Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

domingo, agosto 06, 2017

POLICIAL MILITAR MORRE EM ACIDENTE NA RN 117


Um acidente tipo colisão carro com moto,registrado na noite deste sábado 05 de agosto de 2017,vitimou o Policial Militar  Roberto Carlos Bezerra Cavalcante que era lotado na cidade de Umarizal-RN.
De acordo com as primeiras informações o acidente ocorreu na RN 117, trecho entre as cidades de Umarizal e Olho D’Água do Borges.
O mesmo foi socorrido para  o Posto de Saúde mas faleceu pouco tempo depois, apesar dos esforços dos profissionais de saúde do município.
Roberto Carlos era muito conhecido na região,Inclusive havia sido candidato a vereador no município de Patu,onde tem domicílio eleitoral.
O corpo deve passar por exames no Instituto Técnico-científico de Polícia (ITEP), em Mossoró, e depois liberado para sepultamento.


Fonte: Passando na Hora
Leia Mais ››

Mãe e filho são baleado em atentado no bairro Ouro Negro em Mossoró

Mãe e filho foram vítimas de um atentado a bala na manhã deste domingo 06 de agosto de 2017, no bairro Ouro Negro em Mossoró no Oeste Potiguar. 
De acordo com informações colhidas pela Polícia Militar, as vítimas estavam na calçada de casa, quando um homem chegou na residência e usando uma escopeta calibre 12, abriu fogo contra as mesmas. 

as duas vítima foram atingidas na região do ombro e socorridas por um carro particular para o Hospital Regional Tarcísio Maia com estado de saúde estável. 

A motivação do atentado ainda não foi esclarecida, mas mulher baleada,chegou no Hospital em choque e gritando o nome do suspeito que atirou nela e em seu filho. A Polícia civil vai investigar o caso.


Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

Dois homens foram assassinados a tiros em Baraúna. Um deles executado dentro de ambulância

Duplo homicídio registrado nesta manhã de domingo 06 de agosto de 2017 na cidade de Baraúna, a 34 quilômetro de Mossoró, na região Oeste do RN. 

Dois jovens foram baleados quando caminhavam em via pública no centro da cidade. Os dois ainda chegaram a ser socorridos por populares para o hospital local. Um deles conhecido apenas como "Max"morreu ao dar entrada na unidade e outro identificado como David Kennedy da Silva Fernandes de 21 anos, natural de Mossoró foi executado dentro da ambulância quando era socorrido para o Hospital Tarcísio Maia em Mossoró. 

De acordo com a Polícia, os atiradores seguiram a ambulância que conduzia David para o HRTM e nas proximidades do sítio Campestre, interceptaram o veículo, mandaram que o motorista corresse, abriram a porta de trás e efeturam cerca de 10 tiros de pistolas ponto 40 e 380 na vítima. 

Quando os policiais de plantão em Baraúna chegaram na comunidade de Campestre David ainda estava vivo e como o motorista não estava no local, os próprios Pms conduziram a vítima que já chegou no Hospital em Mossoró sem vida. A Polícia ainda não sabe a motivação do duplo homicídio, mas informou que David já havia sido preso.

David Kennedy foi morto dentro da ambulância quando era socorrido

David Kennedy quando era transferido do hospital de Baraúna para Mossoró...

.... E chegou sem vida no HRTM em Mossoró

Max morreu no hospital de Baraúna

Capsulas de pistolas ficaram espalhadas dentro da amnbulância

Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

Aplicativo para smartphones auxilia criadores de abelhas no RN

Por causa da seca, o número de apicultores em plena atividade no RN caiu pela metade (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)Até 2011, último ano de boas chuvas no Rio Grande do Norte, havia cerca de 5 mil criadores de abelhas. Agora, passados cinco ano e meio de estiagem severa, o cenário é outro. Hoje, o número de apicultores em plena atividade caiu pela metade, e a produção de mel não chega a 12% do que se tinha tempos atrás, quando o estado chegou a produzir 200 mil toneladas do produto. Os dados são da Federação de Criadores de Abelhas do RN.

Em 2011, último ano de boas chuvas, o RN chegou a produzir 200 mil toneladas de mel (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Em 2011, último ano de boas chuvas, o RN chegou a produzir 200 mil toneladas de mel (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Semana passada, uma reunião do Comitê Gestor da Apicultura no Rio Grande do Norte aconteceu em Lajes, cidade da região Central do estado. Criadores de abelhas de vários municípios participaram. Representantes de associações de criadores de abelha, professores, meliponicultores e entidades governamentais também debateram o atual momento da atividade.
Durante a reunião, a Agência de Fomento do governo do estado lançou uma linha de crédito especial para ajudar pequenos criadores de abelhas. Também foi apresentado um aplicativo para smartphones que deve auxiliar criadores, associações e federação no compartilhamento de informações e dados importantes sobre a produção apícola do estado.

Com uso de tecnologia, o cenário deve ser mais animador para o apicultor (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Com uso de tecnologia, o cenário deve ser mais animador para o apicultor (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

“As possibilidades que se abrem com o uso de novas tecnologias, além do acesso às linhas de crédito e assistência técnica para o pequeno produtor, deixaram o cenário mais animador para os apicultores”, disse Ítalo Lima, analista de sistemas e apicultor.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Popular é baleado em tentativa de homicídio no bairro Santo Antônio em Mossoró

A Polícia Militar registrou na noite deste sábado 05 de agosto, um atentado a bala, na Rua Tabelião Aoem Menescal no bairro Santo Antônio em Mossoró, no Oeste Potiguar. 

A vítima um homem identificado como Adriano Xavier, idade não informada foi alvejado com um disparo de arma de fogo nas costas. Ele foi socorrido em uma viatura da Guarda Civil para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro e depois transferido pelo Samu para o Hospital Regional Tarcísio Maia. 

Policiais da viatura do Ronda Cidadã, cabo Sidney e o soldado Barbosa, da Polícia Militar, foram a UPA e conversaram com a vítima que estava consciente, a respeito do ocorrido. 

Adriano disse que trafegava em sua moto em via pública, quando dois homens de motocicleta se aproximaram e o garupa começou a atirar em sua direção. Ele não soube explicar os motivos do atentado. 

O Médico Intervencionista da ambulância de suporte avançado do Samu que transferiu a vítima para o HRTM, informou que o paciente não corre risco de morrer.



Fonte: Fim a Linha
Leia Mais ››

Carroceiro é assassinado a tiros quando chegava na feira livre na cidade de Upanema

Um homicídio a bala foi registrado na manhã deste sábado 05 de agosto de 2017, na cidade de Upanema, região Oeste do Rio Grande do Norte. 

A vítima conhecida apenas como Zé do Ouro, foi morto a tiros por uma dupa de motocicleta, quando chegava de carroça na feira livre, ao lado do mercando central da cidade. 

A vítima ao ser baleada caiu em cima da carroça e morreu na hora. Após o crime os suspeitos fugiram do local e até o momento não foram identificados. 

A Polícia Civil, que vai investigar o caso, ainda não sabe os reais motivos que levaram os dois homens a matarem Zé do Ouro. O corpo foi removido para exames no ITEP em Mossoró que aguarda a chegada de familiares com a documentação para liberação do cadáver.


Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

Autoridades fecham abatedouro ilegal e apreendem 8 toneladas de frango no RN

Um abatedouro clandestino de aves foi fechado na manhã deste sábado (5) na zona rural de Ceará-Mirim, município da Grande Natal. Ao todo, foram apreendidas 8 toneladas de carne, sendo cinco de animais vivos e três de aves abatidas - acondicionadas no chão.
Segundo a Secretaria de Meio Ambiente do município, o estabelecimento tinha sofrido embargo do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn) em março deste ano, devido às más condições higiênicas, mas continuava funcionando normalmente. A carne era distribuída em toda a região do Mato Grande potiguar.
"Não havia condição sanitária nenhuma para funcionamento", disse a secretária.

Animais abatidos eram depositados no chão em abatedouro ilegal no RN (Foto: Divulgação/ Sec. de Meio Ambiente de Ceará-Mirim)
Animais abatidos eram depositados no chão em abatedouro ilegal no RN (Foto: Divulgação/ Sec. de Meio Ambiente de Ceará-Mirim)

A secretária Rosimeire Dantas afirmou que cerca de 30 toneladas de animais eram abatidas por semana de acordo com estimativas das autoridades locais. Apesar da operação deste sábado, as autoridades municipais e estaduais não conseguiram impedir que três toneladas da carne fossem distribuídas para as feiras livres da região durante a madrugada.
Ninguém foi preso, mas o estabelecimento foi notificado por descumprimento de embargo e por funcionar sem licença ambiental.
Cerca de 1.600 aves vivas serão devolvidas aos aviários de onde foram compradas. As abatidas, entretanto, foram depositados no aterro sanitário do município.
Participaram da operação a Secretaria Ambiental, o Idiarn, a Guarda Municipal, além da Polícia Militar e Polícia Civil.

Cerca de 1.600 aves estavam em abatedouro clandestino na Grande Natal (Foto: Divulgação/ Sec. de Meio Ambiente de Ceará-Mirim)
Cerca de 1.600 aves estavam em abatedouro clandestino na Grande Natal (Foto: Divulgação/ Sec. de Meio Ambiente de Ceará-Mirim)

Fonte: G1
Leia Mais ››

'Vai dar merda com Michel', diz Cunha a Henrique Alves em mensagem


Atualmente presos pela Polícia Federal, os ex-deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) trocaram mensagens em 2012 nas quais falaram sobre repasses de Joesley Batista, dono da JBS. Na conversa, há citação ao nome "Michel", que, segundo o relatório da Operação Catilinárias, provavelmente se refere ao presidente Michel Temer.
Conforme essas mensagens, ao saber que parte dos repasses de Joesley iria para o Rio Grande do Norte, estado de Henrique Alves, em vez de São Paulo, estado de Temer, Eduardo Cunha avisou: "Vai dar merda com Michel". À época da troca de mensagens, Temer era vice-presidente da República.
Pelo relatório, a mensagem indica que atitude de Alves "poderia gerar alguma indisposição" com Temer. À TV Globo, o Palácio do Planalto informou que não vai se manifestar sobre o assunto.
Também à TV Globo, as defesas de Cunha e Henrique Alves informaram que não iriam se manifestar.
Realizada em dezembro de 2015, quando Cunha ainda era presidente da Câmara, a Operação Catilinárias foi deflagrada pela Polícia Federal para evitar que investigados da Lava Jato destruíssem provas. Na ocasião, foram apreendidos bens que, segundo as investigações, poderiam ter sido adquiridos pela prática criminosa.
As mensagens de Eduardo Cunha e Henrique Alves constam da ação cautelar da operação. O relatório foi feito com base no material analisado no celular do ex-deputado.

Montagem mostra os ex-deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) (esq.) e Henrique Alves (PMDB-RN) (dir.) (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil e José Cruz/Agência Brasil)
Montagem mostra os ex-deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) (esq.) e Henrique Alves (PMDB-RN) (dir.) (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil e José Cruz/Agência Brasil)

O relatório
Conforme o relatório da operação, em 22 de agosto de 2012, Henrique Alves enviou mensagem a Cunha na qual afirmou que havia acertado três "convites" com "Joes", dos quais 2 iriam para São Paulo.
Os "convites", segundo o relatório da Polícia Federal, seriam remessas ilegais de dinheiro de "Joes", que seria Joesley Batista. Leia abaixo a transcrição das mensagens.
Henrique Alves: "Joes aqui. Saindo. Confirme dos 3 convites. 2 SP! Disse a ele!"
Eduardo Cunha: "Ou seja ele vai tirar o de sao paulo para dar a vc?"
Eduardo Cunha: "Isso vai dar merda com michel"
Eduardo Cunha: "E ele nao estaria dando nada a mais"
Henrique Alves: "Estranho??"
Eduardo Cunha: "E porque falo por bbm"
Henrique Alves: "E conversa ontem Felipeli?"
Eduardo Cunha: "Amanha sao paulo atarde"
Eduardo Cunha: "Tou atras de otavio"
Eduardo Cunha: "Cheguei na vice vc ta aonde?"
Eduardo Cunha: "Ainda nao consegui falar"
A PF não esclarece o que é "bbm". "Otavio" seria, pelo relatório, Otávio Azevedo, "vinculado à época ao Grupo Andrade Gutierrez". Não há explicação sobre quem seria "Felipeli".
Prisão de ex-deputados
Cunha e Henrique Alves foram presos pela Polícia Federal. No caso de Cunha, ele foi preso em outubro do ano passado.
A decisão foi do juiz Sérgio Moro no processo em que Cunha é acusado de receber propina de contrato de exploração de Petróleo no Benin, na África, e de usar contas na Suíça para lavar o dinheiro.
Já no caso de Henrique Alves, o ex-deputado e ex-ministro foi preso em junho deste ano em uma operação da PF que investigou os crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, em Natal (RN).
Denúncia contra Temer
O presidente Michel Temer foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal pela Procuradoria Geral da República, pelo crime de corrupção passiva. A denúncia foi apresentada com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS.
O STF, contudo, só poderia analisar a denúncia se a Câmara autorizasse, mas, na última quarta (2), 263 deputados votaram contra o prosseguimento do processo e 227, a favor. Ou seja, a denúncia foi rejeitada.
Com isso, a denúncia contra Temer ficará parada até 31 de dezembro de 2018, quando ele deixar a Presidência da República.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Cantor de dupla sertaneja é detido na BA após provocar 2 acidentes e fugir sem prestar socorro a vítimas

O cantor José Fernando Soares, da dupla sertaneja Nando e Lucas, foi detido em flagrante nesta sexta-feira (4) após provocar dois acidentes que deixaram duas pessoas feridas, entre elas uma grávida de três meses, e fugir sem prestar socorro às vítimas, no município de Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia.
O primeiro acidente ocorreu por volta das 8h30, na Rua Senhor do Bonfim, no bairro Mimoso I. O cantor, que estava de carro com a namorada, perdeu o controle do carro e bateu em dois veículos que estavam parados. Em seguida, ainda atingiu o portão de uma casa.
"Eu estava na cozinha e foi quando eu ouvi o primeiro estrondo. Aí logo em seguida, ouvi outro. Eu corri para frente e o carro estava enfiado dentro do portão da minha casa. O cara saiu e botou a mão na cabeça. A moça saiu também e ele falou que era uma briga de casal. Depois, os dois entraram no carro e fugiram", destacou a dona da casa Liliane Amorim.
O segundo acidente ocorreu cerca de duas quadras do primeiro, no cruzamento entre a Rua Manoel Novaes e a Avenida Salvador. Testemunhas disseram que o carro em que o cantor e a namorada estavam invadiu o cruzamento e acabou atingindo o mototaxista Armando Miguel de Jesus, de 42 anos, e a cliente que ele leva na garupa do veículo, Daiana de Jesus Silva, de 22, que está grávida.

Carro de cantor sertanejo foi apreendido após acidente com 2 feridos na BA (Foto: Reprodução/TV Oeste)
Carro de cantor sertanejo foi apreendido após acidente com 2 feridos na BA (Foto: Reprodução/TV Oeste)

Armando e Daiana tiveram ferimentos leves e foram levados para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Armando foi liberado após ser medicado e a mulher, até a noite desta sexta-feira, continuava em observação. Não há informações atualizadas sobre o estado de saúde da mulher.
O cantor fugiu do local sem prestar socorro às duas vítimas, segundo a polícia, mas foi seguido por outros mototaxistas colegas de Armando e localizado e preso pela Polícia Militar no condomínio onde mora, na cidade. O carro dele, encontrado amassado após os acidentes, foi apreendido.
Revoltados, os mototaxistas realizaram um protesto em frente a delegacia da cidade, para o onde o cantor foi levado. Após ser ouvido e pagar fiança de dois salários mínimos, José Fernando Soares foi solto. No entanto, conforme a polícia, vai responder por lesão corporal, omissão de socorro e danos materiais. Um exame foi solicitado para saber se ele estava bêbado.
Em nota, a defesa do cantor José Fernando disse que o cliente não ingeriu bebida alcoólica e que ele não ficou no local do acidente para prestar socorro às vítimas porque temeu por sua segurança.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Por causa de 'nudes', secretário de Saúde manda matar biólogo com quem teve relação gay e é preso

Secretário de saúde será transferido para Porto Velho (Foto: Prefeitura Espigão D'Oeste/Divulgação)O secretário municipal de Saúde de Espigão D’Oeste (RO), Eduardo Bezerra da Cruz, foi preso nesta sexta-feira (4) por ter mandado assassinar a tiros o ex-amante por causa de uma 'nudes'. O crime foi na tarde da última quarta-feira (2). Conforme a Polícia Civil, Eduardo decidiu matar o biólogo de 32 anos porque a vítima estava ameaçando divulgar as fotos íntimas do servidor.
Eduardo Cruz, além da função de secretário de saúde, é policial militar reformado.
Após ser preso o secretário negou o crime, porém confessou que era chantegeado pela vítima por causa das "nudes" e que, no passado, já teve um relacionamento extraconjugal e homoafetivo com o biólogo.
O suspeito de executar o crime também foi preso e confessou que matou a vítima a mando do secretário.

Vítima foi atingida com pelo menos duas perfurações arma de fogo (Foto: Evisson Borges/Arquivo pessoal)
Vítima foi atingida com pelo menos duas perfurações arma de fogo (Foto: Evisson Borges/Arquivo pessoal)

Em entrevista, o diretor do Departamento de Polícia do Interior, Arismar Araújo de Lima, revelou que o suspeito de atirar na vítima foi preso em Cacoal (RO), e confessou que cometeu o crime a mando do secretário de saúde de Espigão D’Oeste, Eduardo Bezerra da Cruz.
“O Eduardo teria dito a ele que a vítima tinha umas fotos íntimas dele (secretário) e uma familiar da própria vítima, e estava o chantageando, por isso ele decidiu contratar o suspeito para matar o biólogo”, revela.

O secretário, segundo a polícia, teria atraído a vítima até o local do crime, onde o executor estava o esperando, escondido no mato e depois o executou a tiros.

Delegado fala sobre´prisão (Foto: Portal Espigão/Reprodução)
Delegado fala sobre´prisão (Foto: Portal Espigão/Reprodução)

“Pelo relato do executor, Eduardo atraiu o biólogo até a Linha Bandarra, na zona rural, onde o executor já estava esperando. Após a vítima descer do veículo, o secretário encaminhou a vítima em direção do suspeito que o executou no local com disparos de arma de fogo”, explica.
De acordo com o delegado Frank Lopes que trabalha no caso, o suspeito de ser o executor do assassinato ficou hospedado em um hotel da cidade, antes e depois do crime.
“Segundo o suspeito, o secretário Eduardo pegou ele em um hotel em Espigão, levou até o local do crime e o deixou esperando a vítima. Como Eduardo já tinha mostrado uma foto do biólogo para ele, o homem executou o rapaz e retornou para o hotel, onde entregou a arma para o secretário. Temos o recibo da diária paga ao suspeito no hotel. Além das imagens que mostram que os dois suspeitos estiveram no local”, aponta.
Os dois suspeitos tiveram a prisão preventiva decretada.
“O Eduardo Bezerra, por ser policial militar será transferido para Porto Velho, onde permanecerá preso. O outro envolvido foi transferido de Cacoal para Espigão D’Oeste, onde deve ficar à disposição da Justiça. A polícia continuará trabalhando para elucidar todos os detalhes do caso, entre eles se teve ou não a participação de uma terceira pessoa no crime”, declara o delegado.

De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura de Espigão D’Oeste, Eduardo Bezerra, pediu exoneração do cargo de secretário após o ocorrido.
O G1 não conseguiu falar com a defesa dos suspeitos pelo crime.
A prefeitura de Espigão D'Oeste divulgou uma nota oficial por causa do ocorrido.
Lei na íntegra abaixo:
A Prefeitura Municipal de Espigão do Oeste, vem a público comunicar que ainda no dia de ontem (03), o ex-secretário de saúde municipal Eduardo Bezerra da Cruz, pediu exoneração do seu cargo, em virtude dos acontecimentos.
A servidor Edna Schultz que era secretária adjunta, assume o cargo de Secretária Municipal da Saúde em caráter provisório, até que uma nova decisão seja tomada referente a pasta.
Neste momento difícil, o Prefeito Nilton Caetano e seu vice Waltinho Lara em nome de toda a Administração Participativa, manifestam sua solidariedade para com as famílias envolvidas.
Nilton Caetano
Prefeito Municipal
Walter Lara
Vice-prefeito Municipal

Fonte: G1
Leia Mais ››

Mercosul suspende direitos políticos da Venezuela por 'ruptura da ordem democrática'

Suspensa do exercício de membro do Mercosul desde dezembro por descumprir obrigações com as quais se comprometeu em 2012, a Venezuela agora recebeu uma nova sanção por "ruptura da ordem democrática".
A decisão foi aprovada por unanimidade e anunciada neste sábado (5), após uma reunião em São Paulo, da qual participaram representantes do Brasil, da Argentina, do Uruguai e do Paraguai, os quatro países fundadores do bloco.
Com a medida, a reintegração da Venezuela fica mais complicada. Mesmo que passe a cumprir todos os outros compromissos fundamentais previstos no protocolo de sua adesão ao bloco, o Mercosul só voltará a incorporar a Venezuela depois de "restaurada a ordem democrática", afirmou o documento da reunião.

Reunião em São Paulo decidiu suspender direitos políticos da Venezuela no Mercosul (Foto: Gabriela Bazzo/G1)
Reunião em São Paulo decidiu suspender direitos políticos da Venezuela no Mercosul (Foto: Gabriela Bazzo/G1)

"Desde que o governo venezuelano enveredou por um caminho que o levou a se afastar cada vez mais da democracia, nossos países, em diversas instâncias, manifestaram preocupação", afirmou o chanceler brasileiro Aloysio Nunes.
A decisão foi baseada na cláusula do Protocolo de Ushuaia, assinado em 1996, que afirma que os países do bloco devem respeitar a democracia.

Irene Mendonza leva seu protesto contra mortes de jovens na Venezuela (Foto: Gabriela Bazzo/G1)
Irene Mendonza leva seu protesto contra mortes de jovens na Venezuela (Foto: Gabriela Bazzo/G1)

A medida coloca o governo de Nicolás Maduro em uma situação ainda mais isolada em relação aos seus pares latino-americanos.
O comunicado não prevê sanções comerciais, mas cada país pode decidir por retaliações próprias conforme seus acordos bilaterais.
"Não importa o que se perca de comércio. O que estamos a dizer aqui é: você não pode matar seu povo, não pode cassar direito", afirmou o chanceler argentino Jorge Faurie.
Segundo Nunes, o Brasil não suspenderá a exportação de alimentos para a Venezuela, porque agravaria a crise humanitária. O protocolo de Ushuaia não prevê a expulsão de um membro do Mercosul.
"Queremos que a Venezuela volte. Esse é o objetivo. Queremos que ela se reencontre com a democracia", afirmou o chanceler brasileiro.

Reunião do Mercosul em São Paulo  (Foto: Gabriela Bazzo/G1)
Reunião do Mercosul em São Paulo (Foto: Gabriela Bazzo/G1)

Declaração de Maduro
Em pronunciamento à Rádio Rebelde da Argentina, Maduro afirmou que "nunca vão tirar a Venezuela do Mercosul". "Somos Mercosul de alma, coração e vida. Algumas oligarquias golpistas, como a do Brasil, ou miseráveis, como a que governa a Argentina, poderão tentar mil vezes, mas sempre estaremos aí", disse.
Ele também acusou o presidente argentino Mauricio Macri de estimular um bloqueio comercial e político contra seu país.
"O Macri não só destrói o povo e agride a classe trabalhadora argentina (...), mas também é a ponta de lança da agressão e agora o porta-bandeira da busca por um bloqueio econômico, financeiro, comercial e político como o que fizeram a Cuba nos anos 60", afirmou.

Tentativa de diálogo
Ao assumir a presidência temporário do bloco, em julho deste ano, o presidente Michel Temer afirmou que os países que integram o Mercosul reconheceram uma “ruptura” democrática na Venezuela.
Daquela reunião saiu um comunicado em que os países pediam o restabelecimento da ordem institucional e que o governo de Maduro e a oposição iniciassem um diálogo para um "arranjo político crível".
O governo brasileiro iniciou então a fase de consultas, em que a Venezuela foi chamada a se pronunciar sobre a decisão do Mercosul.
O presidente venezuelano foi consultado sobre a possibilidade de abrir diálogo com a oposição em uma reunião no Brasil, com a intermediação do Mercosul, mas recusou.
"Não tomamos essa decisão com alegria. Gostamos e respeitamos a Venezuela, que já acolheu pessoas que fugiam de ditaduras. Espero que possamos chegar à estabilidade o mais cedo possível", afirmou Rodolfo Nin Novoa, ministro do Uruguai.

Blanca Montilla mora há 10 anos no Brasil e comemorou a decisão do Mercosul (Foto: Gabriela Bazzo/G1)
Blanca Montilla mora há 10 anos no Brasil e comemorou a decisão do Mercosul (Foto: Gabriela Bazzo/G1)

Situação na Venezuela
A crise venezuelana entrou em uma nova etapa com a instalação nesta sexta-feira da Assembleia Constituinte que vai reescrever a Constituição. O governo afirma que trará paz ao país, mas a oposição, que não lançou candidatos, denuncia que ela foi convocada para perpetuar Maduro no poder.
A posse dos constituintes, todos chavistas, ocorre após quatro meses de protestos opositores, que já deixaram mais de 100 mortos. Durante os protestos, multiplicaram-se as denúncias de violações dos direitos humanos por parte das forças de ordem, acusadas pelos opositores de exercer uma "forte repressão".

O confronto entre poderes é constante desde janeiro de 2016, quando a coalizão Mesa da Unidade Democrática (MUD) assumiu o controle do Legislativo após 17 anos de hegemonia chavista.

A Venezuela reduziu drasticamente as importações, gerando uma severa escassez de alimentos e medicamentos.
O país também tem a inflação mais alta do mundo, que o FMI projeta em 720% para 2017. Maduro atribui o colapso a uma "guerra econômica" de empresários de direita pra derrubá-lo, apoiada pela oposição e pelos Estados Unidos.

Há 15 anos no Brasil, Geraldo Garcia lamentou a violação dos direitos humanos em seu país de origem (Foto: Gabriela Bazzo/G1)
Há 15 anos no Brasil, Geraldo Garcia lamentou a violação dos direitos humanos em seu país de origem (Foto: Gabriela Bazzo/G1)

Constituinte
Governos de vários países, entre os quais o do Brasil, condenaram a eleição para a Constituinte. Em nota, o Itamaraty pediu a suspensão da Constituinte.
O Ministério de Relações Exteriores brasileiro afirmou que o governo venezuelano não respeitou o desejo de seu povo e lamentou que os pedidos da comunidade internacional para que a eleição fosse cancelada não tenham sido atendidos.
As eleições da Constituinte foram salpicadas por denúncias da Smartmatic - empresa que deu o suporte tecnológico ao pleito - de que o dado de participação foi inflado pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE) em um milhão de eleitores (o organismo reportou oito milhões). A suposta fraude é investigada pelo Ministério Público.
Venezuela no Mercosul
A Venezuela foi admitida no Mercosul em 2012, em uma manobra dos governos de Dilma Rousseff e Cristina Kirchner, da Argentina. Depois da suspensão temporária do Paraguai, causada pelo impeachment do ex-presidente paraguaio Fernando Lugo, Brasil e Argentina convenceram o Uruguai a acelerar a admissão da Venezuela, que só dependia da aprovação do Congresso paraguaio.
O país entrou oficialmente no bloco em dezembro do mesmo ano e, depois de ser readmitido, o Congresso do Paraguai, em uma negociação tocada pelo presidente Horácio Cartes, concordou em aprovar sua admissão para regularizar a situação.
A Venezuela, no entanto, descumpriu a maior parte dos prazos de adesão ao bloco, especialmente nas questões econômicas. O problema foi a solução encontrada por Brasil, Paraguai e Argentina, para evitar que o país assumisse a presidência temporária do bloco em julho deste ano, como deveria ter acontecido, e abriu caminho para a suspensão.
Protestos
Em frente à prefeitura, um grupo de cerca de 20 venezuelanos se reuniu para protestar contra o governo de Maduro e para saudar a decisão do Mercosul em suspender o país do bloco. Geraldo Garcia, venezuelano que vive no Brasil há 15 anos, veio ao protesto pedir a saída do país. "Vim exigir a saída da Venezuela do bloco, pela sistemática violação dos direitos humanos."

Uma das mulheres presentes no protesto carregava uma cruz com uma lista de nomes. "Essa cruz representa todas as pessoas caídas durante os mais de 120 dias de protestos. As pessoas que estão sendo assassinadas por estarem contra essa ditadura que temos na Venezuela", afirmou Irene Mendonza, que classifica o governo de Maduro como "completamente ilegítimo".
Também a venezuelana Blanca Montilla, que mora há 10 anos no Brasil, foi ao protesto motivada pela ação mais contundente dos países da região. "Essa sanção vem como uma posição bastante firme no reconhecimento de que nosso país não vive uma democracia".
Os irmãos e a mãe de Blanca seguem na Venezuela, em Caracas e Valencia. "A coisa mais terrível que existe é a situação lá hoje em dia. Há muita dificuldade em encontrar comida", diz.
"Da última vez que eu fui para a Venezuela, há um ano, tive que levar uma mala com coisas básicas como sabonete, desodorante, medicamentos, muitos medicamentos que não se encontram lá. A situação realmente é bem difícil", lembra.


Fonte: G1
Leia Mais ››

Conselho de Segurança da ONU impõe novas sanções à Coreia do Norte

Embaixadore do Conselho de Seguranã da ONU votam neste sábao (5) em sanções contra a Coreia do Norte (Foto: EDUARDO MUNOZ ALVAREZ / AFP)O Conselho de Segurança da ONU aprovou por unanimidade neste sábado (5) uma resolução com novas sanções à Coreia do Norte, após dois testes de mísseis balísticos intercontinentais que o país realizou em julho. Segundo a agência Reuters, as novas sanções poderão reduzir em até um terço a receita de exportação anual do país, que é de US$ 3 bilhões.
A resolução, que foi apresentada pelos Estados Unidos, proíbe as exportações norte-coreanas de carvão, ferro, minério de ferro, chumbo, minério de chumbo e frutos do mar. O texto também proíbe que países aumentem o número de profissionais norte-coreanos que trabalham no exterior, a formação de novas joint ventures com a Coreia do Norte e qualquer novo investimento em joint ventures atuais. O resolução ainda acrescenta 9 indivíduos e 4 entidades norte-coreanas à lista negra da ONU, incluindo o principal banco de câmbio do país, sujeitando-os a congelamento global de ativos e proibição de viagem ao exterior.
A embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, afirmou durante a reunião que as novas medidas implicam em ações que terão um impacto forte sobre a Coreia do Norte em resposta a uma escalada armamentícia que "tem que parar". Após a aprovação das novas sanções, Haley disse que esse é "o maior pacote econômico já aprovado contra o regime da Coreia do Norte".
Mais tarde, o presidente americano Donald Trump afirmou pelo Twitter que as sanções aprovadas terão "um impacto financeiro muito grande". "O Conselho de Segurança das Nações Unidas acaba de votar e sancionar a Coréia do Norte. China e Rússia votaram conosco. Impacto financeiro muito grande!", escreveu.
Pacotes sucessivos de sanções impostos pela ONU desde um primeiro teste nuclear norte-coreano em 2006 não conseguiram dissuadir o país de desenvolver seu programa armamentista. O Conselho de Segurança da ONU é composto por cinco membros permanentes - China, Estados Unidos, França, Rússia e Reino Unido - e 10 não permanentes.
O que se sabe sobre a capacidade militar da Coreia do Norte
A proposta de resolução foi apresentada após um mês de negociações entre EUA e China, o principal aliado da Coreia do Norte no Conselho de Segurança, com o objetivo de tentar obter um acordo para responder ao teste de Pyongyang no início de julho. De acordo com a agência Efe, as discussões foram realizadas sob grande sigilo e avançaram muito lentamente, o que deu tempo para a Coreia do Norte testar um novo míssil balístico na semana passada.
Na reunião deste sábado, o embaixador da China, Liu Jiejy, pediu que se interrompa a operação do sistema de defesa antimísseis Thaad instalado pelos EUA na Coreia do Sul e que alguns de seus equipamentos essenciais sejam desmontados. “A operação do sistema Thaad não vai trazer uma solução para o problema dos lançamentos de mísseis e testes nucleares (da Coreia do Norte)”, disse Liu no Conselho. Ele também pediu à Coreia do Norte que “deixe de fazer ações que podem escalar ainda mais as tensões”.

Uma mulher observa uma TV de uma estação ferroviária de Seul, na Coreia do Sul, que mostra imagem de um lançamento de míssil balístico da Coreia do Norte (Foto: Jung Yeon-Je / AFP Photo)
Uma mulher observa uma TV de uma estação ferroviária de Seul, na Coreia do Sul, que mostra imagem de um lançamento de míssil balístico da Coreia do Norte (Foto: Jung Yeon-Je / AFP Photo)

Desde o início do processo, a Rússia se mostrou crítica, questionando a conveniência de aumentar as sanções sobre o regime norte-coreano. Moscou mantém diferenças com os países do Ocidente sobre a análise técnica dos últimos testes norte-coreanos. Enquanto a maior parte da comunidade internacional considera que os projéteis disparados são mísseis balísticos intercontinentais, capazes, por exemplo, de alcançar o Alasca, Moscou fala de foguetes de médio alcance, parecidos com outros testados anteriormente.
Testes de mísseis balísticos intercontinentais
Em 2016, a Coreia do Norte executou dois testes nucleares, que elevaram a preocupação internacional com o seu programa atômico. Desde então, Pyongyang testou vários mísseis de transporte de ogivas. O objetivo é construir um míssil balístico intercontinental capaz de alcançar o território americano.
A rede americana CNN, citando uma fonte, afirma que os EUA acreditam que a Coreia do Norte poderá lançar um míssil balístico intercontinental (ICBM) com capacidade nuclear no início de 2018.
No dia 4 de julho, a Coreia do Norte lançou um míssil balístico intercontinental que, segundo o país, era "capaz de alcançar qualquer parte do mundo". Segundo a emissora estatal KCTV, o míssil, batizado como Hwasong-14, alcançou uma altura máxima de 2.802 km e percorreu 933 km em 39 minutos e caiu no Mar do Japão. O líder norte-coreano, Kim Jong-un, deu pessoalmente a ordem para lançar o projétil, disse a KCTV.
O teste represnetou um grande avanço dentro do programa armamentista norte-coreano, que pretende desenvolver mísseis ICBM capazes de equipar bombas nucleares e alcançar o território americano.
No dia 28 de julho, Pyongyang lançou outro míssil balístico intercontinental que percorreu 1.000 km antes de cair no Mar do Japão, em sua zona econômica exclusiva.
Os testes foram fortemente condenados pela comunidade internacional.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Corinthians bate Sport, fecha turno quase perfeito e segue colecionando recordes

O Corinthians não se cansa de vencer e quebrar recordes neste Campeonato Brasileiro. Neste sábado, em Itaquera, o líder derrotou o Sport por 3 a 1 e fechou o primeiro turno com 82,5% de aproveitamento e 47 pontos. Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique fizeram os gols alvinegros. Thallyson descontou para os pernambucanos.


NA TABELA
Após abrir a 19ª rodada da competição nacional o Timão abriu 11 pontos de vantagem para o Grêmio, atual segundo colocado, que joga neste domingo, em casa, contra o Atlético-MG. Já o Sport pode cair fora do G-6: os pernambucanos têm 28 e torcem para o Cruzeiro, com 26, não ganhar do 

DESTAQUE
VEJA OS QUATRO GOLS
Timão abre 3 a 0, e Leão faz o gol de honra no fim.

QUE TURNO!
Com 47 pontos conquistados em 19 jogos, o Timão consolidou a melhor campanha de um primeiro turno desde que o Brasileirão por pontos corridos passou a ter 20 times, em 2006. Mais: igualou o Cruzeiro-2003, que fez a mesma pontuação, mas com quatro jogos a mais na primeira parte do campeonato.


QUE SEQUÊNCIA!
Outro recorde: agora são 19 jogos sem perder no Brasileirão, a melhor marca dos pontos corridos – o Corinthians superou o Atlético-PR-2004 e o São Paulo-2008. Contando todas as competições, o Timão chegou a 34 partidas de invencibilidade, mirando o recorde histórico do clube: 37 em 1957.


PRIMEIRO TEMPO
O Corinthians começou arrasador: aos 5 minutos, Rodriguinho quase abriu o placar; aos 8, Guilherme Arana balançou as redes; aos 17, Romero também fez um gol, bem anulado por impedimento. Depois disso, o jogo ficou equilibrado. O Sport tinha mais a bola, mas não conseguia criar. Perigo de verdade, só o Timão, em contra-ataques no fim.


LENÇOL
Aos 19 da etapa inicial, em jogada no meio de campo, Diego Souza recebeu a bola rasteira e, com um toque de categoria, jogou-a por cima de Fagner, completando a jogada do outro lado.

SEGUNDO TEMPO
Logo com 19 segundos, Rodriguinho fez um golaço. A situação era tão confortável que os donos da casa fizeram a primeira falta no jogo aos 9 minutos, com Jô – foram duas faltas cometidas no total. Vanderlei Luxemburgo mexeu no Leão, mas a equipe de Fábio Carille continou dominante. Pedro Henrique aumentou a vantagem, e Thallyson diminuiu.



PRÓXIMOS JOGOS
O Corinthians só volta a jogar pelo Brasileirão no dia 19, contra o Vitória, na Arena, pela 21ª rodada - o jogo de abertura do segundo turno foi adiado por causa da excursão internacional da Chapecoense. Pela 20ª rodada, no próximo domingo, o Sport recebe a Ponte Preta na Ilha do Retiro.

Fonte: Globo Esporte
Leia Mais ››

Em noite de homenagens para Abel, Fluminense vence o Atlético-GO, no Maracanã

Em uma noite marcada por belas e merecidas homenagens ao técnico Abel Braga, no Maracanã, o Fluminense fez 3 a 1 no Atlético-GO, e, depois de três jogos, voltou a vencer no Campeonato Brasileiro.

COMO FICA?
Com o resultado, o Fluminense chega aos 28 pontos e dorme na oitava colocação. Lanterna, o Atlético-GO permanece com apenas 12. Na próxima rodada, o Tricolor visita o Santos. Já o Dragão recebe o Coritiba.

Antes disso, o Fluminense enfrenta a Ponte Preta, na quarta-feira, em jogo adiado pela 17ª rodada.

PURA EMOÇÃO
Antes da bola rolar, a torcida do Fluminense exaltou o seu treinador o chamando de "Guerreiro". Emocionado, ele agradeceu o carinho. Após a homenagem, o árbitro concedeu um minuto de silêncio pela morte de João Pedro Braga, filho de Abel Braga.

PRIMEIRO TEMPO DE TRÊS GOLS
Mesmo atuando fora de casa, o Atlético-GO começou melhor. Comandado pelo atacante Walter, o time surpreendeu com um sistema de jogo mais ofensivo. Mas foi o Fluminense que abriu o placar. Aos 14 minutos, Wellington Silva passou por três defensores, e a bola sobrou para Wendel, que cortou o zagueiro e tocou na saída do goleiro Felipe Garcia.

O Fluminense teve apenas nove minutos para comemorar. Aos 23, Walter dominou dentro da área e tocou para Paulinho. Henrique se antecipou, mas acabou se atrapalhando com a bola e deixou livre para o próprio Paulinho empatar. O jogo ficou equilibrado, mas Wellington fez questão de aliviar a tensão dos torcedores. O atacante recebeu na entrada da área, cortou para o meio e colocou no canto para fazer o segundo.


DOURADO FAZ O 10° NO BRASILEIRO
Diferente da primeira etapa, o Fluminense voltou melhor no segundo tempo. Logo aos 12, Marlon cruzou pela esquerda, e Henrique Dourado pegou de primeira para aumentar o placar e chegar ao 10° gol no Campeonato Brasileiro. O Atlético-GO ainda tentou diminuir, mas não conseguia finalizar com precisão, principalmente após ficar com um jogador a menos em campo. Roger sentiu o pé esquerdo e saiu. O técnico João Paulo Sanches já havia feito as três substituições.


Fonte: Globo Esporte
Leia Mais ››

Neymar quebra protocolo, arrisca francês e leva torcida ao delírio em apresentação

Neymar quebra protocolo, arrisca francês e leva torcida ao delírio em apresentaçãoNeymar pode não ter sido liberado para fazer sua estreia pelo Paris Saint-Germain, mas foi a grande estrela no Parque dos Príncipes neste sábado. Antes de a bola rolar para o confronto com o Amiens, pela primeira rodada do Campeonato Francês, o novo camisa 10 do clube apareceu no campo e foi apresentado à torcida, que lotou o estádio para ver o ídolo. Muito sorridente, o brasileiro quebrou o protocolo ao tirar a camisa e a jogar para os fãs, chegou a arriscar palavras em francês e foi presenteado com o canto de seu nome ao som de "Aquarela do Brasil". Após o evento, a bola rolou no estádio.
Em entrevista ao repórter Tino Marcos, logo depois do evento, Neymar mostrou-se emocionado e agradeceu pela festa dos torcedores em sua chegada a Paris, depois de quatro anos no Barcelona.
- Inexplicável. A sensação que tive agora foi de arrepio a todo momento. Já imaginando conquistas e vitórias aqui. O carinho que recebi foi surreal. Estou muito contente, e agora estou com gana de poder jogar e fazer essa torcida muito feliz - prometeu Neymar.
Questionado se ficou desapontado por não jogar, o craque foi sincero.
- Sim. Estava com vontade de jogar já com meus companheiros. Mas vai ter o momento certo. Na próxima semana eu já devo jogar - disse Neymar ao repórter Tino Marcos.
Pouco antes, o craque disse para a transmissão oficial da Ligue 1 que não esperava tamanho carinho.
- Não tinha ideia do que seria. É um dia mágico pra mim. Está sendo maravilhoso, melhor do que eu esperava. Agradeço o carinho da torcida que me arrepiou a todo momento. Merci! - disse para o microfone oficial da Ligue 1, seguindo depois para tribuna, onde, de roupa trocada, assistiu ao jogo do PSG contra o Amiens.

Neymar entre seu pai, mãe, encoberta, e parça no Parc des Princes durante PSG x Amiens (Foto: REUTERS/Christian Hartmann)
Neymar entre seu pai, mãe, encoberta, e parça no Parc des Princes durante PSG x Amiens (Foto: REUTERS/Christian Hartmann)

Euforia no Parque dos Príncipes
O novo astro do PSG foi convocado para aparecer no gramado pelo presidente do clube Nasser Al-Khelaifi, que tentou iniciar seu discurso ao lado do jogador, mas foi interrompido pela euforia da torcida, que cantava o nome de Neymar insistentemente. Quando recebeu o microfone, a grande estrela do evento mostrou simpatia ao arriscar palavras em francês. Primeiro, disse "merci" ("obrigado", em português"), e na sequência voltou a falar sobre seu desejo de fazer história em Paris. Para encerrar, mais duas frases em francês, que levaram o público ao delírio: "PSG est magique" ("PSG é mágico") e "Ici c'est Paris" ("Isto é Paris").

Neymar entra em campo em grande estilo (Foto: EFE/EPA/CHRISTOPHE PETIT TESSON)
Neymar entra em campo em grande estilo (Foto: EFE/EPA/CHRISTOPHE PETIT TESSON)

Após uma rápida exibição de habilidade no palco montado no centro do campo, Neymar iniciou uma volta ao redor do campo, saudando os torcedores e chutando bolas para a arquibancada. Acompanhado de dezenas de crianças, o astro se mostrou muito sorridente e rodou todo o campo pacientemente - enquanto seus pais, Neymar e Nadine, acompanhavam das tribunas. Em um momento de emoção, o atacante parou para observar atentamente a festa dos torcedores, que o brindaram ao gritar seu nome na melodia de "Aquarela do Brasil", um sucesso da MPB conhecido mundialmente.
Para retribuir, Neymar quebrou o protocolo: tirou a camisa, correu em direção às arquibancadas e a lançou para os fãs, que novamente gritaram muito. Na sequência, deixou o gramado sem a parte de cima do uniforme, que logo foi resposta para que o jogador pudesse conceder novas entrevistas à imprensa mundial.
O astro já havia sido apresentado como atleta do PSG na última sexta-feira, em uma entrevista coletiva ao lado do presidente do clube, Nasser Al-Khelaifi. Na ocasião, Neymar deixou claro que estava à disposição e gostaria de fazer sua estreia já neste sábado. Porém, a documentação que autorizaria o brasileiro para entrar em campo não foi liberada pelo Barcelona, que ainda aguardava o dinheiro da multa rescisória de € 222 milhões (R$ 820 milhões) entrar em sua conta bancária. A expectativa do PSG era que a o clube catalão fizesse a liberação, através de um sistema online, ainda na madrugada deste sábado, mas não houve tempo hábil.

Fonte: Globo Esporte
Leia Mais ››