Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

segunda-feira, julho 24, 2017

ATUALIZANDO: Polícia Militar prende dupla acusada de latrocínio em Apodi

A ação rápida da Polícia Militar de Apodi-RN comandada pelo Sargento Xavier e a RP prenderam na manhã desta segunda-feira, 24 de julho de 2017, uma dupla acusada de assassinar o Senhor Francisco da Chagas Filho, mais conhecido por “Chico da Confeiteira” de 61 anos de idade, morador de uma comunidade rural as margens da BR-405 nas proximidades do posto Kurió, que foi morto na noite de domingo, após o roubo seguido de morte.

"Por volta das 6:00 recebemos a informação que haviam encontrado o  Sr Chico da confeiteira morto no interior do Club SBT, ao chegar no local o fato foi constatado, então procedemos com o isolamento do local do crime a espera do ITEP, por volta das 7:30 a central nos informou que um anônimo havia denunciado à pessoa de Isaías de oliveira Gomes, conhecido por "OI DE POMBA" e outro, de imediato fomos a casa de ISAÍAS onde encontramos parte do material e quarenta Reais em dinheiro, o mesmo não soube informar a origem daquelas coisas, pouco depois percebeu que não tinha saída, e confessou dizendo "quem matou foi o galego e eu fiquei do lado de fora" o galego foi preso em casa e com ele alguns produtos da confeiteira e R$52,00 em cédulas e R$ 20,00 em moedas. Francisco Larisson da Silva pereira (GALEGO) que estava todo sujo de sangue provavelmente dá vítima juntamente com Isaías e todo material apreendido foram entregue na DP para procedimentos e devem responder por LATROCÍNIO". Relatou Sargento Xavier ao blog Cidade News Itaú.


O latrocínio revoltou a população apodiense pela forma como o crime aconteceu, visto que “Chico da confeiteira” era um homem trabalhador e não fazia mal algum, pelo contrário, batalhava para sobreviver.

Registramos os parabéns ao trabalho da polícia que de maneira ágil conseguiu elucidar mais um crime na cidade de Apodi-RN.

As informações e imagens são da Polícia Militar, qualquer novidade, fique ligada no blog Cidade News Itaú.







Material com Isaias e com o Galego





Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

Polícia retira cartazes em que facção dá ordens a moradores de Mãe Luíza, em Natal

Cartazes foram colados em postes do bairro de Mãe Luíza (Foto: Divulgação/PM)

A Polícia Civil vai investigar a autoria dos cartazes supostamente assinados por uma facção criminosa espalhados no bairro de Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal, bem como nas cidades de Caicó e Santa Cruz, no interior. A informação foi confirmada pelo delegado-geral, Correia Júnior, que falou com a reportagem do G1. Na manhã desta segunda-feira (24), a Polícia Militar subiu o morro e arrancou os cartazes. Os policiais gravaram um vídeo durante a ação, em que dizem que quem manda no bairro é a PM.
O bairro de Mãe Luíza foi o primeiro em que o Governo do Estado implementou o Ronda Cidadã, um programa que visa a aproximar a polícia da comunidade e garantir a segurança local. A escolha se deu porque a localidade é vista como violenta e tem altos índices de registro de tráfico de drogas.
“Será investigado para saber o que aconteceu. Muitas vezes as pessoas se aproveitam das situações, então a Polícia Civil vai apurar para saber a origem desses cartazes”, acrescenta o delegado Correia Júnior. Apesar de não reconhecer a veracidade e a autoria dos comunicados, a cúpula da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) se reuniu na tarde desta segunda-feira (24) para planejar ações policiais em todo o estado do Rio Grande do Norte.

Desde a semana passada começaram a circular nas redes sociais fotografias de cartazes fixados no bairro de Mãe Luíza, em Natal, e também nas cidades de Caicó e Santa Cruz. Os comunicados pregados em postes afrontavam o aparato de segurança do Estado, quando informavam que uma facção que atua no RN teria tomado o controle de cada localidade.
Dentre as "ordens" do denominado Sindicato do Crime presentes nos cartazes, estão a de não chamar a polícia a ver pessoas armadas na rua, não usar drogas na frente de crianças e "não cobiçar a mulher do próximo".
Os informes diziam ainda que os criminosos garantiriam segurança às comunidades, desde que a polícia não fosse acionada pelos moradores. Eles pedem ainda contribuições financeiras mensais para realização de festas no bairro.
O coronel Zacarias Mendonça, comandante do Policiamento Metropolitano de Natal, confirmou que no decorrer da semana haverá operações diárias em Mãe Luíza, como blitz e abordagens a pedestres. As ações devem ser semelhantes às que aconteceram nesta segunda (24). Segundo o coronel Mendonça, a Sesed também está definindo um planejamento para incursões no interior do RN.
Facções
No início deste ano, o governo do Rio Grande do Norte reconheceu a atuação de facções criminosas dentro e fora das unidades prisionais do estado, em um ofício encaminhado à Procuradoria Geral da República. No documento - enviado como respostas a questionamentos do procurador-geral, Rodrigo Janot, - o Governo apresenta o histórico de formação das duas facções que disputam poder e que promovem rebeliões e mortes no Sistema Penitenciário.
De acordo com o ofício enviado à PGR, o governo explica que o Primeiro Comando da Capital (PCC), facção de origem paulista, instalou-se na penitenciária de Alcaçuz a partir de 2009, após alguns presos daquela unidade terem sido transferidos para Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná. Lá, esses apenados locais tiveram contato com apenados do Mato Grosso do Sul que eram integrantes da referida facção.

Policiais militares arrancaram cartazes assinados por facção (Foto: Tom Guedes/Inter TV Cabugi)
Policiais militares arrancaram cartazes assinados por facção (Foto: Tom Guedes/Inter TV Cabugi)

A outra facção com atuação no estado é Sindicato do Crime do RN (SCRN). Ela surgiu a partir de 2012, quando alguns apenados resolveram deixar o PCC por causa de disputas internas pelo controle do tráfico de drogas dos presos. A facção se estabeleceu de forma definitiva a partir de 2015, quando promoveram uma série de motins em quase todas as unidades prisionais do Estado, bem como assassinatos de presos ligados ao PCC.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Morre blogueira-caçadora espanhola, estrela das redes sociais

Melania Capitán (Foto: Reprodução/Twitter/@melct24)A modelo, blogueira e caçadora espanhola Melania Capitán, 27 anos, foi encontrada morta na última quarta-feira (19) em seu apartamento em Huesca, município localizado na comunidade autônoma de Aragão, na Espanha. Segundo os investigadores espanhóis, Melania teria se suicidado. Ela teria deixado uma carta de despedida para os amigos mais próximos em que explica as razões do suicídio.

A blogueira se tornou muito popular nos últimos anos graças a fotos em que promovia sua grande paixão, a caça, em suas contas nas redes sociais. Entretanto, as postagens em que segurava fuzis e animais mortos lhe renderam inúmeras críticas e até mesmo ameaças de morte.

Mesmo após a notícia da morte, os críticos não pararam de postar mensagens de ódio nas páginas internet de Melania. "Você fez um favor à humanidade. Adeus", escreveu um internauta. "Dou graças a Deus que você se matou, foi a única coisa boa que você já fez em sua vida”, escreveu outro.

No entanto, muitos, apesar de não compartilhar a paixão pela caça, expressaram suas condolências: "Descanse em paz. Eu não gosto da caça, matar animais como hobby me horroriza. Mas é inaceitável que esta menina tenha tirado sua própria vida", diz outro comentário.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Pais vão discutir com hospital desligamento de máquinas que mantêm bebê vivo

Pais do bebê Charlie Gard chegam ao tribunal em Londres (Foto:  REUTERS/Peter Nicholls)Os pais do bebê britânico Charlie Gard vão discutir com o Great Ormond Street Hospital como e quando as máquinas que mantêm a criança viva serão desligadas.
Nesta segunda-feira (24), o casal Chris Gard e Connie Yates retiraram seu apelo às autoridades judiciais britânicas para que o bebê fosse mantido vivo com a ajuda de aparelhos e para que sua transferência aos EUA – onde ele seria submetido a um tratamento experimental – fosse autorizada.
O bebê sofre de miopatia mitocondrial, uma síndrome genética raríssima e incurável que provoca a perda da força muscular e danos cerebrais. Há poucas perspectivas de tratamento para a enfermidade.
Falando na Suprema Corte, o advogado da família, Grant Armstrong, afirmou que os exames mostram que o dano sofrido pela criança é irreversível. "Para Charlie, é muito tarde, o tempo acabou. Ele sofreu danos musculares irreversíveis, e o tratamento não pode mais ser bem-sucedido."
"Charlie esperou pacientemente pelo tratamento. Por causa do atraso, essa janela de oportunidade foi perdida", criticou. A mãe do bebê disse que ele poderia ter tido uma vida normal, caso o tratamento tivesse sido autorizado antes.
"Nós decidimos deixá-lo ir. Ele tinha uma chance real de melhorar. Agora, nós nunca saberemos o que aconteceria se ele fosse tratado", disse Connie Yates na saída do julgamento.
O julgamento desta segunda reuniu manifestantes em Londres, com balões e cartazes de apoio à família de Charlie.

Manifestantes seguram cartaz com os dizeres 'Nunca pare de lutar até que a luta esteja acabada' em frente a tribunal em Londres (Foto: REUTERS/Peter Nicholls)
Manifestantes seguram cartaz com os dizeres 'Nunca pare de lutar até que a luta esteja acabada' em frente a tribunal em Londres (Foto: REUTERS/Peter Nicholls)

O caso de Charlie atraiu atenção internacional depois que a Corte Europeia de Direitos Humanos (CEDH) apoiou a decisão de instâncias inferiores no Reino Unido e determinou que os aparelhos que mantêm Charlie vivo deveriam ser desligados, mesmo contra a vontade de seus pais.
O Papa Francisco fez apelos sobre o caso, e o presidente dos EUA, Donald Trump, chegou a afirmar que os EUA ficariam felizes em ajudar Charlie e sua família. Na semana passada, um comitê do Congresso americano chegou a aprovar uma emenda para conceder o status de residente permanente para a criança e sua família, para que ela pudesse receber o tratamento no país.
Um hospital infantil ligado ao Vaticano também se manifestou, dizendo que estava em contato com a família para transferir o bebê para a Itália.

A síndrome rara de Charlie Gard impede que ele se mova (Foto: Family of Charlie Gard via AP)
A síndrome rara de Charlie Gard impede que ele se mova (Foto: Family of Charlie Gard via AP)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Doença infecciosa se espalha e atinge mais de 2 mil presos da Papuda, no DF

Colchão e outros objetos próximos a uma cela de transição na Papuda, em Brasília (Foto: Gláucio Dettmar/CNJ/Divulgação)O número de detentos contaminados por doenças infecciosas no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, passou de 692 para 2.095 em uma semana. Um aumento de 202,7%, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública. A contaminação, que estava restrita a dois dos seis prédios do complexo, agora atinge cinco deles.
No dia 14 de julho, a secretaria informou ao G1 que havia 172 infectados no Centro de Detenção Provisória e 520 na Penitenciária I. Nesta segunda-feira (24), a pasta informou que os números subiram para 493 e 950, respectivamente. Além disso, outros três prédios registraram novos casos.
Na Penitenciária II há 480 contaminados. O Centro de Internamento e Reeducação tem 168 e o Centro de Progressão Penitenciária, 4. Segundo a secretaria, todos os detentos – doentes e saudáveis – passaram por triagem médica e todos os infectados estão sendo tratados. Os números foram registrados na última sexta (21).
O complexo da Papuda tem capacidade para abrigar 7.496 presos, mas hospeda, em média, 15 mil detentos.
Sob controle?
A Secretaria de Segurança Pública informou ao G1 no dia 14 que as doenças tinham sido "controladas por meio de medicação assim que foram identificadas, por volta do dia 20 de junho". Na ocasião, a pasta também disse que médicos e enfermeiros estavam fazendo mutirões de triagem dos internos para verificar se havia novos casos de contaminação.
Nesta segunda-feira (24), o G1 entrou em contato com a secretaria para obter informações atualizadas, mas recebeu as mesmas respostas. A pasta também reiterou que, embora o número de casos tenha aumentado, "não há motivos para suspender as visitas aos detentos".
"O fato de um grupo de internos estar com doença de pele não significa que os estabelecimentos prisionais estão passando por um quadro de epidemia", diz a nota do governo.

Camas usadas por detentos no presídio da Papuda, em Brasília (Foto: Ministério Público/Divulgação)
Camas usadas por detentos no presídio da Papuda, em Brasília (Foto: Ministério Público/Divulgação)

O caso está sendo acompanhado pelo Ministério Público do DF, que enviou recomendação à Secretaria de Segurança Pública para que ações de combate às doenças sejam cumpridas com rigor. Entre elas, banho de sol diário, estoque de medicamentos para o tratamento, lavagem diária da roupa de cama e higienização das algemas e mãos dos detentos.
A secretaria informou ao G1 que 25 celas do Centro de Detenção Provisória foram higienizadas. As outras unidades atingidas passaram por limpeza geral e os detentos foram orientados sobre higiene pessoal.
Apesar dos esforços, de acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, Leandro Allan, a situação não está controlada.
"Enquanto todos os detentos não forem tratados, a chance de contaminação ainda existe. Não dá pra dizer que outros presos não vão ser contaminados."
O G1 também entrou em contato com a Secretaria de Saúde para atualizações sobre o tratamento dos infectados e medidas adotadas para conter o aumento dos casos, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.
Doenças

Foto do portal do Sindpen mostrando imagens de detentos da Papuda com sintomas de doença infecciosa  (Foto: Sindicato dos Agentes Penitenciários/Reprodução)
Foto do portal do Sindpen mostrando imagens de detentos da Papuda com sintomas de doença infecciosa (Foto: Sindicato dos Agentes Penitenciários/Reprodução)

As doenças identificadas pela Secretaria de Saúde no dia 14 de julho eram a escabiose e o impetigo, infecções de pele provocadas por ácaros e bactérias. Nesta segunda, a Secretaria de Segurança Pública informou ao G1 que o impetigo foi descartado por médicos da unidade, mas que outras três doenças foram detectadas – tineas, ptiríase e furunculoses.
Todas elas têm maior chance de proliferação em ambientes fechados com aglomeração de pessoas, como escolas, creches, quartéis e presídios.
O infectologista e comentarista da TV Globo Luiz Antônio Silva explicou que a escabiose é popularmente conhecida como "sarna" e provoca pequenas bolas avermelhadas na pele que coçam bastante.
Ao coçar – especialmente à noite, quando o sitoma se intensifica – é comum que sejam formadas feridas e o contato com bactérias presentes na unha en o ambiente externo gera a infecção, neste caso chamado impetigo.

Foto do portal do Sindpen mostra doença de pele provocada por bactérias atingiu, ao menos, 600 detentos da Papuda, em Brasília (Foto: Sindicato dos Agentes Penitenciários/Reprodução)
Foto do portal do Sindpen mostra doença de pele provocada por bactérias atingiu, ao menos, 600 detentos da Papuda, em Brasília (Foto: Sindicato dos Agentes Penitenciários/Reprodução)

Os sintomas podem se manifestar em todo o corpo, inclusive nas regiões íntimas. Imagens publicadas pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindpen) mostram as reações em alguns detentos.
A recomendação médica para evitar complicações é que o tratamento seja iniciado em até 48 horas depois do aparecimento dos primeiros sintomas. "Geralmente, entra com uso de antibiótico oral pra tratar as feridas e pomadas pra evitar a coceira. Mas é preciso tratar todo mundo de uma vez", disse o médico.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Microsoft decreta ‘morte’ do Paint após 32 anos no Windows

Nova versão do paint para Windows 10 (Foto: Divulgação)A Microsoft incluiu o Paint, programa para criar desenhos, na lista de ferramentas que serão removidas da próxima atualização do Windows 10 ou já não recebem novos recursos. O update do sistema operacional deve ser lançado até outubro deste ano.
Divulgada na quinta-feira (20), a lista inclui o Microsoft Paint entre as funcionalidades “descontinuadas”, ou seja, que “não estão sendo desenvolvidas de forma ativa e devem ser removidos nos próximos lançamentos”.

Paint (Foto: Divulgação)
Paint (Foto: Divulgação)

Já na categoria dos recursos que serão excluídos o 3D Builder app (a Microsoft sugere que, no lugar dele, seja usado o Paint 3D para fazer imagens tridimensionais) e o Reader App (o leitor de arquivos será incorporado ao navegador Edge).
"A lista pretende ajudar os consumidores a considerar essas remoções e descontinuações em seu próprio planejamento. A lista está sujeita a mudanças e pode não incluir todas as ferramentas ou funcionalidades descontinuadas", afirma a Microsoft.
O Paint está presente no sistema operacional da Microsoft desde o Windows 1.0, o primeiro a ser lançado, em 1985.
Era uma versão licenciada do PC Paintbrush, desenvolvido pela ZSoft Corporation. Suportava apenas gráficos monocromáticos de 1-bit, mas foi substituída no Windows 3.0 pelo Paintbrush, que era capaz de ler imagens nos formatos bitmap, JPEG e PNG (esses dois últimos padrões só seriam contemplados no Windows 98).
A decisão da empresa de aposentar o programa é inesperada, já que, na última atualização do Windows 10, o Paint foi turbinado para passar a criar e editar objetos em 3D.
O objetivo da mudança era que qualquer um pudesse desenhar à mão e transformar a imagem e algo tridimensional. A partir daí, é possível girar o objeto e editá-lo.

Paint no Windows 95 (Foto: Reprodução/Microfosft)
Paint no Windows 95 (Foto: Reprodução/Microfosft)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Cármen Lúcia diz que não há urgência para defesa de Temer obter cópias de áudios

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, entendeu que não há urgência no pedido da defesa do presidente Michel Temer para que a Polícia Federal entregue cópia dos áudios do gravador do empresário Joesley Batista que foram recuperados por peritos. Segundo ela, o caso pode aguardar o fim do recesso do Judiciário, que termina semana que vem, para ser analisado pelo relator da Lava Jato no STF, Luiz Edson Fachin.
Joesley, dono da JBS, firmou acordo de delação premiada com o Ministério Público no âmbito da Lava Jato. Uma das provas que ele entregou aos investigadores como parte do acordo foi a gravação de uma conversa que teve com Temer na residência oficial do Palácio do Jaburu. Com base na gravação, a Procuradoria-Geral da República apresentou uma denúncia contra Temer.
Os advogados do presidente, Antônio Cláudio Mariz de Oliveira e Gustavo Guedes, pediram no fim de junho que Polícia Federal respondesse perguntas que ficaram pendentes sobre a perícia na gravação da conversa entre Temer e Joesley. Eles também solicitaram acesso aos dois gravadores usados e a sete áudios recuperados e que tinham sido apagados dos equipamentos.
O relator Fachin pediu parecer da Procuradoria Geral da República sobre acesso aos gravadores, o que, segundo a defesa, prejudicou o pedido de acesso aos áudios recuperados.
Conforme os advogados, Michel Temer queria acesso ao material antes do fim do recesso para preparar a defesa na Câmara dos Deputados, que terá que decidir se autoriza ou não o prosseguimento da denúncia por corrupção passiva contra o presidente.
Para Cármen Lúcia, é preciso aguardar neste momento uma manifestação do Ministério Público, como já solicitou o relator Fachin.
"Antes de uma decisão judicial como a pretendida, pela qual se exaure o objeto do requerimento formulado, é prudente o estabelecimento da oitiva do Ministério Público, como decidido pelo ministro relator", escreveu a presidente do tribunal.
A ministra destacou ainda que o pedido poderia ter sido feito antes e que agora deve-se aguardar o fim do recesso.
"Não se é de desconhecer ter sido amplamente veiculado, que a votação mencionada na petição em análise poderia ter ocorrido antes do recesso parlamentar, iniciado em 17.7.2017, não se tendo apresentado qualquer requerimento quanto à matéria neste plantão judiciário na primeira quinzena do mês", afirmou.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Inscrições para o Fies abrem nesta terça-feira: veja as regras que valem para este semestre

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) abrirão nesta terça-feira (25), pela manhã: são 75 mil vagas ofertadas em cursos superiores em instituições particulares de ensino. As inscrições devem ser feitas no site do programa.
Com novas regras anunciadas para 2018, este é o último semestre do programa em que vale o regulamento antigo. Poderão se candidatar estudantes cuja renda familiar mensal bruta per capita não ultrapasse três salários mínimos. Além disso, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e ter feito ao menos 450 pontos na prova, com nota acima de zero na redação.
O benefício não será concedido a candidatos inadimplentes com o Fies ou com o Programa de Crédito Educativo. Também não podem participar do programa estudantes que já contam com o financiamento para outro curso.
Veja o cronograma do Fies do segundo semestre:
Início das inscrições: terça-feira (25)
Fim das inscrições: sexta-feira (28)
Resultado: 31 de julho
Novas regras a partir de 2018
No início do mês, o Ministério da Educação (MEC) anunciou novas regras para o programa, que passará a ter três modalidades, variando de acordo com o perfil do candidato, além de ter condições de juros diferenciadas. Veja o que muda a partir de 2018:

O que muda no Fies a partir de 2018 (Foto: Editoria de Arte/G1)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Pitbull da família ataca e mata menina de 1 ano na Zona Leste de SP

Um cão da raça pitbull de uma família atacou e matou uma menina de 1 ano no domingo (23) na Zona Leste de São Paulo. De acordo com o Jornal Hoje, a criança estava em casa com a mãe e a irmã quando foi atacada pelo animal, que tem 3 anos.
A menina, chamada Pietra, chegou a ser socorrida com vida, mas morreu no hospital. Nesta segunda-feira (24), funcionários do centro de zoonoses estiveram na casa da família para ver o cachorro. O grupo saiu do imóvel sem dar informações.
Segundo o Jornal Hoje, o caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Não foi informado quem irá responder pelo crime.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Victor, Leo e autoajuda: Leo Chaves vira palestrante e diz que neurolinguística ajudou a superar fase ruim

Leo Chaves (Foto: Divulgação)Vai se acostumando: nos próximos meses você verá Leo em outros palcos, longe do irmão, com o qual formou a dupla Victor & Leo há 25 anos. Em paralelo à carreira sertaneja, Leo Chaves vem fazendo palestras sobre Programação Neurolinguística e inteligência emocional.
Leo diz que essa fase de estudante e palestrante o ajudou a lidar com o momento ruim pelo qual passou o irmão e sua família. No início do ano, Victor foi acusado de agredir a mulher, Poliana Bagatini. No caso, o músico foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais.
“Todos os meus estudos me deram recursos para lidar melhor com as pessoas a minha volta - não só meu irmão - e enfrentar obstáculos. Esse agora é apenas mais um. Vão ter vários outros e já tivemos muitos. Mas de fato, me ajudou muito a lidar de forma mais tranquila.”
O sentido da vida
Leo começou a estudar neurolinguística após uma análise pessoal:
“Essa ideia de fazer palestras surgiu naturalmente quando passei a entender que o sentido da vida poderia estar relacionado com sentido que tenho na vida das pessoas em minha volta”.
Durante o período de estudo e autoconhecimento, criou o Instituto Hortense, projeto social que vai treinar professores para falar de inteligência emocional em escolas.
“Isso me causou uma certa vontade de dominar o assunto. O que naturalmente ocasionou alguns convites para dar palestras e contar minhas histórias. Me inspiro nos períodos em que tive que ser resiliente, que precisei me superar em diversos sentidos, arriscar na vida”.
A Programação Neurolinguística (PNL) é um sistema de conhecimentos que surgiu na Califórnia, nos Estados Unidos, no início dos anos 70. Ela oferece um modelo que tenta ajudar a entender como o ser humano pensa, age e se comunica, para que cada busque ser capaz de identificar e aproveitar suas capacidades para alcançar resultados.
“Adquirir a fama é perigoso no cérebro do ser humano. Você começa a ter uma série de massagens no ego. Parece que aquilo passa a ser tudo para você. A dificuldade é lidar com isso. Você passa a vestir uma máscara”.
“Costumo falar na palestra que algumas pessoas quando se tornam famosas tendem a se tornar estátuas antes de morrerem. Uma estátua é intocável. Ao mesmo tempo, é vazia. O cara se abandona, não se reconhece mais. Deixa de ser um cidadão comum para ser um personagem.”

Leo Chaves (Foto: Divulgação)
Leo Chaves (Foto: Divulgação)

Shows ainda são prioridade?
Para agosto, quando Victor e Leo tiram parte do mês para férias dos palcos, Leo tem previsão para fazer oito palestras. Em 2015, Leo disse que ficaria doente se deixasse de cantar. A declaração veio após seu irmão, Victor, revelar uma possível pausa da dupla. Que não rolou.
“Hoje, eu e Victor estamos bem. A vida é cíclica. A gente soube lidar com altos, baixos e dificuldades. Por isso estamos juntos. Temos problemas, situações complicadas, discussões, diferenças. O que a gente faz disso é que faz a diferença. Estamos de mãos dadas”.
“Acho que minha marca como cantor é bem mais forte. Mas de fato, o universo de palestras tem crescido e oferecido muitas oportunidades”, avalia.
Mas Leo tem dificuldade para encaixar as agendas. “Tenho falado mais ‘não’ do que ‘sim’ para palestras, porque muitas acontecem em final de semana, quando minha prioridade são shows”.
Ele não revela o cachê para as palestras. “Varia tanto, difícil falar disso. Mas diria que cachê mais interessante é a forma direta que tenho de provocar mudanças no ser humano.”
Livro de ficção
Leo também tem um livro na lista de seus desafios. “O aventureiro dos palcos” será lançado em 31 de agosto na Bienal do Rio. É uma ficção baseada nas reflexões que tem feito durante os recentes estudos.
“Coloquei um pouco da minha experiência em dois personagens inseridos no showbiz. São dois astros da música. A maioria das histórias não são minhas e todo o livro é baseados nos meus estudos de inteligência emocional”, adianta.
Embora seja um livro de ficção, vai trazer um toque de realidade. “Vou contar muito daquilo do que as pessoas não têm acesso na vida dos famosos”. Mas por que não lançar uma biografia da dupla? “Já tivemos proposta nesse sentido. Mas acreditamos que ainda estamos quase na metade do livro. Tem muito capítulo para construir, escrever.”

Victor & Leo cantam em Barretos. (Foto: Flavio Moraes / G1)
Victor & Leo cantam em Barretos. (Foto: Flavio Moraes / G1)

Leo Chaves (Foto: Divulgação)
Leo Chaves (Foto: Divulgação)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Três são presos na Operação Castelo de Areia em Itapema

Gaeco cumpriu três mandados de prisão e nove de busca e apreensão em casas e órgão público (Foto: Luiz Souza/RBS TV)
Três mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta segunda-feira (24) em residências, escritórios particulares e na prefeitura de Itapema, no Litoral Norte catarinense.
Conforme a prefeitura, a investigação não "se refere à atual administração". Os nomes dos presos não foram divulgados.
A investigação começou este ano após a denúncia de que servidores públicos do município estariam recebendo vantagens para a concessão ilegal de alvarás a vendedores ambulantes que atuam na cidade durante o período de veraneio.
Aproximadamente 15 pessoas estão sendo investigadas. A operação apura crimes como concussão e corrupção ativa e passiva.
A iniciativa da 2ª Promotoria de Justiça de Itapema integra a Operação Castelo de Areia e teve apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
Segundo o Ministério Público, atuaram na operação 30 policiais integrantes dos grupos regionais dos Gaeco de Itajaí, Florianópolis, Blumenau e Joinville para a execução das ordens judiciais.
Sindicância da prefeitura
Por nota, a prefeitura disse que desde o início do ano, "a atual administração já havia verificado a possibilidade de irregularidades e imediatamente instaurou uma sindicância interna para apuração dos fatos que foi levada ao conhecimento do Ministério Público. Também no mês de junho, um decreto foi emitido pelo Governo Municipal e suspendeu por prazo indeterminado a emissão das guias para pagamento do Tributo TLET (Taxa de Licença para Exercício de Atividades Temporárias ou Eventuais)".
Mais detalhes sobre a operação devem ser divulgado na tarde desta segunda-feira em coletiva de imprensa.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Heineken vai encerrar distribuição pela Coca-Cola no Brasil em outubro

Heineken  (Foto: Reuters)
A mexicana Coca-Cola Femsa, a maior engarrafadora de Coca no mundo, anunciou nesta segunda-feira (24) uma alta de 11,5% no lucro líquido do segundo trimestre, beneficiada por receita maior e crescimento das operações na América do Sul.
A Coca-Cola Femsa disse, ainda, que a fabricante holandesa de cervejas Heineken, que detém participação na matriz Femsa, informou que encerraria a distribuição de produtos com engarrafadores do sistema Coca-Cola no Brasil a partir de 31 de outubro.
As ações da Coca-Cola Femsa caíam 2,69% na bolsa mexicana, pressionando o principal índice de ações do México.
"Estamos analisando possíveis ações a serem tomadas enquanto buscamos manter um diálogo construtivo com a Heineken", informou a Coca-Cola Femsa em comunicado enviado à bolsa de valores mexicana.
A empresa teve lucro líquido de 2,232 bilhões de pesos (US$ 123 milhões) no segundo trimestre, ante 2,001 bilhões de pesos no mesmo período do ano anterior.
A receita trimestral cresceu 25,5% na mesma base de comparação, para 50,1 bilhões de pesos. O lucro por ação atingiu 1,07 peso, de acordo com a companhia.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Criança sul-africana 'fica livre' do HIV após 8 anos sem tratamento

Após receber tratamento por apenas um ano, menina tem remissão de HIV por 8  (Foto:  KERRY SHERIDAN / AFP)
Uma menina sul-africana se manteve livre do HIV por mais de 8 anos sem medicação e surpreendeu especialistas. Ela havia tomado drogas antirretrovirais por apenas um ano antes de ter a remissão completa do vírus. O caso foi revelado nesta segunda-feira (24) em uma conferência de Aids em Paris, mas pesquisadores pediram cautela e alertaram tratar-se de uma situação rara.
“O caso traz a esperança de que o tratamento pode não ser para a vida inteira, mas é raro”, disse Linda-Gail Bekker, presidente da International AIDS Society (IAS), à Reuters. “Há mais perguntas que respostas”.
A maioria dos pacientes com HIV tem um aumento na quantidade de vírus que circula no organismo quando param o tratamento e é por esse motivo que tomam medicamentos por toda a vida. No caso da criança, no entanto, o vírus parou de ser replicado.
A menina de 9 anos fazia parte de um ensaio clínico que pesquisava os efeitos de drogas antirretrovirais em bebês com HIV nas primeiras semanas de vida, informa a AFP. Ela recebeu o tratamento após o parto, mas parou de tomar os medicamentos como parte do protocolo do estudo. Após a interrupção da terapia, ela foi monitorada regularmente para qualquer sinal de recaída.
O que o caso diz sobre a cura
Sharon Lewin, especialista em HIV da Universidade de Melbourne (Austrália), disse à Reuters que o caso pode revelar novas informações sobre como o sistema imunológico humano controla a replicação do HIV após a interrupção do tratamento.
No entanto, segundo Sharon, o caso apenas confirma outros raros porque o que normalmente ocorre é a volta da replicação do vírus após a interrupção do tratamento.
Com casos de cura sendo raros, alguns pesquisadores têm apontado que uma possível saída para uma "quase cura" seria algum tipo de remissão de longo prazo -- quando o sistema imunológico pode controlar o HIV sem drogas, mesmo que os sinais do vírus permaneçam.
Alguém já foi curado do HIV?
Até hoje, apenas uma pessoa é tida como "curada" do HIV – o chamado paciente “de Berlim”, homem que teve remissão completa do vírus após transplante de medula óssea de doador resistente ao HIV.
Transplantes de medula, entretanto, são arriscados e seria impraticável usá-los como uma alternativa para curar milhões de infectados. Segundo a Unaids, programa da ONU sobre HIV, 19,5 milhões de pessoas estão em tratamento para o vírus no mundo.

Fonte: Bem Estar
Leia Mais ››

Justiça manda bloquear bens de ex-prefeita ostentação por compra indevida de caixões

Lidiane Leite é alvo de mais uma ação na Justiça do Maranhão (Foto: Arquivo pessoal)
A Justiça de Bom Jardim, a 275 km de São Luís (MA), determinou o bloqueio de bens da ex-prefeita Lidiane Leite – que ficou conhecida nacionalmente como a "prefeita ostentação" por exibir uma vida de luxo nas redes sociais – pela compra de 265 urnas funerárias para uma cidade que tem em média 24 mortes por ano.
Além de Lidiane, Humberto Dantas, Marcos França e Rosyvane Silva Leite, também citados na ação, tiveram seus bens bloqueados. A decisão foi tomada pela Justiça na última sexta-feira (21). A indisponibilidade de bens refere-se a imóveis, veículos e valores depositados em agências bancárias. A decisão foi do juiz Raphael Leite Guedes, titular da comarca.
"Notifiquem-se imediatamente, os cartórios de registros de imóveis de Bom Jardim, São João do Carú, Pindaré-Mirim, Santa Inês, Bacabal, Imperatriz e São Luís, bem como à Junta Comercial do Maranhão, a fim de que informem a existência de bens ou valores em nome dos demandados. Caso existam, determino que procedam ao imediato bloqueio dos bens, adotando-se as medidas necessárias para que permaneçam inalienáveis na forma desta decisão, limitado à quantia de R$ 540.000,00 (quinhentos e quarenta mil reais), sob pena de serem aplicadas as sanções cabíveis em caso de descumprimento da presente decisão judicial, informando a este juízo as providências adotadas, no prazo de 72 (setenta e duas) horas”, diz um trecho do despacho do juiz.
O caso foi denunciado pelo Ministério Público do Maranhão. Segundo as investigações, a prefeitura, durante a gestão de Lidiane Leite, comprou da Funerária São João, de Rosyvane Silva Leite, 220 urnas funerárias populares, com custo de R$ 80 mil, além de 25 no padrão “luxo”, por R$ 25 mil, e mais 20 urnas “super luxo”, a R$ 30 mil. Ao todo, foram R$ 135 mil.
Em abril, a Justiça pediu a indisponibilidade de bens dela por fraude de licitação de R$ 480 mil para aquisição de fardamento escolar para a rede municipal de educação.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Tiroteio em boate no Paraguai mata quatro brasileiros

Boate em Pedro Juan Caballero onde quatro brasileiros foram mortos na madrugada desta segunda-feira (24) (Foto: Reprodução G1/ TV Globo)Quatro brasileiros morreram em um tiroteio em uma boate em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, na madrugada desta segunda-feira (24). A informação foi confirmada pela polícia do país à agência Associated Press.
O incidente aconteceu na madrugada na cidade de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Mato Grosso do Sul. De acordo com os policiais, dois homens abriram fogo na festa de inauguração de uma boate, chamada After Office.
"As duas vítimas masculinas pertenciam a uma gangue criminosa. Eles eram o alvo dos tiros. Mas outros foram atingidos, incluindo as duas mulheres que morreram e outros que foram hospitalizados", disse o promotor paraguaio Oscar Samuel Valdez a uma estação de rádio, segundo a agência Reuters.
Pelo menos 11 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para hospitais da região, tanto no Brasil quanto no Paraguai.
Segundo o oficial Lucio Caballero, dois homens e duas mulheres morreram. As identidades das vítimas ainda não foram divulgadas, e seus corpos esperam pelo reconhecimento no necrotério da cidade paraguaia. Um relatório da polícia disse que as mulheres tinham 18 e 24 anos.
Os atiradores fugiram do local. "Ainda não temos dados precisos, mas aparentemente os autores chegaram em um carro na discoteca, fizeram vários disparos e posteriormente fugiram", detalhou Caballero à Associated Press.
Pedro Juan Caballero é a capital do departamento de Amambay e fica 600 quilômetros ao norte de Assunção. A cidade é separada de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, por apenas por uma rua.
A polícia brasileira e a paraguaia estão trabalhando juntas para resolver o caso, disse um porta-voz da polícia à Reuters por telefone.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Esquema da Semsur se replica em outras prefeituras do RN

Os promotores do Patrimônio Público afirmaram em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (24) que os desvios de mais de R$ 22 milhões identificados na Semsur foram replicados em outras cidades do Rio Grande do Norte com o mesmo grupo de empresas pernambucanas alvo da Operação Luz.

Como todas as informações estão sob sigilo, eles não puderem enumerar quais são as cidades, mas afirmaram que diligências estão em andamento.

Os promotores também explicaram que não pediram a prisão do presidente da Câmara de Vereadores, Raniere Barbosa, por não terem vislumbrado neste momento elementos para o pedido.

Pesam contra o vereador as acusações de ter se beneficiado do esquema. Foi decisivo para a não decretação da prisão a perda de influência de Raniere sobre a Semsur, o que aconteceu com o desgaste entre ele e o prefeito Carlos Eduardo, que, segundo os investigadores, não aparece neste momento como beneficiário ou conhecedor do esquema.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte também não descarta o cruzamento de dados das empresas com contribuições eleitorais para identificar se houve pagamento de vantagens indevidas para fraudar eleições.

Na investigação em curso, foi identificado que as empresas alvo da ação tinham até representantes dentro da Semsur atuando em seus interesses. A apuração chegou a flagrar um servidor da Semsur que também estava na folha de pagamento de uma das empresas.

Foram emitidos 15 mandados de prisão, dos quais 14 foram cumpridos, sendo 5 em Pernambuco e 9 em Natal.

No Rio Grande do Norte, os presos estão reclusos nos CDPs de Pirangi e da Ribeira – para quem tem curso superior. Um dos presos é agente penitenciário que atuava como representante das empresas. Ele está no CDP da Zona Norte. Uma mulhet está no complexo João Chaves. Na ação de hoje, houve reforço de 117 policiais militares.

A lista de pessoas alvo de mandados de prisão é a seguinte:

Adelson Gustavo Coelho Ponciano

Alberto Cardoso Correia do Rego Filho

Antônio Felipe Pinheiro de Oliveira

Antônio Fernandes de Carvalho Junior

Daniel Fernandes Ferreira de Melo

Epaminondas da Fonseca Ramos Junior

Jerônimo da Câmara Ferreira de Melo

Jorge Cavalcanti Mendonça e Silva

Kelly Patricia Montenegro Sampaio Alves

Mauricio Custódio Guarabyra

Mauricio Ricardo de Moraes Guerra

Sergio Pignataro Emerenciano

Valério Max de Freitas Melo.

Allan Emmanuel Ferreira da Rocha

Felipe Gonçalves de Castro.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Ceará vive epidemia de Chikungunya

O estado do Ceará vive uma epidemia de arboviroses (doenças transmitidas por mosquitos), sobretudo casos de chikungunya. A confirmação é da Secretaria de Saúde estadual que, no último boletim semanal, registrou a “ocorrência epidêmica de arboviroses, principalmente se consideradas as notificações de casos de chikungunya”. De acordo com os dados, o estado soma 58.957 casos da doença.

Mais de 80% das cidades cearenses já registraram casos confirmados da doença, que levaram 51 pessoas à morte. As cidades de Acopiara, Beberibe, Caucaia, Maranguape, Morada Nova, Pacajus, Senador Pompeu e a capital Fortaleza concentram 40 óbitos por chikungunya.

Desde o início do ano, foram notificados 103 mil casos da doença, dos quais 57% foram confirmados (58.957). Segundo a Secretaria de Saúde do Ceará, a “tendência crescente” de notificações gerou uma taxa de incidência de 1.099 casos para cada 100 mil habitantes. As principais vítimas são pessoas do sexo feminino, entre 20 e 59 anos.

Dengue e Zika

Em relação à dengue, o Ceará registrou mais de 65 mil notificações em 2017. A secretaria identificou incidência acima do limite superior, chegando a 56 casos para cada 100 mil habitantes – maior pico do ano. Até o momento, 24,6% dos casos suspeitos foram confirmados, principalmente entre pessoas do sexo feminino e com idades entre 15 e 49 anos. A porcentagem equivale a pouco mais de 16 mil confirmações em todo o estado, entre os quais, 13 foram caracterizados como graves, levando 8 pessoas à morte.

O vírus Zika já foi confirmado em 432 pessoas, também incidindo preferencialmente em mulheres entre 15 e 49 anos. O número de notificações da doença em gestantes chegou a 941, no entanto apenas 44 fora confirmados por análises de laboratório, nas cidades de Fortaleza, Brejo Santo, Icó, Independência e Caucaia.

A atenção dos órgãos de saúde se intensifica em relação aos casos de Zika em gestantes, porque o vírus da doença é um dos responsáveis pela malformação de bebês durante a gestação. Após o nascimento, podem ser constatados casos de síndromes congênitas, como a microcefalia – malformação no crânio – hidranencefalia, Síndrome de Guillain-Barré, entre outras.

As três arboviroses são causadas por diferentes vírus transmitidos pelo mosquito Aedes aegypt, que se reproduz em água parada, inclusive em ambientes residenciais. Por isso, a recomendação é que as caixas de água estejam sempre tampadas e que objetos que acumulem água da chuva estejam cobertos ou virados para baixo.

Fonte: Agência Brasil
Leia Mais ››

Lula diz que propina foi ‘inventada’ por empresários e pelo MP

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta segunda-feira, 24, que a palavra “propina” foi “inventada” por empresários e pelo Ministério Público para “tentarem culpar os políticos”. Segundo o petista, todos os políticos, “desde que foi proclamada a República”, sempre usaram doações empresariais nas campanhas.

“A palavra propina foi inventada pelos empresários para tentarem culpar os políticos. Ou pelo Ministério Público. Por tudo o que leio na imprensa, todas as campanhas do Brasil sempre foram feitas (com financiamento de empresas)”, disse o ex-presidente em entrevista à rádio Tiradentes do Amazonas, transmitida ao vivo pelo Facebook de Lula. “A diferença é que agora transformaram as doações em propina, então tudo ficou criminoso”

O petista defendeu, ainda, a criação de um fundo público eleitoral, em discussão na Câmara. “Se os políticos não tiverem coragem de mudar a legislação eleitoral, de criar um fundo de financiamento de campanha para que não fiquem mais dependentes de empresário, o Brasil não vai ter jeito”, disse.

Sem falar diretamente em caixa 2, Lula disse que o candidato que prestou contas à Justiça Eleitoral sobre doações empresariais, e elas foram aprovadas, não teria culpa.

“Quando o empresário deu o dinheiro, certamente ele não disse ‘vou te dar o dinheiro, mas é propina’. Se ele avisasse e o candidato aceitasse, deveria ser preso, o empresário e o candidato”, disse o ex-presidente, que questionou: “Se ele (empresário) deu dinheiro, o candidato colocou na prestação de conta e a Justiça Eleitoral aprovou, que culpa tem esse candidato?”

O ex-presidente voltou a negar que soubesse de casos de corrupção dentro do partido. “Tem muitas coisas que acontecem dentro da sua casa, na sala do lado do seu trabalho, e você nao sabe. Você não é obrigado a saber”, disse.

Condenado a 9 anos e meio de prisão pelo juiz Sérgio Moro e com seus bens bloqueados a pedido do magistrado, Lula afirmou que irá recorrer das decisões em segunda instância. “Vamos ver se desmontamos isso”, disse o petista, que voltou a chamar o processo de mentiroso e a culpar a participação da imprensa. “Seria muito mais barato para o Brasil se eles tivessem acreditado quando eu disse que o apartamento não era meu”.

Na entrevista, Lula voltou a criticar o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), mas criticou o segundo mandato da petista que, segundo ele, veio após uma “campanha muito nervosa e muito radicalizada”.

“Depois das eleições, a gente percebeu que a Dilma fez algumas coisas que não estavam no discurso que agradou tanto a esquerda para lhe apoiar em 2014. Começamos a ter um problema de queda das pesquisas da opinião publica, queda da economia e queda do emprego, até que veio o impeachment da companheira Dilma, que foi uma coisa ilegal”, disse.

Para o petista, “foi triste ver tantos amigos da Dilma” votarem pelo impeachment, o que chamou de um “erro histórico” com o País Disse, ainda, que nas próximas eleições pediu para que o partido atuasse de forma separada de outras siglas, para demarcar o discurso.

“Nessas eleições agora, pedi para o PT saísse separado, para demarcar nosso discurso. Porque senão dá a impressão de que está todo mundo na mesma bacia e não é verdade. É preciso que a gente mostre a diferença política nesse momento. Acho que o Zé Ricardo (candidato do PT para o governo do Amazonas, José Ricardo Wendling) vai fazer isso com muita competência”.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Contratações do BNB no RN superam R$ 600 milhões no primeiro semestre

As contratações globais do Banco do Nordeste no Rio Grande do Norte ultrapassaram a marca de R$ 600 milhões entre janeiro a junho desse ano. Somente com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), o total cresceu 21% (em comparação ao mesmo período em 2016) e alcançou o valor de R$ 326,5 milhões.

Empresários dos setores de comércio e serviços do Rio Grande do Norte, especialmente do porte de Micro e Pequenas Empresas,  contribuíram com crescimento de 20% das aplicações totais do Banco no Estado em 2017. O valor investido nessas áreas foi de R$ 176 milhões.

O superintendente estadual do BNB no RN, Fabrizzio Leite Feitosa,  comemora o desempenho obtido e destaca: “Esse resultado se deve a um trabalho muito dedicado do Banco com apoio de parceiros importantes como o Governo do Estado, Federações patronais e de trabalhadores, Sebrae e CDLs, dentre outros. Nosso objetivo é fechamos o atual  exercício com contratações superiores a R$ 1,5 bilhão em benefício dos diversos setores econômicos potiguares”.

Fabrizzio avalia que a redução nos juros voltados ao capital de giro, de 15% a 20% dos encargos, anunciada recentemente pelo BNB, irá  impulsionar novos empréstimos até o final do ano, especialmente para as áreas de comércio e serviços.

Outros setores que apresentaram desempenhos superiores em relação ao primeiro semestre de 2016 são: Turismo, que cresceu 334,7% e ultrapassou R$ 18,7 milhões, e Agricultura com 33,7% de incremento e R$ 24,4 milhões investidos, com destaque para o segmento de Mini e Pequeno Produtor Rural.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››