RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

segunda-feira, março 11, 2013

Rodolfo Fernandes: Policia Militar Realiza Operação Pente Fino.


Durante todo o dia deste domingo (10/03/2013), os policiais militares das cidade de Severiano Melo (sob o comando do Sargento Edesio), Itaú (sob o comando do Sargento Xavier), e Rodolfo Fernandes (sob o comando do Cabo Edimar), realizarão uma operação denominada “Pente Fino” na cidade de Rodolfo Fernandes, que tinha como objetivo fiscalizar os Bares e a Feira Livre daquela cidade.

Cabo Edimar Comandante do Destacamento de Rodolfo Fernandes


Essa operação é voltada para garantir a segurança dos festejos alusivos a São Jose, coibindo a entrada de drogas, circulação de veículos irregulares, e pessoas portando armas de fogo.


A Policia Militar de Rodolfo Fernandes disponibilizar os seguintes telefones: (84) 3373-3890 / 9607-2080, para a população denunciar e repassa informações sobre qualquer tipo de crime que esteja ocorrendo ou possa ocorrer naquele município.

Imagens dos Locais Abordados








Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Apodi: ROCAM apreende elemento armado com faca peixeira.


Por volta das 18:00hs da tarde deste domingo (10/03/2013), uma equipe de policiais militares da Equipe da Ronda Ostensiva Com Apoio Motorizado (ROCAM), composta pelos Soldados Marcos Gil e Eudinesio, em patrulhamento no Bairro Lagoa Seca se depararam com a pessoa de Romivaldo Dantas Ramalho, mais conhecido por “ Gogo”, 24 anos, que ao ser abordado, foi constatado que o mesmo estava portando uma faca peixeira. 

Acusado: Romivaldo Dantas Ramalho "Gogo"


Segundo os policiais militares o acusado vem sendo denunciado, através do telefone 190, por varias ameaças e pequenos Roubos a pessoas. O acusado encontra-se em liberdade condicional, por outros crimes cometidos. O mesmo foi entregue na DP de Apodi para ser feito os procedimentos cabíveis.

Se você foi uma das vitimas desse elemento, na foto acima, procure a DP de Apodi, para ser feito o procedimento contra o mesmo.

Reprodução Cidade News Itaú via F5 Apodi
Leia Mais ››

Pastor com oito mandados de prisão é preso quando fugia da Paraíba


pastor
Policiais da Delegacia de Defraudações de João Pessoa prenderam na madrugada desta segunda-feira (11), o pastor Paulo Henrique Silva Freitas e sua esposa Jeane Santos Nunes, acusados de estelionatos. O casal foi preso na cidade de Caruaru, em Pernambuco, por força de 8 mandados de prisão. Eles foram presos na semana passada na Capital paraibana quando aplicam golpes da casa própria em bairros nobres de João Pessoa.

De acordo com o delegado Gustavo Carllito, a prisão do casal ocorreu novamente após a polícia paraibana ser informada de que Paulo Henrique e Jeane Santos estavam sendo procurados em outros estados.

“Eles foram presos na última quarta (6), em João Pessoa, e liberados na quinta (7). Como o sistema estava fora do ar, não conseguimos ter informações sobre a ficha criminal deles. Na sexta (8), o Infoseg voltou a funcionar, daí constatamos que o casal estava sendo procurado nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo”.

Ainda de acordo com o delegado, o setor de investigação da Polícia Civil começou a rastrear o casal e recebeu informação de que Paulo Henrique e Jeane Santos estavam em um ônibus que saiu de Campina Grande com destino a Salvador.

“De posse da informação, a gente montou uma operação e conseguimos interceptar o ônibus na cidade de Caruaru, em PE. Eles foram presos dentro do coletivo e não resistiram à prisão”, disse o policial civil.

Gustavo Carllito comentou que após serem soltos, os acusados de estelionato tentaram se esconder em várias cidades paraibanas. “Para despistar a polícia, o casal se escondeu em João Pessoa, Solânea e Campina Grande”.

O delegado informou que pelo menos 300 pessoas foram lesadas pelo trio, com a promessa de que pagando o valor referente ao cadastro na lista de espera, teriam a oportunidade de comprar uma casa no valor de R$ 50 mil, localizada em condomínios nos bairros do Bessa ou Altiplano.

Paulo Henrique e Jeane Santos estão presos na Central de Polícia em João Pessoa e serão apresentados à imprensa na manhã desta segunda-feira (11), durante entrevista coletiva.

Prisão

Na última quarta-feira (6), o casal foi preso em um escritório que supostamente funcionava como agência de turismo no Bairro dos Estados, onde o pastor estava acompanhado de um casal que também participava dos golpes. No local foram apreendidos documentos que podem comprovar a fraude.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Líderes do PMDB lançam candidatura de Garibaldi contra Rosalba em 2014



O evento das entidades de classe em homenagem ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB), foi palco para o lançamento da candidatura do ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB) a governador do Estado, nas eleições do próximo ano. Lideranças nacionais do PMDB, presentes ao evento, confirmaram que o PMDB terá candidato a governador no Rio Grande do Norte e apontaram o nome do ministro como o mais provável representante da legenda na disputa pelo governo do Estado em 2014.

O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, deputado Eduardo Cunha (RJ), confirmou deliberação nacional da legenda para que o PMDB lance candidaturas próprias nos estados. “Nosso objetivo é que o PMDB tenha candidatos em todos os estados, inclusive aqui no RN”, afirmou Cunha, em entrevista a O Jornal de Hoje. Cunha disse acreditar na candidatura de Garibaldi a governador, afirmando que o PMDB potiguar hoje é forte no cenário político, tem o presidente da Câmara e um ministro de estado e que, por isso, não pode se furtar a lançar candidato.

“Claro que aqui a posição do deputado Henrique e do ministro Garibaldi vão ser decisivas. Será deles essa decisão inicial. Mas eu acredito na candidatura do ministro Garibaldi a governador”, disse Cunha.

Segundo o líder peemedebista, Garibaldi foi governador e, embora diga que não quer o cargo, é uma grande liderança. “O PMDB precisa, para se fortalecer, ter candidaturas em todos os estados. E aqui é um estado importante. É o estado que tem o presidente da Câmara dos Deputados, e tem o ministro de Estado, não pode se furtar ao embate. Time que não joga não tem torcida”, defendeu.

E o nome de Henrique? “Henrique é um nome para qualquer coisa, até para governador. Mas, acho que Henrique já se manifestou que não quer”, adiantou Cunha. “Mas, se ele quiser, com certeza absoluta será o nome”, ponderou.

Sobre a aliança do PMDB com o DEM no RN, Eduardo Cunha declarou que o PMDB é um partido muito liberal, que vive das suas federações e que, cada estado tem a sua realidade e não pode fugir da realidade de cada estado. “Aqui não é exceção. Houve outros estados em que isso também aconteceu. Mas cada um sabe o que é melhor para si. Mas o que é nacional é que nessas próximas eleições nós teremos candidatos próprios. E quem puder se aliar, que venha, que sempre será bem-vindo”.

TRADIÇÃO

O ministro de Assuntos Estratégicos, ex-governador do Rio de Janeiro, Moreira Franco (PMDB), disse a O Jornal de Hoje, momentos antes de discursar, que “mais que qualquer outro estado, aqui no RN o PMDB tem tradição” de lançar candidato a governador. “Temos bons candidatos, e, sobretudo, um deles, que é o Garibaldi, que vai contribuir para fortalecer a posição do partido no plano nacional e, evidentemente, continuar ajudando o RN. Então, essa orientação foi tirada na convenção e nós vamos trabalhar para que ela seja cumprida no país inteiro, criando condições políticas para isso”.

No RN, Moreira Franco disse que “essas condições políticas já existem porque temos um bom candidato. Agora é trabalhar para gerar um ambiente de alianças e de coligação que adense e que fortaleça mais a candidatura do PMDB”.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, foi mais ponderado ao ser abordado sobre candidatura, afirmando que a decisão caberá ao PMDB local. Entretanto, ele foi enfático ao declarar a necessidade de crescimento da legenda. “O PMDB local, regional vai decidir, nós queremos que o nosso partido cresça, mas as decisões, de acordo com as convicções e conveniências políticas serão decididas regionalmente. O PMDB é rico em nomes. Temos o presidente da Câmara e o ministro da Previdência”, afirmou.

ALIANÇA

Instado pela reportagem a avaliar as declarações dos colegas do PMDB, o ministro da Previdência, Garibaldi Filho, repetiu que não quer ser governador do Estado. Apesar disso, acrescentou que o PMDB “pode até ter nomes” para disputar o governo.

Garibaldi afirmou, entretanto, que “existe ainda a aliança. Isso foi renovado naquela nota”, declarou, se referindo à aliança com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM), e à nota assinada por ele, o adversário da Presidência da República, o presidente nacional do DEM, senador José Agripino Maia (DEM), o presidente do PR, João Maia, o presidente da Assembleia, Ricardo Motta (PMN), e o presidente do PMDB, deputado federal Henrique Alves.

Indagado, porém, se irá indicar cargos no governo Rosalba Ciarlini, como se anuncia nos bastidores, o ministro foi enfático ao dizer que: “Por mim, o PMDB não indica cargos”.



Henrique ressalta Garibaldi, mas prefere “candidatura do RN”

Apesar de ter ficado claro para alguns que a homenagem a Henrique nesta sexta-feira, no Boulevard, foi, na verdade, o lançamento da candidatura do PMDB ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves, um dos líderes do partido no Estado, preferiu evitar o assunto durante toda a noite. Elogiou o primo, o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, mas evitou dizer que ele era o melhor nome para a disputa em 2014. Elogiou Rosalba, mas não afirmou que PMDB e DEM continuaram unidos até o próximo ano. Afirmou que aquela era a maior homenagem de sua vida, mas garantiu “não é lançamento da minha candidatura, mas vou lançar uma até o final da noite”. E lançou mesmo, porém, uma candidatura muito mais simbólica: “A do Rio Grande do Norte”.

Com a estratégia, o experiente Henrique Eduardo Alves, famoso pela articulação política adquirida com quatro décadas de vida pública, conseguiu agradar a todos e não desmentir ninguém. Mas para constatar isso de forma mais clara, é preciso voltar a fevereiro, quando o peemedebista havia acabado de se tornar o presidente da Câmara Federal e alguns anunciaram que o jantar promovido pelas federações da Indústria (Fiern) e do Comércio (Fecomércio) seria, na verdade, o anúncio do empresariado a candidatura de Henrique ao Governo.

A possibilidade ganhou força com os rumores de que o PMDB romperia com o DEM e anunciariam nome próprio na campanha pelo Governo do Estado em 2014. Porém, na véspera do evento, a governadora Rosalba Ciarlini e os ocupantes do primeiro escalão do Governo anunciaram que iriam ao jantar, transformando o anúncio de qualquer candidatura, no mínimo, uma situação bastante constrangedora para os Democratas, aliados de Henrique desde o início da gestão Rosalba, em 2011, e eleitores do peemedebista na Câmara Federal.

Dessa forma, Henrique evitou qualquer comentário nesse sentido. Durante toda a festa, não falou de rompimento e evitou falar de nome próprio do partido para 2014. Demostrando a experiência de um articulador, porém, elogiou o primo Garibaldi, afirmando “quem tem 1 milhão de votos é você. Quem é o maior líder popular do Estado, é você”, mas sem constranger Rosalba, tampouco, o próprio Garibaldi, que já disse que não tem interesse em participar de uma nova campanha para o Governo.

“Vamos sim definir uma candidatura em 2013, mas não a que algum fez, não se aflija Garibaldi, é a candidatura do RN. Agora é a hora do Rio Grande do Norte”, afirmou ele, afirmando, em seguida, que não tem mais objetivos políticos além do que já alcançou neste ano. “Já estou realizado para o resto da vida, já sentei na cadeira, mas agora o que quero é realizar pelo RN”, acrescentou.

Com um discurso bastante puxado para a emoção, inclusive, ressaltando o relacionamento com a blogueira/jornalista Laurita Arruda e o pai falecido Aluizio Alves, Henrique fez questão de afirmar várias vezes que aquele não era um evento só do PMDB. “É a maior homenagem que já recebi na vida. É um evento de todos os partidos”, acrescentou. Para alguns, porém, a noite de sexta-feira pode não ter sido “do” partido, mas foi “para” o partido. “Isso é muito mais uma demonstração da força e da influência que o PMDB tem no Estado do que qualquer outra coisa e essa demonstração é muito mais importante do que qualquer aviso de candidatura”, avaliou um dos políticos – com mandato – convidados, que preferiu não ter o nome revelado.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Henrique anuncia realização de obras do Governo Federal para RN


Henrique anunciou a duplicação da BR-304, a obra da Reta Tabajara, a retirada dos tanques de Natal e o “Brasil Mais Seguro”. Foto: José Aldenir
O deputado federal Henrique Eduardo Alves, do PMDB, nem bem sentou na cadeira de presidente da Câmara Federal – está lá há apenas 34 dias – e já pôde contar para os conterrâneos algumas conquistas alcançadas pelo trabalho de articulação em Brasília. Bom, pelo menos foi isso que ele fez durante o evento organizado em sua homenagem por federações potiguares, na noite desta sexta-feira (8), no Boulevard, em Natal. Na ocasião, Henrique anunciou quatro importantes medidas para o Estado.

A última delas a ser anunciada, talvez a mais importante, foi a duplicação da BR-304, que liga Natal a Mossoró. A obra, orçada em R$ 1 bilhão, por meio das articulações de Henrique, terá seu projeto licitado em, no máximo, 15 dias depois da aprovação do orçamento de 2013 do Governo Federal – marcado para ir a votação na Câmara na próxima terça-feira (12).

Outra conquista de Henrique para o RN também está relacionada à segurança nas rodovias e condicionado a aprovação do orçamento: a duplicação da Reta Tabajara. “Em dez dias vão licitar a obra pelo PAC (Projeto de Aceleração do Crescimento), sendo aprovado o orçamento na terça”, afirmou Henrique, ressaltando que essa já é a licitação da obra, e não apenas do projeto, como é o da BR-304. O projeto da Reta Tabajara já foi elaborado e aprovado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit).

Henrique Alves citou ainda que a presença do ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, no Rio Grande do Norte, não é apenas para participar da homenagem feita a ele no Boulevard não. O ministro vai também se reunir neste sábado (9), com a governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, para assinar a adesão do RN ao programa federal “Brasil Mais Seguro”, outra conquista intermediada por Henrique. “O RN vive uma situação insustentável de segurança que não podemos mais aceitar”, afirmou o presidente da Câmara.

O “Brasil Mais Seguro” é um programa que integra o Plano Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, promovendo ações voltadas para o fortalecimento das fronteiras, o enfrentamento às drogas, o combate às organizações criminosas, a melhoria do sistema prisional, a segurança pública para grandes eventos, a criação do Sistema Nacional de Informação em Segurança Pública e a redução da criminalidade violenta.

Henrique ainda elencou como uma conquista do curto período que está frente à Câmara Federal a promessa da Petrobras de retirar, até 2015, os tanques instalados na região de Brasília Teimosa e Santos Reis. A medida, aliada a doação do terreno, que é da Aeronáutica, poderá viabilizar a construção de um centro cultural e da prática de esportes.



Garibaldi faz cobrança ao primo Henrique: “Não esqueça a reforma da Previdência”

O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, do PMDB foi o responsável pelo momento de maior descontração durante os discursos do jantar promovido pelas federações potiguares, nesta sexta-feira, no Boulevard, em Natal, em homenagem ao deputado federal Henrique Eduardo Alves, também do PMDB, recentemente eleito presidente da Câmara Federal. Durante seu momento de oratória, Garibaldi Filho, por exemplo, lembrou as votações das reformas administrativas que o primo, Henrique, terá que conduzir na Casa Legislativa e, apelou, de forma descontraída: não esqueça a da Previdência Social.

“Henrique vai ter que conduzir reformas importantes, como a reforma tributária, e para isso a reunião que fará com os governadores, e a política. E, pelo amor de Deus, não se esqueça do seu primo, mais que isso, seu irmão, não se esqueça da reforma da Previdência Social”, cobrou Garibaldi Filho, que espera uma reformulação da Previdência no Brasil para diminuir do déficit da pasta, uma das mais difíceis do Governo Federal.

Por sinal, além de cobrar de Henrique, Garibaldi também usou o seu discurso para advertir os ministros presentes a cerimônia: “Vocês que já sofrem com as cobranças de Dilma (Rousseff, presidente da República), e eu que o diga, se preparem porque Henrique vai cobrar a cada um que veio aqui o que é melhor para o RN”.

À Rosalba Ciarlini, governadora do Estado, Garibaldi Filho cobrou a apresentação de projetos, pois este é o momento de colocar o RN na rota do desenvolvimento. “Governadora, se tem projetos, bote os debaixo do braço porque você já sabe em que porta bater lá na Câmara Federal”, afirmou Garibaldi Filho, ressaltando que o novo presidente da Casa Legislativa “vai fazer o máximo para que o Estado possa recuperar o tempo perdido em relação à infraestrutura”.



Rosalba Ciarlini garante ter projetos, responde a Garibaldi Alves e divulga prioridades do Estado

A governadora Rosalba Ciarlini pareceu ter sentido a declaração de Garibaldi Filho, no discurso “de improviso”, como o próprio classificou. Por isso, tão logo subiu ao palco para o penúltimo discurso da noite (o último foi o de Henrique), a governadora do Estado afirmou que tem sim projetos para o Estado e vai levá-lo para Henrique, assim como já fez outras vezes.
A governadora, inclusive, lembrou que foi Henrique o primeiro que a levou para uma reunião cokm a presidente Dilma Rousseff, ainda no início de 2011. Falou também do Dia Internacional das Mulheres, e parabenizou algumas das representantes do sexo feminino presentes.

Entre as prioridades do Governo do Estado que serão apresentadas ao presidente da Câmara Federal, estão a duplicação da BR-304, que liga Natal a cidade dela, Mossoró, que foi em seguida confirmada por Henrique Alves em seu discurso.

Rosalba também cobrou a inclusam do Estado na linha da trans-nordestina, importante linha ferroviária que ajudaria no escoamento da produção potiguar pelo Nordeste brasileiro.
Além de político, claros, os presidentes das federações, promotores do jantar de homenagem a Henrique Eduardo Alves também divulgaram prioridades para a gestão do novo presidente da Câmara.

O presidente da Federação da Indústria (Fiern), Amaro Sales, por exemplo, afirmou que entre as necessidades do Estado está a construção do novo porto, que ajudaria de maneira decisiva no escoamento da produção potiguar.

Já o presidente da federação da Agricultura, José Vieira, o importante é o Rio Grande do Norte elaborar projetos para apresentar a Henrique e aproveitar a influência do novo presidente. “Nós não podemos perder esse momento que é fundamental para o Estado e a agricultura. Queremos, assim como todas as outras federações do Brasil, que a agricultura não seja só se subsistência, mas seja também algo rentável, que se traduza em dinheiro para o Rio Grande do Norte”, afirmou Vieira.

Já o presidente da Federação do Comércio (Fecomércio), Marcelo Queiroz, evitou apresentar, neste primeiro momento, uma relação de prioridades para o presidente da Câmara.

“Hoje (sexta-feira), é um momento de homenagem a esse político que vive seu melhor momento na política. Depois, com certeza, iremos nos reunir e discutir prioridades”, afirmou Marcelo Queiroz.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Justiça Eleitoral absolve governadora e prefeita de Mossoró no caso da filha de Chico da Prefeitura


A Justiça Eleitoral de Mossoró absolveu a governadora Rosalba Ciarlini e a prefeita de Mossoró Claudia Regina da acusação de abuso de poder político, no caso em que estava sendo questionada a nomeação da filha do ex-vereador de Mossoró, Rafaela Nogueira.

Para a Justiça Eleitoral, já em sentença, não houve crime na nomeação referida. A acusação do Ministério Público Eleitoral recaía sobre o fato de que a nomeação de Rafaela Nogueira para o DETRAN de Mossoró teria sido negociação para garantir o apoio de Chico da Prefeitura a então candidata Claudia Regina.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Vocalista das bandas Garota Safada e Aviões do Forró disputarão o pleito de 2014


O jornalista Felipe Patury, da revista Época, traz hoje a informação de que o cantor Wesley Safadão, da banda Garota Safada, será candidato a deputado federal pelo Estado do Ceará. Já a vocalista Solange Almeida, da banda Aviões do Forroó, disputará uma vaga na Assembleia Legislativa cearense.

Ambos deverão ingressar no PSC, Partido Socialista Cristão.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Foragido da Justiça é preso pela Polícia Militar no Parque dos Coqueiros


Foto: Cedida / PM
Policiais lotados na 3º companhia do 11º Batalhão, em Ceará-Mirim, prenderam, no final da manhã desta segunda-feira (11), no conjunto Parque dos Coqueiros, Jerônimo Rosa da Silva, de 23 anos. O jovem era foragido da Justiça e deveria estar cumprindo pena por ter cometido o crime de assalto a mão armada.

De acordo com informações repassadas por policiais que terão suas identidades preservadas, Jerônimo estava sendo monitorado e acabou sendo surpreendido, na avenida Tomaz Landim, de posse de uma espingarda calibre 28 e dois cartuchos. O foragido é considerado perigoso e acusado de ser autor de diversos assaltos na região.

Ainda segundo a polícia, o trabalho de repressão a crimes como tráfico de drogas e roubos está sendo intensificado em toda a região, com a finalidade de fazer a população voltar a ter segurança e viver em paz. Jerônimo foi conduzido à Delegacia de São Gonçalo do Amarante, onde será autuado. Em seguida, ele deverá ser levado para algum Centro de Detenção. 

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Detran do RN define data para leiloar veículos apreendidos


O Departamento Estadual de Trânsito do RN divulgou no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (09) a lista discriminando todos os veículos que deverão ir a leilão na semana de 15 a 20 de abril deste ano. São 670 unidades, dentre automóveis e motocicletas, apreendidos e retidos no pátio do órgão por prazo superior a 90 dias.
De acordo com nota divulgada pelo Detran/RN nesta segunda (11), a relação compreende 478 veículos que devem permanecer em circulação, sendo 374 motocicletas e 104 carros, além de outros 192 destinados à sucata. O Detran/RN disponibilizou o período de 15 a 17 de abril para que os interessados possam ter acesso aos bens a serem leiloados, que vão se encontrar disponíveis à visitação no novo pátio de apreensão do departamento, situado no antigo galpão da Viação Guanabara, na avenida Capitão Mor Gouveia, bairro do Bom Pastor, zona Oeste de Natal.
Já as datas de 18 a 20 de abril serão destinadas para a realização efetiva dos arremates dos veículos, cujo local será divulgado até o fim do mês de março. O último leilão do Detran/RN foi realizado em 2002. 
Segundo o presidente da Comissão do Leilão e Coordenador de Educação e Fiscalização do Detran/RN, Adryano Barbosa, todos os interessados em participar do leilão devem realizar um pré-cadastro de participação da hasta pública, que vai estar disponível no site da instituição até o final deste mês. “É importante ainda acrescentar que a equipe técnica responsável pelo leilão vem trabalhando para que os bens leiloados sejam entregues a seus devidos compradores no prazo de 10 dias úteis”, informou.
Os proprietários dos veículos relacionados para serem vendidos no leilão têm agora um prazo de 30 dias, a partir da publicação no DOE, para realizarem o pagamento dos devidos débitos e de posse legal do Certificado de Registro de Licenciamento de Veículos (CRLV) comparecerem na sede do Detran/RN, no horário de 8h às 14h, para retirada do bem. Após esse prazo, os veículos que não tiverem suas dívidas quitadas serão vendidos pela maior oferta apresentada em leilão.
A relação completa dos carros, com a especificação do modelo e do ano de fabricação, pode ser conferida no endereço eletrônico www.detran.rn.gov.br.
Após o leilão, o Detran/RN deve ficar ainda com cerca de 1900 veículos apreendidos no seus pátios espalhados pelo estado. Esse montante também deve ir a leilão assim que suas pendências judiciais forem resolvidas. A intenção é dividir esses bens em lotes e agrupá-los por condição de conservação, para serem ofertados em futuros leilões, que devem ocorrer em municípios do interior do RN.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Servidores do ITEP podem deflagrar greve na próxima semana


Foto: Sérgio Costa
Djair Oliveira, presidente do Sinpol-RN.
A insatisfação dos servidores do Instituto Técnico-Científico de Polícia com a demora do Governo do Estado em analisar o projeto do Estatuto do ITEP pode resultar em nova paralisação. Na próxima segunda-feira (18), a categoria vai ser reunir em assembleia e o indicativo de greve já está na pauta.

Nesta segunda-feira (11), o presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública, Djair Oliveira, disse ao Portal BO que a categoria está impaciente com os entraves burocráticos impostos pelo Governo do Estado.

“Hoje mesmo enviei um ofício em caráter de urgência, explicando ao Governo que não podemos mais esperar e que a possibilidade de nova greve é real”, comentou Djair. Ele explicou ainda que o projeto encontra-se encalhado na Consultoria do Estado, sob alegação de que está sendo analisado o impacto na folha.

“Na verdade, isso nem compete à Consultoria, pois eles devem analisar a legalidade do projeto e aprovar ou não. Em seguida, a Secretaria de Administração é que deve avaliar o impacto na folha do Estado e informar à governadora para que ela aprove ou não”, informa o presidente do Sinpol-RN.

No ano passado, a categoria passou mais de 30 dias parada, no mês de setembro, e só suspendeu a paralisação com a promessa de que o Estatuto do ITEP teria andamento. “Passado todo esse tempo, nada mudou e, por isso, os servidores querem votar o indicativo de greve”, completou Djair. A assembleia está marcada para às 18h do próximo dia 18, no auditório do Sinpol.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Jovem desaparecido em excursão à lagoa é achado morto na Grande Natal


Um jovem de 19 anos foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira em um canavial localizado na estrada de Bonfim, em Nísia Floresta, município da Grande Natal. De acordo com a Polícia Civil, Luan dos Santos Silva estava desaparecido desde domingo quando saiu de casa, no bairro Vale Dourado, na zona Norte da capital potiguar, participando de uma excursão com destino à Lagoa do Carcará e não retornou para casa.
O corpo do jovem foi encontrado por um popular por volta das 7h da manhã desta segunda (11). De acordo com a Polícia Civil, o corpo apresentava marcas de pancada e três tiros: um na mão e dois na cabeça.
Segundo informações da polícia, Luan teria se envolvido em uma confusão na tarde do domingo (10) com integrantes de um outro ônibus de excursão. Um boletim de ocorrência chegou a ser lavrado na delegacia de Nísia Floresta em que Luan dos Santos é citado como uma das pessoas que teria jogado pedras no ônibus.
A Polícia Civil informou ainda que, enquanto a equipe do Itep fazia a remoção do cadáver, o pai de Luan dos Santos chegou à delegacia de Nísia Floresta à procura do filho. Ele teria dito que o filho não retornou para casa na noite de domingo conforme previsto e por isso foi em busca de informações. Quando o carro do Itep passava pela delegacia policiais pediram que o veículo parasse e o pai reconheceu o corpo do filho.

Reprodução Cidade Itaú
Leia Mais ››

Após quase 10 anos, Luz para Todos ainda está longe da meta


Um dia chamada de "mãe do Luz para Todos" pelo então presidente Lula, Dilma Rousseff completará seus quatro anos na Presidência da República sem acabar com a exclusão elétrica do país.

Desde que foi lançado, em 2003 (Dilma era ministra de Minas e Energia), o programa Luz para Todos alcançou cerca de 3 milhões de famílias. De acordo com o governo, restaria atender 342,7 mil, o que ocorreria até 2014.

Dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e de distribuidoras nos Estados, porém, mostram um quadro diferente. No início deste ano, o saldo de moradias sem energia elétrica chegava a 1 milhão --de um total de 58,5 milhões de residências no país, segundo o IBGE.


A diferença existe porque, com o avanço de novas moradias, a base do governo se defasou. Além disso, muitas dessas residências ficam em locais de difícil acesso. No atual ritmo de atendimento, mais de 285 mil devem continuar sem luz depois de 2014.

"Vai ficar um passivo em regiões mais isoladas", afirma Sérgio Lima, coordenador do programa na Bahia.

O Estado lidera o ranking das ligações necessárias para a chamada universalização: são 323 mil residências sem luz, ante 220 mil do Pará e 91 mil do Amazonas.

ILUMINAÇÃO NATURAL

O povoado de Rio Preto, em Cotegipe (820 km de Salvador), é um exemplo disso. "Luz para todos, aqui, só a da lua", diz o aposentado Luiz Francisco dos Santos, 77.

As 21 casas do distrito não têm energia. Santos, que sofreu um derrame em 2002 e anda de cadeira de rodas, diz estar "até acostumado" com a situação. "É muito ruim, mas fazer o quê? Pelo tempo que eu vejo dizer que vai chegar [a luz], já virou passado."

Vizinho, o lavrador Elcio Macedo, 42, não se conforma em estar numa espécie de "ilha solitária", pois há luz em outra comunidade a 20 minutos de caminhada.

Ele, que diz ainda não ter arranjado nenhum serviço em 2013, reclama dos efeitos do candeeiro, a lamparina a óleo que ilumina as noites.

"A criançada, além de não conseguir estudar direito, toda hora fica adoecida por causa da fumaça preta."

A falta de luz traz outros problemas. "A gente compra uma carne na feira de sábado e precisa comer toda de uma vez, sem conseguir guardar para o domingo", diz a lavradora Irenice Xavier, 49.

Beneficiária do Bolsa Família, ela superou a linha oficial da miséria, de R$ 70 por pessoa. Por outro lado, aguarda há anos uma tomada em casa. "O pessoal vem aqui, promete que agora será nossa vez, mas a luz não chega."

A diferença existe porque, com o avanço de novas moradias, a base do governo se defasou. Além disso, muitas dessas residências ficam em locais de difícil acesso. No atual ritmo de atendimento, mais de 285 mil devem continuar sem luz depois de 2014.

"Vai ficar um passivo em regiões mais isoladas", afirma Sérgio Lima, coordenador do programa na Bahia.

O Estado lidera o ranking das ligações necessárias para a chamada universalização: são 323 mil residências sem luz, ante 220 mil do Pará e 91 mil do Amazonas.


ILUMINAÇÃO NATURAL

O povoado de Rio Preto, em Cotegipe (820 km de Salvador), é um exemplo disso. "Luz para todos, aqui, só a da lua", diz o aposentado Luiz Francisco dos Santos, 77.

As 21 casas do distrito não têm energia. Santos, que sofreu um derrame em 2002 e anda de cadeira de rodas, diz estar "até acostumado" com a situação. "É muito ruim, mas fazer o quê? Pelo tempo que eu vejo dizer que vai chegar [a luz], já virou passado."

Vizinho, o lavrador Elcio Macedo, 42, não se conforma em estar numa espécie de "ilha solitária", pois há luz em outra comunidade a 20 minutos de caminhada.

Ele, que diz ainda não ter arranjado nenhum serviço em 2013, reclama dos efeitos do candeeiro, a lamparina a óleo que ilumina as noites.

"A criançada, além de não conseguir estudar direito, toda hora fica adoecida por causa da fumaça preta."

A falta de luz traz outros problemas. "A gente compra uma carne na feira de sábado e precisa comer toda de uma vez, sem conseguir guardar para o domingo", diz a lavradora Irenice Xavier, 49.

Beneficiária do Bolsa Família, ela superou a linha oficial da miséria, de R$ 70 por pessoa. Por outro lado, aguarda há anos uma tomada em casa. "O pessoal vem aqui, promete que agora será nossa vez, mas a luz não chega."

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Aos 92, morre o pai de Emerson e Wilsinho Fittipaldi


Emerson Fittipaldi posta foto da família no Instagram
Morreu por volta da 1h segunda-feira no Rio o ex-radialista Wilson Fittipaldi, 92, conhecido como Barão. Ele é pai dos pilotos Emerson e Wilsinho Fittipaldi e avô de Christian Fittipaldi.

Fittipaldi estava internado no centro de tratamento intensivo do hospital Copa D'Or, na zona sul do Rio. O hospital não deu detalhes sobre a causa da morte.


O "Barão " foi fundador da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) e trabalhou na rádio Jovem Pan e foi comentarista do telejornal Record em Notícia (TV Record). Ele narrou inclusive o primeiro título de campeão mundial na categoria do filho Emerson Fittipaldi.

No ano passado, o ex-piloto Emerson Fittipaldi participou do quadro "O que vi da vida", do Fantástico (Globo), e chorou ao lembrar do pai narrando seu primeiro título mundial.

"Meu pai foi muito responsável por tudo que aconteceu na minha carreira, tenho um amor por ele muito grande", disse Emerson emocionado ao programa.

Nesta madrugada, o piloto homenageou o pai postando mensagens nas redes sociais.

Emerson Fittipaldi publica homenagem ao pai em sua página no Facebook

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Problema da Igreja é achar linguagem que alcance o povo, diz padre italiano


Basílica de São Pedro neste sábado (2) (Foto: AFP)
As crises enfrentadas pela Igreja Católica têm sido bastante discutidas nos últimos dias, com a renúncia do agora Papa Emérito Bento XVI e as preparações para o conclave que que começará na terça-feira (12) e que vai eleger um novo pontífice. Reforma da Cúria, vazamento de documentos, denúncias de corrupção e escândalos de pedofilia, além de outras condutas sexuais impróprias, estão entre os principais desafios para o próximo Papa.
Um padre italiano que trabalha próximo à Santa Sé, entretanto, acredita que o grande problema é outro: conseguir achar a linguagem certa para se comunicar com os fiéis sem perder o sentido da Igreja.
“O ponto crítico não é explicar para as pessoas a estrutura da Igreja como função. Isso está escrito, e quem quiser saber pode achar no site do Vaticano. O problema nosso hoje é achar uma linguagem que permita que as pessoas entendam por que Cristo é salvação, por que ele me libera como pessoa. É essa a grande crise que vivemos hoje”, disse ao G1 o padre Antonio Marrazzo, um italiano de 60 anos que trabalha como postulador da causa dos santos para a Congregação dos Redentoristas e, por isso, vive próximo do Vaticano.

Para ele, todos os problemas enfrentados pela Igreja devem ser vistos de forma mais simples – a Igreja deve servir os fiéis e estar à disposição deles, mas sem se transformar, perder o conteúdo ou sua essência. “O protagonista é Cristo, não os sacerdotes. Nós fazemos apenas a mediação. Mas para atrairmos mais pessoas, estamos nos transformando. Perde-se o conteúdo, o que é a essência, o senso do que fazemos.”

'Mundo vive momento crítico'
Padre Marrazzo lembra que não apenas a Igreja, mas o mundo todo vive um momento crítico. “Em uma história de 2 mil anos, sempre houve crises. Não vejo onde está o problema”, explica.
“São tempos muito mais complexos. Com a globalização, temos acesso a tudo. Os problemas antes eram menos complexos. Hoje temos situações que não podem ser previstas. Também temos uma grande variedade de culturas. No século passado, as culturas eram mais restritas, até geograficamente, eram mais homogêneas. Hoje, os meios de comunicação permitem que se conheça, com mais facilidade e em tempo real, o que acontece no mundo todo.”

A globalização aumenta também o impacto do papel da Igreja e das declarações dadas por suas principais figuras. “A Igreja hoje não influencia só seus fiéis, não alcança apenas o mundo católico, mas também outras religiões. E não só religiões, mas países, situações políticas”, afirma o padre italiano.

O reconhecimento da necessidade de se comunicar com uma linguagem mais inteligível aos fiéis é seguida de uma crítica aos próprios católicos, que muitas vezes veem a Igreja como uma prestadora de serviços, que deve adaptar-se às suas necessidades, e não se esforçam para se integrarem a ela.

“Para outras coisas elas [as pessoas] se movem. Se precisam viajar milhares de quilômetros para visitar um lugar nas férias, elas vão. Para as outras coisas no nível social, elas se esforçam. Com a Igreja não, precisamos estar à disposição do modo que lhes agrade mais. Deve estar disponível na necessidade das pessoas, mas quando é uma necessidade real. Quando é oportunismo, porque está cômodo a elas, é manipulação.”

Como outros religiosos, padre Marrazzo viu a renúncia de Bento XVI de maneira positiva, classificando-a como algo profético – e lembrando que o Papa não sucede a Cristo. “Não se trata de não ser capaz de continuar. Ele não podia continuar segundo o modo sobre os quais são feitas as exigências atuais. É um convite a todos nós a termos a consciência de que no momento em que não possamos mais levar adiante um papel, nós o passemos à frente. Pelo bem dos outros, porque nosso papel é de serviço”, afirmou.

“O Papa com a renúncia nos recordou que o limite de cada um de nós esta dentro de nós mesmos. Ficar velho não é uma doença. É um momento da vida.”

Reforma da Cúria
Em Roma e entre os religiosos de todo o mundo, se fala muito sobre a reforma da Cúria – muitos cardeais veriam a necessidade de se escolher um Papa com perfil de pastor, e não administrador, para evitar possíveis “carreiristas” dentro da Igreja. Para padre Marrazzo, a reforma da Cúria não se trata de mudar pessoas e sim adaptar o modo como ela trabalha.

“Se trata de achar um modo para que a Cúria se torne realmente um serviço. Tornar a estrutura mais funcional, que responda melhor às necessidades do homem contemporâneo. A Cúria é um serviço, não um discurso de poder. É preciso ajudar os bispos, e por consequência a todos os fiéis, a viver no modo mais correto e não de afastar da verdade de Cristo. Não se trata de mudar as pessoas que estão lá. Mas sim mudar o modo de servir, ajudar ainda mais os cristãos a viverem esse percurso”, afirmou.

O padre italiano lembra, ainda que todos os últimos Papas realizaram alguma mudança. “No nível pastoral, o Papa Bento XVI fez transformações – eliminando algumas comissões, juntando outras, e criou o Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização. Todos os Papas reformaram alguma coisa. Reformar a cúria significar adaptá-la às exigências.”

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Médica presa diz ter sido vítima da revolta de antigos funcionários


Médica é suspeita de mortes no Hospital Evangélico (Foto: Reprodução/RPCTV)Médica era funcionária do hospital desde 1988
(Foto: Reprodução/RPCTV)
Novos trechos da entrevista concedida ao Fantástico pela médica Virgínia Soares de Souza, presa desde o dia 19 de fevereiro e suspeita de apressar mortes na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) geral do Hospital Evangélico, em Curitiba, mostram o questionamento com relação às testemunhas do caso, que, segundo ela, são antigos funcionários "revoltados com o hospital". A ex-chefe da UTI nega as acusações. "Nunca fui negligente", diz.
Durante a entrevista, Virgínia não quis ser filmada. A gravação foi autorizada pelo juiz da Vara da Corregedoria dos Presídios, Moacir Antônio Dala Costa.
"Os denunciantes são os antigos funcionários, que têm dívidas trabalhistas astronômicas, muitos deles chegaram, eu não sei se isso é verdade ou não, a perder o seguro desemprego. Eles não se conformam que o hospital esteve aberto, então eu acho que eu fui o alvo mais fácil pra que (...) por que não foi só a mim imputado, muitos declarantes disseram que todo o hospital sabia, a diretoria sabia, era voz corrente, portanto houve tentativa de desmoralização não só da minha pessoa como médica, de quem trabalhava comigo, mas das pessoas idôneas que dirigem o hospital, dos gerentes que dirigem, o hospital, enfim, tudo", aponta.
Virgínia completa e diz que foi um instrumento de "escárnio".  "E de (...) uma forma das pessoas se vingarem já que o hospital não tem muitas condições de cumprir seus problemas trabalhistas".
Durante as investigações, 1,7 mil prontuários de pacientes que morreram no setor foram recolhidos pela polícia. Destes, ainda segundo a polícia, 26 casos são suspeitos.


A médica era funcionária do hospital desde 1988 e chefiava a UTI geral há seis anos. Inicialmente ela foi indiciada pela polícia por homicídio qualificado e formação de quadrilha. Outras cinco pessoas suspeitas de envolvimento no caso também foram indiciadas pela polícia pelos mesmos crimes. Uma delas, uma médica, responde em liberdade.
Ainda na entrevista, a Virgínia declarou que "a inocência e culpa tem que estar relacionada a um fato comprovado". "Nunca fui negligente, nunca fui imprudente, nunca tive uma infração ética registrada, uma queixa e exerci a medicina de forma consciente e correta".
A médica afirma ainda que erros podem ter acontecido, mas jamais de maneira intencional. "Eu não sou Deus, não sou perfeita. Nada mais fiz do que exercer com a maior dignidade possível e com respeito aos pacientes a medicina intensiva", disse.
Ministério Público
Em nota, o Ministério Público informou que, por meio da Promotoria de Justiça de Proteção à Saúde Pública de Curitiba, ajuizará nesta segunda-feira (11) denúncia sobre os crimes ocorridos no caso. O anúncio será feito em uma coletiva de imprensa, marcada para as 14h.
O inquérito tem mais de mil páginas e 32 horas de gravações telefônicas feitas entre os dias 23 de janeiro e 7 de fevereiro deste ano.
Primeira denúncia oficial
A primeira denúncia feita à ouvidoria do estado sobre o caso partiu de uma fisioterapeuta que também trabalhou na UTI geral do hospital.  Ela contou durante depoimento à polícia que resolveu levar o caso adiante [para a polícia] porque o hospital "não iria tomar as providências necessárias". Ela declarou que chegou a avisar a superintendência do Evangélico sobre o fato.
De acordo com o inquérito, ela contou que havia uma rotina de diminuição dos parâmetros do respirador na UTI geral do hospital. Ela disse, inclusive, que presenciou o procedimento com um paciente que tinha sido vítima de acidente de motocicleta.
A testemunha relatou também que a médica Virgínia "se dirigiu ao respirador, diminuiu os parâmetros e o paciente entrou em óbito no dia seguinte".
Uma carta escrita pela fisioterapeuta foi obtida com exclusividade pela produção do telejornal Paraná TV 1ª edição. Em um dos trechos ela conta que era chamada por Virgínia de "lerda" e "tartaruga". "Me sinto totalmente desrespeitada", diz. Na carta, ela não faz nenhuma menção à acusação de que a ex-chefe da UTI antecipasse a morte de pacientes. 
Falta de provas
O advogado de defesa, Elias Mattar Assad, disse que não há provas sobre os crimes relacionados à Virgínia. "O que provaram até agora é que morreram pessoas, mas que esta causa tenha tido um objetivo criminoso prévio não está provado", avalia.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Médica do Samu detida com dedos de silicone é liberada


Dedos de silicone seriam usados por médicos e enfermeiro para fraudar ponto eletrônico. (Foto: Gladys Peixoto/G1)Dedos de silicone seriam usados por médicos
e enfermeiros para fraudar ponto eletrônico.
(Foto: Gladys Peixoto/G1)
A médica flagrada pela Guarda Municipal de Ferraz de Vasconcelos marcando ponto para colegas com dedos de silicone na manhã foi solta por volta das 18h40 deste domingo (10). Ela estava detida na delegacia de Ferraz de Vasconcelos.
Thauane Nunes Ferreira, de 29 anos, trabalha para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que é administrado pela prefeitura e foi detida na manhã deste domingo. Depois de uma denúncia anônima, os guardas fizeram o flagrante, e, segundo o boletim de ocorrência, gravaram a irregularidade com o consentimento do Ministério Público.
De acordo com o advogado da médica, Celestino Gomes Antunes, o alvará de soltura, referente a um habeas corpus, foi concedido pelo juiz Gioia Perini da 2ª Vara Criminal de Mogi das Cruzes. “Ela é ré primária, não tem antecedentes criminais e tem residência fixa. Agora ela vai responder ao processo em liberdade”, explicou o advogado.
Por causa da prisão da médica, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ferraz de Vasconcelos ficou sem médico até as 16h deste domingo. Um médico assumiu às 16h e deve permanecer no plantão até a manhã de segunda-feira (11), de acordo com o secretário municipal de Saúde ,Juraci Ferreira da Silva. Durante a manhã, um parto foi atendido apenas pelo enfermeiro do Samu, disse o secretário. A expectativa de é que na segunda-feira (11) os plantões do serviço estejam normalizados.
Ainda nesta segunda-feira, o prefeito de Ferraz de Vasconcelos, Acir Filló , deve conceder uma entrevista para informar as providências administrativas que serão tomadas quanto às denúncias.
Irregularidade
Depois do flagrante, a médica foi levada para a delegacia, onde, segundo a Secretaria Municipal de Segurança, denunciou um esquema  que envolveria 11 médicos, 20 enfermeiros e seria organizado pelo coordenador do Samu no município, Jorge Cury. Com ela, foram apreendidos seis dedos de silicone.
A médica Thauane "confessou que fazia os registros em nome de médicos a mando do diretor Jorge Cury", segundo o boletim de ocorrência. Ela vai responder por falsificação de documento público. O advogado disse que a cliente fazia a marcação de ponto de colegas "em função do emprego, era uma condição de contratação" e ainda completou que "ela entrou ontem (sábado) às 19h e nem ganharia essas horas. Às 7h de hoje (domingo) era o horário que ela deveria entrar para ficar até amanhã."
O coordenador do Samu, Jorge Cury, disse às 11h35 deste domingo ao G1, que não tinha conhecimento das irregularidades e que foi surpreendido pela notícia. “O secretário de Saúde me ligou e estou indo para a delegacia. Isso é um absurdo! Sou funcionário da prefeitura há 25 anos. Eu nunca soube disso. Passo no Samu todo domingo e nunca faltava funcionário. Hoje que não fui aconteceu isso.”
O secretário municipal de Segurança, Carlos César Alves, disse que guardas municipais ficaram a postos para flagrar a irregularidade na manhã deste domingo por causa de uma denúncia anônima. Os profissionais do Samu batem cartão na sede da prefeitura. Além dos dedos de silicone, também foram apreendidos comprovantes impressos quando os funcionários batem o ponto. De acordo com o boletim de ocorrência, com o consentimento do Ministério Público, a Guarda Municipal fez imagens do momento em que a médica usava os dedos.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Menino de 8 anos se casa com mulher sexagenária na África do Sul


O casal comemora a união com um 'selinho' na boca

Um casamento no mínimo curioso foi celebrado na África do Sul neste fim de semana. O pequeno Sanele Masilela, de 8 anos, uniu-se à dona de casa Helen Shabangu, de 61, numa cerimônia que reuniu 100 pessoas. As informações são do The Sun.
A alegação para o casamento, de acordo com a família do menino, é que foi um pedido do avó da criança. “Ele lhe pediu para se casar antes de morrer. Ele escolheu Helen porque ele a ama. Ao fazer isso, fizemos os ancestrais felizes. Se não tivéssemos realizado o casamento, algo de ruim teria acontecido na família”, contou a mãe de Sanele, Patience Masilela, de 46 anos.

O casório teve direito até à troca de alianças

Para as famílias, o evento foi mais um ritual, já que não houve certidão de casamento, e os dois não viverão juntos. Mas o casal chegou a trocar alianças e dar um beijo. E gastaram muito dinheiro com a cerimônia, porque acreditaram que era o que os antepassados queriam.

Helen e Selene não vão morar juntos

O curioso é que Helen, a noiva, já é casada e tem cinco filhos. Todos compareceram à cerimônia. “Eu estou feliz que eu me casei com Helen. Quando estiver mais velho, vou me casar com uma mulher da minha idade”, afirmou o noivo.

Sanele e Helen: casamento solicitado pelos antepassados

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››