, deixando definitivamente regularizados, para que não haja uma competição desregrada como temos hoje”, definiu Horta.

O projeto, que possibilita a anistia aos incentivos concedidos até hoje, permite aos Estados manter intactos por até 15 anos a redução de impostos concedida para atrair indústrias e empresas de agropecuária e infraestrutura rodoviária, aquaviária, ferroviária, portuária, aeroportuária e de transporte urbano.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Governo agora fala em votar denúncia só em setembro

O presidente da República, Michel TemerCom dificuldades na mobilização de quórum suficiente para votar na Câmara a denúncia por corrupção passiva, o presidente Michel Temer já admite a possibilidade de postergar a decisão para setembro.

Contas de líderes governistas indicam que o presidente tem pouco mais de 250 deputados a seu favor –menos do que os 342 necessários para que a base aliada consiga sozinha o quórum para começar a deliberar sobre o caso.

Pelas regras, se o Planalto conseguir 172 votos, a denúncia é barrada, mas a votação só é válida se 342 parlamentares registrarem presença na sessão.

Separados, nem a base aliada nem a oposição terão condições de atingir esse número no plenário. O impasse, reconhecem governistas, pode inviabilizar a votação da denúncia no retorno do recesso parlamentar, em 2 de agosto, e empurrá-la para o mês seguinte.

A ideia é aproveitar esse cenário aparentemente desfavorável para aguardar uma provável nova denúncia da PGR (Procuradoria-Geral da República) contra o peemedebista, desta vez por obstrução judicial, e votá-la na mesma sessão.

A expectativa é de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresente a nova acusação até o fim de agosto, já que ele deixará o cargo em setembro. Para o governo, uma votação simultânea das duas denúncias reduz as chances de derrota.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou para 2 de agosto a votação em plenário da primeira denúncia –na quinta (13), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) aprovou parecer contra a acusação da PGR.

A avaliação do Palácio do Planalto é de que, diante do quadro de insegurança em relação ao quórum, o melhor é colocar a denúncia em 'banho-maria', na tentativa de esfriar o seu impacto junto à opinião pública.

Na base governista, há inclusive quem defenda que nunca se coloque a denúncia em votação, jogando para a oposição a responsabilidade por enterrá-la.

Nas palavras de um ministro de Temer, o objetivo é "fazê-la morrer e perder relevância política". Com isso, os parlamentares governistas não se sentiriam constrangidos a sair em defesa pública do presidente e enfrentar hostilidade em suas bases eleitorais.

O impasse atual em torno da votação se dá porque os adversários do presidente já anunciaram que não marcarão presença em plenário caso se confirme a perspectiva de vitória do presidente. Para derrotar o peemedebista, é a oposição que precisa juntar 342 votos.

"Sabemos que não temos os 342. Nosso único instrumento é a ausência, que inevitavelmente forçará a renúncia do presidente. Ele não aguentará ficar meses sangrando", diz o deputado Sílvio Costa (PT do B-PE).

O adiamento da votação para setembro, no entanto, é visto com cautela por alguns integrantes da equipe presidencial diante das chances de divulgação do conteúdo de possíveis delações premiadas de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro, o que poderia desgastar ainda mais a imagem do peemedebista, pesando no posicionamento de parlamentares indecisos.

RETALIAÇÃO

O presidente pretende aproveitar esse intervalo para negociar emendas e cargos com deputados da base aliada insatisfeitos com o governo e realizar uma reaproximação com o PSDB, que tem ameaçado deixar sua coalizão.

Temer também vai ter que resolver a situação dos traidores. Os fiéis já pressionam o governo para que quem votou a favor da denúncia perca os cargos que têm na estrutura federal. Essa medida, no entanto, pode provocar uma rebelião em plenário, ameaçando a atual tendência de vitória do presidente.

O governo vai trabalhar na recomposição da base, com prioridade para o fortalecimento dos partidos do centrão que fecharam apoio total a Temer no processo de votação da denúncia.

Em conversas com dirigentes dessas siglas, o presidente já ofereceu cargos que atualmente são ocupados pelo PSDB, em troca de votos para a derrubada da denúncia.

Fonte: Folha de São Paulo
Leia Mais ››

Preocupação do governo é acomodar partidos que mostraram fidelidade

No governo, além de traçar estratégias para a votação da denúncia no plenário, uma das preocupações agora é acomodar os partidos que demonstraram mais fidelidade na votação.
Assim que acabou a votação, os aliados do chamado Centrão (PRB, PP, PSD e PR), que fecharam questão com o governo, correram ao Planalto para cobrar ajuste de contas. Mais espaço no governo. Não acham justo, por exemplo, que o PSDB continue com quatro ministérios. Já há até disputa pelas vagas, especialmente o Ministério das Cidades, ocupado pelo tucano Bruno Araújo.
“Você apoia, você tem ministério, ajuda a governar, e parte da bancada desse partido vota contra o governo e faz discurso contra o governo. Eu acho que tem que diminuir ministério”, disse o deputado Beto Mansur (PRB-SP).
Mas, se depender de Temer, nada muda. Ele sabe que não pode se dar ao luxo de romper com ninguém. Pelo menos, agora. A ordem é tentar converter quem está contra ele e os palacianos vão passar o resto do mês tentando agradar aos insatisfeitos, classificados pelo Planalto como “indecisos”. Por isso mesmo, os articuladores saíram tentando acalmar os ânimos dos que defendem retaliação aos tucanos.
O vice-líder do governo na Câmara, Darcísio Perondi, disse que o presidente Temer conta com o PSDB, que defende as reformas. O governo sabe que ainda conta com votos de parte da bancada do PSDB na Câmara. “O PSDB é o partido das reformas também, ele tem sim discussões internas. Reformar o país, mudar o país, provoca muita discussão entre os deputados e entre os partidos, por isso é um processo. Nós contamos e vamos continuar contando com o PSDB”, disse Perondi.
O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse, em entrevista à Rádio Gaúcha, que a relação do PSDB com o governo será analisada pelo presidente Temer. “Por certo, os partidos que têm maior representatividade dentro do Congresso em favor do governo têm que ter mais consideração do governo. Isso será analisado no devido tempo. Por enquanto, a posição do presidente Michel Temer é pedindo que apoiem as posições do governo, e no devido momento essas posições serão avaliadas”, afirmou.
Mas o PSDB não sabe se fica ou se vai. Falta consenso. O governador de São Paulo diz que trabalha para unir os tucanos. “Eu estou procurando ajudar o PSDB a buscar uma convergência. Há uma divisão no partido, há que se reconhecer isso. Há aqueles que já não querem que haja nenhum ministro no governo e outros que pensam de maneira diferente. Eu sempre defendi que nós não deveríamos sair antes de concluir as reformas”, disse Geraldo Alckmin.
Mas o presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati, insiste em dizer que o partido deve deixar o governo. “Já deveríamos ter saído porque, como eu disse, nós não dependemos de ter ministério para apoiar aquilo que é importante para o país. Como as denúncias são crescentes e não param, acho que a pressão da opinião pública sobre esses ministros faz com que eles comecem a perceber que é melhor para eles, e é melhor para o país, que a gente faça um projeto para o país melhor do que nesse tipo de barganha”, declarou.
Uma nova reunião da executiva do partido deve ser realizada em agosto, mas sem dia definido. Nessa empreitada, Temer se reuniu com os ministros da Agricultura, Blairo Maggi, do Meio Ambiente, Sarney Filho, e o presidente da Frente Parlamentar Agropecuária, Nilson Leitão, para tratar da floresta Jamanxin no Pará.
Depois de vetar um texto que diminuía a área da floresta, o governo cedeu aos ruralistas e mandou, agora, um projeto de lei ao Congresso sobre o tema. O texto prevê um impacto menor na área. Mas, durante a tramitação, podem ser feitas emendas do agrado da bancada ruralista, que é a segunda maior da Câmara.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Governo liberou R$ 134 milhões em emendas a deputados pró-Temer, diz ONG


Levantamento da ONG Contas Abertas aponta que o governo federal liberou em junho R$ 134 milhões em emendas parlamentares a 36 dos 40 deputados que votaram a favor do presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Os deputados que votaram contra o presidente tiveram liberados no mesmo mês R$ 66 milhões em emendas (metade do valor dos pró-Temer).
O Palácio do Planalto declarou que as emendas são uma imposição legal e que o governo só está cumprindo a lei.
Nesta quinta (13), depois de recusar por 40 votos a 25 o relatório do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) que recomendava ao plenário o prosseguimento da denúncia de corrupção passiva da Procuradoria Geral da República contra Temer, a CCJ aprovou por 41 a 24 o relatório alternativo do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomenda a rejeição da denúncia.
Quatro dos deputados que votaram a favor de Temer na CCJ não tiveram emendas parlamentares liberadas em junho: Arthur Lira (PP-AL), Domingos Neto (PSD-CE), Maia Filho (PP-PI) e Elizeu Dionizio (PSDB-MS).
Emendas parlamentares são recursos previstos no Orçamento, cuja aplicação é indicada pelo parlamentar. Esse dinheiro tem de ser obrigatoriamente empregado em projetos e obras nos estados e municípios. A liberação dos recursos é obrigatória, e o governo tem todo o ano para realizar os repasses.
De acordo com o secretário-geral da ONG, Gil Castello Branco, os R$ 134 milhões liberados em junho representam um valor “absolutamente atípico para o período”.
“Isso não é uma ilegalidade", disse Castello Branco, mas, segundo ele, neste ano o governo concentrou um grande volume de recursos no mês de junho. Antes, afirmou, "não tinha sido empenhado praticamente nada”.
Para efeito de comparação, entre janeiro e maio, o governo liberou, ao todo, pouco mais de R$ 102 milhões a todos os parlamentares. Somente em junho, foram R$ 2,02 bilhões, empenhados para parlamentares de 27 partidos e bancadas estaduais. O partido de Temer, o PMDB, recebeu R$ 284,2 milhões.

Nos seis primeiros dias de julho, segundo o levantamento da ONG, as emendas liberadas somaram R$ 94.526.548,82, mais do que em qualquer um dos cinco primeiros meses do ano.
“Essa é a expressão em números de que o governo deixa essas liberações às vésperas de votações importantes na tentativa de obter os votos”, declarou Castello Branco.
Deputados com mais emendas liberadas
Os dados aferidos pela organização mostram que o deputado pró-Temer que teve o maior valor em emendas liberado em junho (R$ 5,1 milhões) foi Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG).
Ligado ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) e à ala do partido que defende a permanência da legenda no governo, Abi Ackel foi o responsável por elaborar um segundo parecer, aprovado na comissão, que recomendou a rejeição da denúncia contra Temer.
Partidos de oposição atribuem a vitória do governo na CCJ a dois principais motivos: o troca-troca de integrantes promovido por líderes da base aliada, que garantiu maioria de votos ao governo, e a liberação de emendas parlamentares.
Além de Abi-Ackel, outros parlamentares ligados à "tropa de choque" do Palácio do Planalto figuram na lista de maiores beneficiários das emendas liberadas pelo governo.
Depois do tucano, os dois deputados que mais receberam verbas foram Carlos Marun (PMDB-MS) e um dos vice-líderes do governo na Casa, Beto Mansur (PRB-SP).
De acordo com o levantamento, os dois receberam R$ 5 milhões cada. Os parlamentares foram dois dos principais defensores de Temer nos últimos dias.
Dentre os deputados que votaram contra Temer, os que obtiveram os maior valores em emendas liberadas foram Marcos Rogério, do DEM-RO (R$ 5,3 milhões), e Silvio Torres, do PSDB-SP (R$ 5,1 milhões).
Valores por deputado
Pró-Temer
Veja abaixo o valor que cada um dos 40 deputados que votaram a favor de Temer na CCJ teve liberado em emendas parlamentares no mês de junho:
Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG): R$ 5.129.450,00
Beto Mansur (PRB-SP): R$ 5.066.750,00
Carlos Marun (PMDB-MS): R$ 5.000.000,00
Nelson Marquezelli (PTB-SP): R$ 4.981.530,00
Antonio Bulhões(PRB-SP): R$ 4.962.800,00
Cristiane Brasil (PTB-RJ): R$ 4.958.100,00
Genecias Noronha (SD-CE): R$ 4.957.200,00
Evandro Gussi (PV-SP): R$ 4.811.100,00
Fausto Pinato (PP-SP): R$ 4.727.600,00
Carlos Bezerra (PMDB-MT): R$ 4.700.000,00
André Moura (PSC-SE): R$ 4.640.260,55
Bilac Pinto (PR-MG): R$ 4.570.468,78
Paes Landim (PTB-PI): R$ 4.542.143,75
Danilo Forte (PSB-CE): R$ 4.310.000,00
Darcísio Perondi (PMDB-RS): R$ 4.270.267,80
Carlos Melles (DEM-MG): R$ 4.071.261,54
Juscelino Filho (DEM-MA): R$ 3.971.860,00
Marcelo Aro (PHS-MG): R$ 3.952.950,00
Toninho Pinheiro (PP-MG): R$ 3.942.522,60
Milton Monti (PR-SP): R$ 3.939.959,55
Hildo Rocha (PMDB-MA): R$ 3.845.000,00
Magda Mofatto (PR-GO): R$ 3.757.070,00
Evandro Roman (PSD-PR): R$ 3.691.987,17
Thiago Peixoto (PSD-GO): R$ 3.514.411,54
Alceu Moreira (PMDB-RS): R$ 3.511.425,10
Paulo Maluf (PP-SP): R$ 3.402.700,00
Delegado Éder Mauro (PSD-PA): R$ 3.260.564,52
Edio Lopes (PR-RR): R$ 3.250.000,00
Luiz Fernando Faria (PP-MG): R$ 2.550.000,00
Cleber Verde (PRB-MA): R$ 2.487.300,00
José carlos Aleluia (DEM-BA): R$ 2.474.568,92
Laerte Bessa (PR-DF): R$ 2.180.700,00
Daniel Vilela (PMDB-GO): R$ 1.798.183,40
Ronaldo Fonseca (PROS-DF): R$ 1.521.660,00
Rogério Rosso (PSD-DF): R$ 438.845,00
Fabio Garcia (PSB-MT): R$ 300.000,00
Arthur Lira (PP-AL): R$ 0,00
Domingos Neto (PSD-CE): R$ 0,00
Maia Filho (PP-PI): R$ 0,00
Elizeu Dionísio (PSDB-MS): R$ 0,00

Contra Temer

Veja abaixo o valor que cada um dos 25 deputados que votaram contra Temer na CCJ teve liberado em emendas parlamentares no mês de junho:

Marcos Rogério (DEM-RO): R$ 5.359.750,00
Silvio Torres (PSDB-SP): R$ 5.171.200,00
Marco Maia (PT-RS): R$ 4.870.032,71
José Mentor (PT-SP): R$ 4.681.700,00
Rubens Bueno (PPS-PR): R$ 4.453.300,00
Júlio Delgado (PSB-MG): R$ 4.440.824,79
Pompeo de Mattos (PDT-RS): R$ 4.311.474,78
Renata Abreu (PODE-SP): R$ 4.104.450,00
Afonso Motta (PDT-RS): R$ 4.005.118,78
Laercio Oliveira (SD-SE): R$ 3.642.737,72
Jutahy Junior (PSDB-BA): R$ 3.553.400,00
Tadeu Alencar (PSB-PE): R$ 3.402.250,00
Rocha (PSDB-AC): R$ 2.937.600,00
Maria do Rosário (PT-RS): R$ 2.247.880,00
Valmir Prascidelli (PT-SP): R$ 2.225.100,00
Paulo Teixeira (PT-SP): R$ 1.937.550,00
Fábio Sousa (PSDB-GO): R$ 1.869.300,00
Betinho Gomes (PSDB-PE): R$ 1.000.000,00
Rubens Pereira Júnior (PCdoB): R$ 503.414,62
Chico Alencar (PSOL-RJ): R$ 477.034,81
Luiz Couto (PT-PB): R$ 400.000,00
Patrus Ananias (PT-MG): R$ 341.918,90
Wadih Damous (PT-RJ): R$ 0,00
Alessandro Molon (Rede-RJ): R$ 0,00
Sergio Zveiter (PMDB-RJ): R$ 0,00

Fonte: G1
Leia Mais ››

PGR acha contas secretas de operador de Renan


Renan Calheiros (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Os investigadores da Lava Jato, frustrados com as dificuldades em provar a ligação do senador  Renan Calheiros, do PMDB, com a propina nos órgãos públicos que estavam sob influência dele, finalmente tiveram boas notícias. Graças a um acordo com o Panamá, localizaram quatro contas secretas de um dos principais operadores do senador. As contas, segundo as informações já disponíveis, recebiam dinheiro sujo. Não ficam no Panamá.

Fonte: Época
Leia Mais ››

Ceará tem mais de 54 mil casos de chikungunya confirmados em 2017 com 51 mortes

Mosquito Aedes aegypti é o tranmissor da zika, dengue e chikungunya (Foto: AP Photo/LM Otero, File)O Ceará já tem 54.096 casos confirmados de chikungunya em 2017, com 51 mortes. Entre os municípios, Fortaleza concentra o maior número de casos confirmados, com 37.384 ocorrências da doença, número que representa 69,1% do total. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (14), no Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa).
Das mortes registradas, 40 ocorreram na capital e as outras nos municípios de Acopiara (1), Beberibe (2), Caucaia (3), Maranguape (2), Morada Nova (1), Pacajus (1) e Senador Pompeu (1). A doença está presente em 143 dos 184 municípios cearenses. Segundo o boletim, em 101 desses municípios foi registrada ocorrência de mais de 300 casos por 100 mil habitantes o que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), configura situação epidêmica.
Segundo o boletim epidemiológico da Sesa, dos casos confirmados, 66,9% (36.186) concentraram-se nas faixas etárias entre 20 e 59 anos e o sexo feminino foi predominante em todas as faixas etárias à exceção dos menores de um ano e daqueles com idades entre cinco e 14 anos.
“É preciso que as pessoas compreendam que mais de 80% dos mosquitos nascem dentro de nossas casas. Se eu, de uma forma efetiva, conseguir controlar esse meu ambiente doméstico, eu tenho grandes chances de contribuir para o controle do vetor. Com isso, ele vai evitar a proliferação e, consequentemente, a gente vai diminuir a possibilidade ou a extensão da epidemia”, alerta o médico epidemiologista Luciano Pamplona.
Considerando as arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti – dengue, zika e chikungunya – em 2017, a partir de março observa-se predominância da chikungunya, com aumento na confirmação dos casos de forma crescente e significativa, se comparado às demais arboviroses e ao mesmo período no ano de 2016.
O boletim mostra, ainda, que a distribuição dos casos por arboviroses ocorre em todas as faixas etárias, com maior incidência entre adultos jovens e pacientes do sexo feminino. Até a primeira quinzena de julho, a incidência de casos notificados para arboviroses é de 1.828,9 casos por 100 mil habitantes, distribuídos em 98,9% (182) dos municípios, caracterizando um cenário epidêmico no Estado.
Dengue
Em 2017, os casos de dengue somaram 15.236 em 141 dos 184 municípios cearenses. Considerando os csos confirmados da doença, a Secretaria de Saúde identificou 10 municípios com altas incidências da doenças: Acopiara, Alto Santo, Brejo Santo, Farias Brito, Iracema, Quixeramobim, Tabuleiro do Norte, Milagres, Fortaleza e Jaguaribara. Oito pessoas morreram em decorrência da dengue.
Zika
Os casos de zika somaram 415 casos em 2017 no Ceará, dos quais 43 em gestantes. Os municípios do Estado que confirmaram casos em gestantes foram Fortaleza, Brejo Santo

Fonte: G1
Leia Mais ››

Número de diabéticos no Brasil cresce mais de 60% em 10 anos


Reginaldo Duarte da Luz trabalha como representante de laboratório farmacêutico na zona sul do Rio de Janeiro. Mesmo caminhando muito o dia todo, no fim do dia ele troca de roupa e vai correr pelo aterro do Flamengo. Assim ele mantém os 79 quilos, no corpo de 1,81m. Numa noite ele correu 8 km. No total do dia, entre as caminhadas do trabalho e a corrida com os amigos,  quase 16 km. E isso é apenas um aperitivo de começo de semana para ele.
Corrida, para ele, é mais que paixão. É luta pela vida. O corpo atlético de Reginaldo esconde uma doença perigosa: diabetes. O número de diabéticos no Brasil disparou. Cresceu mais de 60% nos últimos dez anos. E o Rio de Janeiro é o campeão da doença.
Oito anos atrás, Reginaldo era um outro homem, bem diferente do que é hoje. Ele era obeso e sedentário. Pesava mais de 115 quilos.
"Quando eu fui fazer uma entrevista, passei num processo seletivo, fui trabalhar numa outra multinacional, eles pediram exame de sangue, um procedimento normal”, conta.
Só que não estava tudo normal. O exame revelou que ele tinha ficado diabético. E ele lembrou o sofrimento que a diabetes causou nas duas avós.
Orientado por médicos e nutricionistas, Reginaldo mudou completamente a alimentação. Na mesa do lanche, só comidas leves. Tem pães, queijo branco, blanquet de peru e muitas frutas.

Fonte: Globo Reporter
Leia Mais ››

Zeca Pagodinho sofre acidente com quadriciclo na Baixada Fluminense

Zeca Pagodinho saiu de casa mais cedo para não se atrasar por causa das manifestações. (Foto: Bruno Albernaz/ G1)
O cantor Zeca Pagodinho sofreu um acidente na noite desta sexta-feira (14). Segundo informações da Polícia Militar, o 15º BPM (Caxias) foi acionado para uma ocorrência de trânsito em Xerém, onde vive Zeca. Os policiais relataram que o cantor estava num quadriciclo quando tentou realizar retorno numa via, perdeu o controle e o veículo tombou.
Zeca teria desmaiado na hora do acidente e o Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer o artista, que foi levado para o Hospital Caxias D'Or. A assessoria do cantor informou que, segundo a equipe médica da unidade de saúde, Zeca está bem e lúcido.
O filho do cantor foi ao hospital e disse que o pai está bem e que, aparentemente, tudo não passou de um susto. Por garantia, os médicos estão realizando uma bateria de exames, que inclui uma tomografia para checar se o artista teve alguma lesão interna.

O cantor Zeca Pagodinho percorre ruas de Xerém, no município de Duque de Caxias, durante período de chuvas (Foto: Cléber Júnior/ Agência O Globo)
O cantor Zeca Pagodinho percorre ruas de Xerém, no município de Duque de Caxias, durante período de chuvas (Foto: Cléber Júnior/ Agência O Globo)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Sistema novo dos bancos promete acabar com golpe do boleto falso

Todos os anos, milhões de brasileiros caem nos mais variados tipos de golpes. O do boleto falso é um dos mais frequentes. Mas os bancos adotaram um sistema novo para combater essas fraudes.

Depois de ser assaltada, Julia gastou tudo o que tinha para comprar um celular novo. Pela internet, que era mais barato. Imprimiu o boleto, pagou e nada. O dinheiro foi parar numa conta em Natal, no Rio Grande do Norte. Ela não percebeu que o boleto era falso.
“Ele mostra todos os detalhes, todas as formas de que um boleto normal seria feito. Não tem como suspeitar de ser engano”, afirma a estudante Julia Utrago.
A Federação Brasileira de Bancos identifica, por ano, 400 milhões de golpes como esse.
O que o fraudador faz é trocar o código de barras e a numeração. O consumidor pode receber um boleto falso pela correspondência ou, se for eletrônico, ele pode ser adulterado por um vírus no momento em que é aberto no computador.
“Você recebe mensagens eletrônicas, sejam elas e-mails, e eles podem conter links. Um simples acessar dessas páginas contendo um desses sites ou programas maliciosos, isso pode provocar infecção do seu computador, fazendo com que você se torne vítima dos fraudadores”, diz o professor de segurança da informação Marcelo Lau.
O sistema atual, de pagamento dos boletos, foi criado há 24 anos. E o que ele faz, na verdade, é ler um valor, o número de uma conta e mandar o dinheiro para lá. É como se fizesse uma transferência bancária. E isso facilita as fraudes. Mas essa semana começou funcionar um novo sistema, que é capaz de checar várias informações e identificar uma fraude antes que o pagamento seja feito.
O sistema eletrônico de compensação só vai aceitar a transação se o boleto tiver sido registrado pelo banco, com o nome e o CNPJ da empresa que vai receber o dinheiro, o valor e a data do pagamento, o nome e o CPF do pagador. Se alguma informação não conferir, o pagamento não é aceito.
“É óbvio que os bancos e o sistema financeiro vão estar atentos às novas tentativas e a variações de fraude em cima desse processo. Mas nesse momento nós eliminamos a fraude com a implantação dessa plataforma”, aponta Leandro Vilain, diretor de Operações da Febraban.
Esse sistema vai entrar em vigor por etapas: começa com boletos acima de R$ 50 mil, e até dezembro vai valer para documentos de todos os valores.

Fonte: Jornal Nacional
Leia Mais ››

Foto mostra Moro abatido após condenar Lula? Não é verdade!

Moro durante audiência na Câmara dos Deputados (Foto: Lula Marques/Fotos Públicas/ AGPT)
Circulam pela internet postagens de uma notícia acompanhadas de uma foto dizendo que o juiz Sérgio Moro foi flagrado debruçado, com a cabeça sobre a mesa, e aparentemente abatido após condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão. Não é verdade.
A falsa notícia aparece com os dizeres "Flagra de Sergio Moro apos julgar Lula comove o Brasil - ele permaneceu assim, por 40 minutos". Junto da frase, aparece uma foto.

 (Foto: Arte/G1)

A foto usada na falsa notícia foi tirada em março deste ano, quando Moro esteve na Câmara dos Deputados em uma audiência para debater o Código de Processo Penal.
Já a condenação foi divulgada neste mês de julho. Na sentença, o juiz Sergio Moro cita documentos e depoimentos que comprovam que o apartamento triplex em Guarujá era destinado ao ex-presidente, diz que há 'provas documentais' e que Lula 'faltou com a verdade'. É a primeira vez, na história, que um ex-presidente é condenado por um crime comum no Brasil. Lula, que diz ser inocente, vai recorrer da decisão em liberdade.
O texto compartilhado diz que após o julgamento o juiz foi flagrado por um repórter da "BBCC" debruçado sobre sua Bíblia em cima da mesa. "No final do julgamento, Sergio Moro permaneceu sozinho na sala de audiência. Uma equipe de reportagem resolveu aguardar a saída do juiz, porém, em virtude de sua demora em sair da sala, o repórter reslveu entrar no tribunal, e se deparou com uma cena chocante", afirma a notícia.
Não há nenhuma Bíblia na imagem. A sentença condenatória também não foi dada ao fim de uma audiência, como afirma o texto. Além disso, a foto - que aparece sem o devido crédito - foi tirada pelo repórter fotográfico Lula Marques, para a Agência PT.
É ou não é?’, seção de fact-checking (checagem de fatos) do G1, tem como objetivo conferir os discursos de políticos e outras personalidades públicas e atestar a veracidade de notícias e informações espalhadas pelas redes sociais e pela web. Sugestões podem ser enviadas pelo VC no G1, pelo Fale Conosco ou pelo Whatsapp/Viber, no telefone (11) 94200-4444, com a hashtag #eounaoe (caso prefira, a hashtag pode ser enviada logo após a mensagem também!)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Justiça aceita denúncia do MP contra médica que não atendeu bebê Breno

Médica Haydée chega para prestar depoimento na 16ª DP Barra (Foto: Reprodução/GloboNews)
A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público estadual conta a médica Haydeé Marques da Silva, acusada pela morte do bebê breno Rodrigues Duarte da Silva, de 1 ano e meio. Em junho, a médica se recusou a atender a criança, que sofria de uma neuropatia e ainda apresentou um quadro de gastroenterite.
A médica Haydeé estava na ambulância estava na ambulância acionada pela família através de convênio médico, mas ao chegar ao prédio onde Breno morava disse que não atenderia o chamado por se tratar de uma criança. Haydeé foi indiciada por homicídio doloso com dolo eventual, quando o agente, mesmo sem querer efetivamente o resultado, assume o risco de produzí-lo. O Ministério Público ainda requer que a médica seja afastada do exercício da profissão.
Em 12 de junho, a médica Haydee disse que não tinha responsabilidade na morte do bebê Breno e que ele não corria risco de vida. De acordo com o relato da médica, a técnica em enfermagem teria informado que o quadro era de uma gastroenteirite de uma criança de um ano com neuropatia.
"Estou triste e muito abalada pela criança ter morrido, mas não estou arrependida porque não fiz nada de errado do código de conduta médica. Eu pedi outra unidade, com pediatra para atendê-lo. Não sou pediatra, não sou neurologista, pedi à outra unidade de ambulância para atender esta criança. Disseram que a unidade estava indo”, disse a médica.

Bebê morre depois que médica se negou a prestar socorro (Foto: Reprodução)
Bebê morre depois que médica se negou a prestar socorro (Foto: Reprodução)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Internauta de Pindamonhangaba é condenado por postagens com ofensa a nordestinos

Internauta foi condenado a prisão, mas pena será revertida em prestação de serviços à comunidade (Foto: Reginaldo dos Santos)
Um internauta de 46 anos, de Pindamonhangaba (SP), foi condenado a dois anos e quatro meses de prisão por ofender nordestinos em uma postagem nas redes sociais. A decisão foi tomada pelo Tribunal Federal, que reverteu o tempo da pena em prestação de serviços à comunidade e pagamento de multa de dois salários mínimos. O processo tramita em segredo de justiça.
A postagem foi feita em 2006 em uma comunidade chamada ‘Poder Paulista’ na extinta rede social Orkut. A publicação fazia ofensas a nordestinos - eles eram chamados de ‘bocas famintas’, ‘dejetos do Governo Federal’ e o internauta sugeria que ‘voltassem do buraco de onde vieram’.
"Os rebotalhos que são despejados aqui não trazem nada de bom, são dejetos do Governo Federal e de seus próprios Estados de origem", traz a postagem.
A publicação foi denunciada ao Ministério Público Federal (MPF), que deu início à ação por racismo. Em sua defesa, o internauta disse que usou a postagem para incitar discussões racistas e entender como os preconceituosos agiriam. Ele afirmou que pretendia usar os discursos para criação de um personagem de uma obra de ficção que pretendia iniciar.
O réu publicou em 2012 o livro “Peregrinações místicas” que conta a história de dois amigos que fazem uma peregrinação até o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Na caminhada os personagens debatem alguns temas sociais e os trechos do livro foram incluídos no processo pela defesa.
Na apresentação da obra, o autor explica que os personagens são “esnobes e ingênuos, possuem uma consciência muito acurada de suas próprias percepções”.
A Justiça entendeu que a pretensão literária não justificava “a publicação de opinião segregacionista e degradante em relação aos nordestinos”.
Ele foi condenado a dois anos e quatro meses de prisão, mas a pena foi revertida em serviços à comunidade, acrescida de multa de dois salários mínimos, cerca de R$ 1,8 mil.
A defesa do réu informou que aguarda a publicação do acórdão para decidir se vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Segundo o advogado de defesa, Leonardo Máximo, eles tentam provar que a publicação fazia parte de uma experimentação literária.
“A publicação fazia parte de um estudo literário para um livro que foi publicado pelo réu. O meu cliente morou por alguns anos em Pernambuco e é casado com uma pessoa de raízes nordestinas. Ele não tem preconceito”, afirmou Leonardo.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 45 milhões neste sábado

Mega-Sena pode pagar R$ 45 milhões neste sábado (Foto: Heloise Hamada/G1)O sorteio 1.949 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 45 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) deste sábado (15), no município de Ipameri, em Goiás.
Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.
Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.
Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: G1
Leia Mais ››

O que é o Relógio do Apocalipse, e por que ele indica que desde 1953 nunca estivemos tão perto de uma catástrofe global

Relógio simbólico foi criado pelo Boletim de Cientistas Atômicos em 1947Existe um relógio que, em vez de medir a passagem do tempo, indica o quão perto o planeta está de ser destruído. Atualmente, seus ponteiros marcam dois minutos e meio para meia-noite, horário previsto para o fim do mundo.

É o chamado Relógio do Apocalipse, criado em 1947 pelo Boletim dos Cientistas Atômicos (BPA, na sigla em inglês), nos Estados Unidos.

Não se trata de um objeto, mas de uma ilustração simbólica. Os ponteiros do relógio não se movem por meio de uma medida científica, mas de acordo com o parecer dos integrantes do conselho de ciência e segurança do BPA, que se reúne duas vezes por ano para determinar o quanto falta para meia-noite.

"É um símbolo que representa o quão perto ou longe estamos de uma catástrofe global. O que queremos mostrar com isso é o quão próximos estamos de destruir a vida na Terra como a conhecemos", explica Rachel Bronson, diretora-executiva e editora do boletim.

O último ajuste nos ponteiros aconteceu em janeiro deste ano, logo após a posse de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos. Na ocasião, o relógio foi adiantado em meio minuto.

Apenas em 1953 os ponteiros estiveram mais adiantados do que agora, marcando dois minutos para meia-noite, após os EUA e a antiga União Soviética testarem bombas termonucleares.

Para os responsáveis pelo relógio, eventos recentes - como o lançamento de um míssil balístico intercontinental pela Coreia do Norte e a decisão de Trump de retirar os EUA do Acordo de

Paris sobre mudanças climáticas - acendem um alerta.

"Não estamos nos movendo na direção certa", diz Bronson à BBC.

Quando o Relógio do Apocalipse foi criado, em 1947, simbolizava a preocupação dos cientistas com o risco de um conflito nuclear diante da corrida armamentista no início da Guerra Fria.

Desenhado pela pintora Martyl Langsdorf, mulher do físico Alexander Langsdorf, do Projeto Manhattan (projeto de pesquisa e desenvolvimento que produziu as primeiras bombas atômicas durante a 2ª Guerra Mundial), o relógio marcava sete minutos para meia-noite em sua primeira aparição na capa do boletim.

Desde então, a posição dos ponteiros foi ajustada 22 vezes para frente ou para trás.

Do rock à ONU

As referências ao relógio vão muito além da ciência e da política. Bandas de rock - como Iron Maiden e Smashing Pumpkins - já dedicaram músicas a ele ("2 minutes to Midnight" e "Doomsday Clock", respectivamente).

O Relógio do Apocalipse também apareceu em um episódio da série Doctor Who, produzida pela BBC.

Atualmente, o relógio reflete, juntamente com o risco nuclear, a preocupação dos cientistas com os efeitos da mudança climática e novas tecnologias, como a inteligência artificial e a biologia sintética.

Em março, Kim Won-soo, representante da ONU para assuntos de desarmamento, alertou que o Relógio do Apocalipse tinha atingido sua pior marca em 64 anos.

"A necessidade de avançar no desarmamento nuclear poucas vezes foi tão urgente como é hoje", disse Kim Won-soo.

O relógio está mais adiantado do que se encontrava durante a Crise dos Mísseis de Cuba, em 1962, quando marcava sete minutos para meia-noite, embora muitos acreditem que o horário deveria ter sido ajustado, na ocasião.

Bronson explica que isso aconteceu porque a Crise dos Mísseis foi tão rápida que os especialistas não chegaram a se reunir para ajustar o relógio. Quando se encontraram, os EUA e a então União Soviética já tinham assinado acordos para controle de armas.

Em 1991, com o fim da Guerra Fria e novos acordos firmados entre Washington e Moscou para redução de armas, o relógio chegou a indicar 17 minutos para meia-noite, sua melhor marca.

Mas o alívio sentido na época contrasta com o risco apontado agora.

"Mais perigoso"

Bronson explica que o último ajuste do relógio Apocalipse, em janeiro, refletiu uma crescente falta de consideração no mundo em relação ao conhecimento especializado, como comentários imprudentes em diferentes países sobre a questão nuclear.

"O presidente Trump e seu governo são grandes motivos de preocupação. Mas não são os únicos", declara.

"E (Trump) continua a fazer declarações que podem ser vistas - não sabemos se ele tem essa intenção - como uma ameaça velada ao uso de armas nucleares, o que é muito assustador", acrescenta Bronson.

A cientista afirma que tem sido questionada se o relógio será acelerado novamente, diante do teste de míssil balístico intercontinental realizado pela Coreia do Norte na semana passada.

Mas, segundo ela, um novo ajuste não está sendo cogitado por enquanto, uma vez que o adiantamento dos ponteiros em janeiro já antecipou "que o mundo se tornaria mais perigoso" e é isso que está acontecendo.

Bronson admite, no entanto, que a situação pode mudar e o boletim se reserva ao direito de mover o relógio se for preciso.

"O importante é a tendência. Isso me preocupa muito. Estamos chegando mais perto ou nos afastando da meia-noite? Acreditamos que não está tão perigoso quanto em 1953, mas estamos caminhando para isso", conclui.

Fonte: Uol
Leia Mais ››