RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

quinta-feira, agosto 29, 2013

Prefeito Ciro Bezerra reúne secretários para elaboração da programação dos 60 anos de Emancipação Política

O Prefeito Municipal de Itaú-RN, Ciro Bezerra (DEM), reuniu parte de seu secretariado na sede do Poder Executivo na tarde desta quarta-feira (28) na sala da Secretaria de Educação e Cultura Municipal para elaboração da programação em comemoração aos 60 anos de Emancipação Política do município de Itaú-RN, no dia 11 de Dezembro.

A reunião teve inicio por volta das 15h, contando com a presença do Prefeito, Ciro; Assessor de Imprensa Phabiano Santos; Secretário do Esporte, Junior Martins, Secretária da Assistência Social, Jaíra Nery; Coordenador de cultura, Jonilson Freitas, Secretária de Educação, Miriante Brasil, Chefe de Gabinete, Wilson Melo; Secretário de Obras, Márcio Rêgo, Coordenador da Saúde, Nedilson Paiva; Secretário de Administração e Finanças, Marcos Moreira, Elcivânia Melo e imprensa local.

Na reunião foi planejado o esqueleto com propostas para a programação dos festejos municipais, alusivos ao aniversário da cidade de Itaú, que celebra seus 60 anos de Emancipação no dia 11 de dezembro de 2013. Na programação proposta pelos secretários foram expostas várias atrações que possa interagir a população itauense com a data.

As ideias partiram dos próprios secretários que sugeriram caminhada, torneios esportivos, festival de música, desfile, missa em ação de graças, além das atrações musicais (banda de forró) que encerrariam o evento.

A reunião foi bastante produtiva, visto que, muitas ideias surgiram sendo possível a amostragem de uma pré-programação, ficando apenas para distribuir na grade cada atração, que terá o período de 07 a 11 de dezembro para execução da programação.

Um ponto que tem gerado dificuldade para o município colocar em prática as ações, é a falta de recursos, que vem sofrendo constantes quedas nas finanças municipais, algo que Ciro vê como saída, o auxilio que será disponibilizado pelo Governo Federal no próximo dia 15 de setembro, que trará um certo alivio na situação financeira do município.

Ainda na reunião ficou acertada a programação em comemoração ao dia 07 de setembro, Independência do Brasil, que será divulgada pela assessoria de imprensa da prefeitura nos próximos dias.

Apesar das dificuldades o Prefeito Ciro disse está fazendo todo esforço para atender as expectativas da festa de emancipação com o apoio e a participação dos munícipes.


Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

MP investiga irregularidades em compra de R$ 141 mil em medicamentos na gestão Wilma de Faria

download (1)O Ministério Público do Rio Grande do Norte está investigando uma compra de medicamentos feita pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) no ano de 2005, ainda na gestão Wilma de Faria. A suspeita é de que tenha havido superfaturamento no negócio, com cobrança indevida de ICMS aos cofres públicos.
De acordo com levantamento do Tribunal de Contas da União (TCU), a aquisição de medicamentos e insumos custou ao Estado R$ 141.797.029,44, sendo R$ 86.739.780,60 referente ao pregão eletrônico de número 001/2005 e R$ 55.057.348,84, ao pregão 058/2006. A quantia supostamente paga indevidamente pelo Estado, contudo, ainda é desconhecida, pois as investigações ainda estão em curso.
A Sesap tem até o próximo sábado (31) para enviar cópias das notas fiscais dos medicamentos comprados nesses pregões, sobretudo no de número 001/2005, de acordo com determinação do promotor de Defesa do Patrimônio Público, Flávio Sérgio de Souza Pontes Filho.
No processo de investigação da possível fraude foram incluídas três empresas que venderam medicamentos à Sesap: Atma Produtos Hospitalares LTDA, Expressa Distribuidora de Medicamentos e Elfa Produtos Hospitalares. Ao TCU, porém, elas negaram qualquer irregularidade.
De acordo com acórdão do TCU, além de fraude com pagamento indevido de ICMS, o pregão 00′/2005 pode ter sido irregular em relação à concorrência. “[A concorrência pode não ter sido ampla], com possível caracterização de conluio entre os licitantes ou de acordos comerciais entre laboratórios e distribuidores visando à restrição da competição”, diz o documento.

Reprodução Cidade News Itaú via Serrinha de Fato
Leia Mais ››

Apagões no governo Dilma podem ser alvos de CPI

Apagão de ontem atingiu cerca de 16 milhões de pessoas nos estados nordestinos; 1,2 milhão de potiguares foram afetados. Foto: José AldenirMais uma vez, uma enorme população do país ficou às escuras na tarde de ontem, colocando os estados do Nordeste como as maiores vítimas dos apagões. Segundo registros do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), pelo menos 16 milhões de brasileiros tiveram suas vidas prejudicadas por falta de energia. De acordo com a versão oficial do Ministério de Minas e Energia, uma queimada numa fazenda localizada no Piauí desativou duas linhas de transmissão e retirou quase 9% da carga média do sistema interligado nacional por período que chegou a quatro horas em algumas localidades.

Nos últimos anos, o Brasil tem convivido com uma dura rotina de apagões que pode acabar virando caso de investigação. Segundo o senador José Agripino, líder do Democratas no Senado, de setembro do ano passado até agora já ocorreram seis apagões pelo território brasileiro e, se o Governo Federal não apresentar informações claras e precisas sobre a política de prevenção de apagões, a oposição irá pedir a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

Segundo o senador, “é inaceitável que um governo – presidido por uma ex-ministra das Minas e Energia – não assuma políticas de investimento, segurança e prevenção no setor”. “Se o governo não tomar providências, anunciar as razões reais dos blecautes, vou propor uma CPI para investigar os motivos e identificar os responsáveis”, destacou Agripino.

Além do trânsito afetado principalmente nas capitais do Nordeste, o apagão afetou o funcionamento de sete aeroportos administrados pela Infraero em Salvador, Ilhéus, Paulo Afonso, Aracaju, Maceió, Fortaleza, Recife, além do aeroporto de Belém, na região Norte. O aeroporto internacional  Augusto Severo, em Parnamirim, não passou por problemas.

Entretanto, as quase quatro horas às escuras foram suficientes para fazer com que a vida de diversos potiguares fugisse da normalidade. Em Natal, o apagão que aconteceu por volta das 15h mexeu com o funcionamento do comércio, escolas, com a mobilidade nas principais vias e até com quem estava em casa, que ficou sem poder realizar atividades básicas.

De acordo com a Companhia Energética do RN (Cosern), todos os 1.237 milhão de consumidores da Companhia foram afetados. Desse número, 1.059 milhão é de clientes residenciais (85%) e 84.858 (7%) corresponde a comércios e indústrias. Os demais se dividem entre consumidores rurais, poder público e outros.

Ainda segundo a Cosern, o restabelecimento da energia foi realizado de maneira gradativa, situação considerada comum em acontecimentos do tipo. Na capital potiguar, às 16h45 4% das cargas estavam restabelecidas e às 18h35 todas as cargas de energia elétrica do Rio Grande do Norte já estavam funcionando normalmente.

O apagão parou o trânsito em todo o trajeto das avenidas senador Salgado Filho, Hermes da Fonseca e Prudente de Morais. Por falta de agentes de transporte, o transtorno ficou ainda maior, sendo possível ver cidadãos comuns descendo de seus veículos particulares para ajudar na passagem dos carros. A reportagem tentou entrar em contato com a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) para saber o número exato de agentes que estavam nas ruas, mas não obteve retorno.

Na saúde, de acordo com a Coordenadoria dos Hospitais Regionais do Estado, não houve registro de problemas devido ao apagão, uma vez que todos eles funcionaram com ajuda de geradores. Porém, na rede municipal de Natal, no Hospital dos Pescadores, no bairro das Rocas, dois pacientes que respiravam com ajuda de aparelhos contaram com o apoio de respiradores manuais, uma vez que o gerador da unidade não estava funcionando no momento do apagão. O Sandra Celeste também sofreu com o acontecimento, tendo que fechar mais cedo por falta de gerador.

As unidades básicas de saúde também foram prejudicadas. Porém, segundo avaliação do Departamento de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o prejuízo não chegou a ser tão grande, pois por volta das 16h não há muita procura da população.  Já a UPA de Pajuçara e a Maternidade das Quintas não tiveram problemas devido ao funcionamento imediato dos geradores.

No comércio, de acordo com estimativa preliminar da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), o apagão rendeu um prejuízo de 20% a 25% no faturamento do dia. As quase quatro horas de paralisação na parte da tarde fizeram as lojas liberarem mais cedo seus vendedores. Nos shoppings da cidade, alguns lojistas chegaram a segurar parte dos funcionários, mas também sofreram pela pouca movimentação.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Deputado Ricardo Motta também poderá romper com o Governo Rosalba Ciarlini

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ricardo Motta (PMN), poderá romper a qualquer momento com o governo Rosalba Ciarlini (DEM). O líder do Poder Legislativa estadual seria a quarta liderança partidária a se afastar do governo. Já se afastaram do governo o vice-governador Robinson Faria (PSD), o senador Paulo Davim (PV) e o ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB).
Nos bastidores da Assembleia Legislativa, a possibilidade de rompimento de Ricardo Motta com o governo Rosalba Ciarlini é tida como real. O sentimento que predomina é de que os políticos que querem ajudar o governo não encontram receptividade na gestão estadual. Com o próprio Ricardo Motta, aliado importante, não tem sido diferente.

No último dia 7, Ricardo fez pronunciamento discordando do corte que Rosalba fez no orçamento. Na oportunidade, o presidente da Casa pregava o diálogo para evitar a crise e o tensionamento entre os poderes. Em aparte, o deputado Fernando Mineiro (PT) chegou a afirmar que o diálogo pressupõe que as duas partes estejam interessadas. No caso do governo, porém, não houve interesse.

DESENTENDIMENTO

Se o clima entre os líderes dos poderes executivo e legislativo, desde então, já não estava bom, parece que a relação azedou mais ainda desde então. Na semana passada, Ricardo foi procurado pelo secretário-chefe do Gabinete Civil do governo do Estado, Carlos Augusto Rosado, para pedir que conversasse com os deputados acerca da importância de se aprovar um novo empréstimo – de R$ 800 milhões – para o Estado.

Diferentemente das outras vezes, nesta, Ricardo teria sido duro: disse que não era papel do presidente conversar com os deputados. “O governo tem um líder”, teria dito Ricardo, aconselhando Carlos Augusto a conversar pessoalmente com os parlamentares. Ricardo teria deixado claro que não iria fazer às vezes de chefe do Gabinete Civil ou de líder do governo para resolver questões de interesse do governo com os deputados estaduais.

CONTRIBUIÇÃO

Na Assembleia, há um consenso de que, diante das dificuldades financeiras alegadas pelo governo, a Assembleia aprovou diversos empréstimos e não se vê a aplicação dos recursos. Neste sentido, Ricardo teria considerado que não tem argumento para convencer os deputados. “O gabinete é que tem que convencer”, teria dito.

Político experiente, Ricardo sabe que já deu a parcela de contribuição que ele poderia dar ao governo. Até então totalmente desarticulado na Assembleia Legislativa, o governo só conseguiu aprovar as matérias do seu interesse através do prestígio do presidente da Casa. Assim, as matérias mais importantes do governo foram aprovadas até agora, sem nenhuma dificuldade.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

TENTATIVA DE HOMICÍDIO NA RUA ANATÁLIA DE MELO ALVES, BAIRRO PAREDÕES EM MOSSORÓ.

Uma tentativa de homicídio foi registrada na noite de hoje (29/08/13), por volta das 19:20hs. O fato se deu na rua Anatália de Melo Alves no bairro Paredões. Segundo as primeiras informações, uma mulher ainda não identificada, foi alvejada na cabeça por pelo menos três disparos de arma de fogo, na frente dos seus familiares, por elementos em uma moto. A vítima ainda tentou escapar dos disparos entrando em uma casa e caiu desacordada. ALFA do SAMU chegou rápido ao local, mas populares já tinham levado a vítima para o HRTM. Como os familiares estavam bastante nervosos, o SAMU tratou de atender as pessoas da família. A polícia Militar também compareceu no local mas ninguém soube ou quis informar nada.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Hospital que usou respirador manual no apagão terá gerador, diz prefeitura


O Hospital dos Pescadores deve ter o gerador liberado para funcionamento nesta sexta-feira (30) em Natal. Com o equipamento sem funcionar, a unidade hospitalar atendeu um paciente com respirador manual durante o apagão que atingiu o Rio Grande do Norte e outros estados do Nordeste nesta quarta-feira (28) (veja o vídeo ao lado).

O setor técnico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que aparelho está passando pelos últimos testes antes de ser liberado para uso. O gerador quebrado deixou dois pacientes do Hospital dos Pescadores dependendo da bateria dos respiradores. Quando a carga dos equipamentos terminou, os profissionais precisaram utilizar o respirador manual nos dois pacientes, que estavam em estado grave.

O apagão atingiu 1,237 milhão de consumidores no Rio Grande do Norte, segundo informou a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), responsável pelo abastecimento de energia elétrica no estado. Ainda de acordo com a empresa, o número representa 100% dos clientes potiguares. Todos os municípios foram afetados.

Do total, 1,059 milhão de clientes são residenciais. Eles representam 85% dos consumidores do Estado. O comércio e a indústria, também afetados pelo apagão, representam 7% dos clientes da empresa, sendo 84.858 estabelecimentos. Os demais tipos de clientes se dividem entre consumidores rurais, poder público e outros.

Apagão provocou congestionamento em várias ruas de Natal (Foto: Luciana Campos)Apagão provocou congestionamento nas ruas
de Natal nesta quarta (Foto: Luciana Campos)
A interrupção no fornecimento de energia elétrica foi registrada às 15h02 nos estados do Nordeste. O motivo, de acordo com a companhia, "foi um problema no sistema interligado nacional, de responsabilidade do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS)".
Na noite desta quarta o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, explicou que a causa do apagão no Nordeste foi uma queimada na fazenda Santa Clara, na cidade de Canto do Buriti, no Piauí.

O ministro informou que as causas da queimada - se foi natural ou provocada por ação humana - ainda estão sendo investigadas. Segundo o ministro, a preocupação inicial foi restabelecer o sistema.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Professores da rede estadual de ensino suspendem greve no RN

Sala de aula vazia (Foto: Reprodução/TVCA)Os professores da rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte suspenderam a greve nesta quinta-feira (29). A informação foi confirmada pela presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte/RN), Fátima Cardoso. A categoria estava em greve desde o dia 12 de agosto. Apesar do anúncio do retorno dos professores grevistas, as aulas que ficaram suspensas só serão retomadas na segunda-feira (2).

A presidente do Sinte/RN informou que recebeu um documento no qual o governo se compromete a cumprir parte das reivindicações da categoria. A volta ao trabalho foi aprovada em assembleia com a apresentação das propostas do Executivo Estadual. A Secretaria Estadual de Educação explica que vai continuar a adaptação da jornada de trabalho dos professores à Lei Federal Nº 11.738, mais conhecida como Lei do Piso.

A lei federal determina que um terço da jornada semanal dos professores deve ser dedicada ao planejamento de atividades. Das 30 horas semanais, 10 serão para planejamento e 20 cumpridas em sala de aula.

Para os professores que cumprem 24 horas em sala de aula e seis em atividades de planejamento, como rege uma lei estadual, o complemento deve vir em horas extras. O governo se prontificou ainda a pagar as horas extras referentes às atividades de planejamento desde abril. O Executivo afirma no documento que vai pagar as horas extras em seis parcelas.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação, outras reivindicações atendidas foram alterações no Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Partidos vão ao STF pedir para anular sessão que manteve Donadon

O PSDB e o PPS anunciaram nesta quinta-feira (29) que vão protocolar no Supremo Tribunal Federal (STF) mandado de segurança solicitando a anulação da sessão do plenário de quarta-feira que definiu manutenção do mandato do deputado preso Natan Donadon (sem partido-RO). O deputado não teve o mandato cassado porque faltaram 24 dos 257 votos necessários para a perda do cargo.
Os dois partidos alegam que a sessão deve ser anulada por considerarem que a condenação de Donadon a 13 anos de prisão por formação de quadrilha e peculato (crime praticado por funcionário público contra a administração pública) já pressupõe a perda de mandato, sem a necessidade de votação de deputados. A posição já era definida pelo PSDB quando a cassação do deputado estava em discussão na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara (CCJ).
“O PSDB já tinha externado a sua posição na CCJ, já tinha deixado claro a sua posição pela cassação. [...] Condenação à prisão com perda dos direitos políticos esta Casa não tem que votar. Esta Casa tem que declarar a perda do mandato. Não teria que termos tido, na noite de ontem, a votação que tivemos”, disse o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP).
Donadon foi o primeiro deputado em exercício a ser preso por determinação do Supremo desde a Constituição de 1988. Ao contrário do que ocorreu no processo do mensalão, os ministros do STF não haviam discutido se deveria ser automática a cassação do parlamentar de Rondônia após o trânsito em julgado. Na ação penal do mensalão, entretanto, os magistrados decidiram pelas cassações dos mandatos dos quatro parlamentares condenados.
Para o presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP), a Mesa Diretora da Câmara deveria haver declarado a perda do mandato de Donadon sem enviar pedido de análise para a CCJ. “O STF decidiu que Donadon estava com os direitos políticos suspensos, e uma pessoa sem direitos políticos não pode exercer mandato parlamentar”, disse Freire, segundo a sua assessoria.
Mesmo sem o plenário decidir pela cassação do mandato de Donadon, o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) determinou o afastamento do parlamentar e convocou o seu suplente, Amir Lando (PMDB-RO), que tomou posse nesta quinta.
DEM obstrui votações
Já o presidente do Democratas, senador José Agripino (RN), anunciou que o partido vai obstruir todas as votações na Câmara até que seja aprovada a proposta de emenda à Constituição que acaba com o voto secreto nas sessões de cassação e mandato. Em junho, a CCJ da Câmara aprovou PEC que institui o voto aberto nessas votações, mas a matéria ainda não passou pelo plenário.
“A Câmara dos Deputados, como instituição, prestou um desserviço ao Congresso Nacional. Por isso meu partido já decidiu: só votamos qualquer coisa na hora em que se votar a PEC do fim do voto secreto”, afirmou Agripino.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Kaká desabafa e diz querer sair do Real Madrid; decisão sai até segunda

O meia-atacante Kaká afirmou nesta quinta-feira que deseja sair do Real Madrid. O desabafo ocorreu após a vitória sobre o La Coruña por 4 a 0 no Troféu Teresa Herrera.

"Quero ir. Creio que agora é o momento adequado para mim e para o clube para sair de forma amigável", declarou o jogador aos jornalistas após a partida em que marcou dois gols.

A possibilidade de retorno de Kaká ao futebol brasileiro neste momento está descartada porque a janela do Brasil já se encerrou para jogadores que estão com contrato em vigor.

Segundo o jogador, tanto o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, quanto a diretoria do clube merengue estão cientes do seu desejo. O pai e empresário do meia, Bosco Leite, tem se reunido com a diretoria para buscar uma solução. O prazo de segunda-feira foi dado porque é o dia no qual fecha a janela de transferências na Europa.  

Kaká mostrou que não está contente por só treinar e estar disponível para jogar. O atleta se sente cada vez com menos espaço no Real Madrid, e por isso pediu para ser transferido.

Kaká foi contratado em 2009 por 65 milhões de euros, em uma das transferências mais caras da história. Mas, recentemente, o meia brasileiro não vinha tendo muito espaço tanto com Ancelotti quanto com o antecessor, José Mourinho.

Kaká também andava em baixa com a torcida. No último dia 22, durante jogo contra o Al-Sadd, do Qatar, em homenagem a Raúl, grande Ídolo do Real Madrid, o camisa 8 ouviu vaias vindo da arquibancada assim que pegou na bola. Alguns torcedores tentaram apoiá-lo, mas as vaias foram mais fortes. 

No jogo desta quinta-feira, Kaká foi responsável pelas principais jogadas do Real. Além de marcar duas vezes, deu o passe para um gol de Álvaro Morata, que foi anulado pois o espanhol estava impedido. Outros brasileiros do time, Casemiro e Marcelo também tiveram boa atuação. 

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Ibama diz que causa do incêndio no PI só pode ser afirmada após laudo

Imagem cedida pelo Ibama mostra os brigadistas tentando apagar as chamas (Foto: Divulgação/Ibama)O superintendente do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Piauí, Manoel Borges, disse que as causas do incêndio que pode ter provocado o apagão no Nordeste só poderão ser afirmadas após laudo que ficará pronto em 15 dias.  Peritos do Ibama estão na cidade de Canto do Buriti, Sul do estado, para investigar as causas do incêndio. A Polícia Civil também acompanha as investigações.

“Esta informação de que o incêndio provocou o apagão deve ser desvinculada. Só podemos falar em cima de verdades e essas verdades só os laudos irão apresentar. O fogo lá no assentamento não chegou a ser de grandes proporções. O ministro acha que essa foi a causa do apagão, mas eu só posso dizer alguma coisa quando receber o laudo dos peritos.”, disse o superintendente.
Na reunião emergencial convocada pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, ficou determinada à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) um maior rigor na fiscalização das empresas geradoras de energia e que acompanhe as queimadas que ocorrem nesse período.

O fogo só foi controlado por volta das 2h desta quinta-feira (29). A brigada de incêndio do Ibama trabalhou com 18 homens para conter as chamas, que consumiu 15 hectares de terra. No mesmo assentamento um incêndio foi registrado no último domingo (25).

O assentamento Santa Clara, na cidade de Canto do Buriti, Região Sul do Piauí, local onde segundo o ministro Edison Lobão ocorreu o incêndio que provocou um apagão em toda a região Nordeste, mantém um projeto de produção de biodiesel a partir da mamona.

Pelo menos 630 famílias moram no assentamento. No local, passa uma linha de transmissão da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf). As causas do acidente estão sendo investigadas por peritos do Ibama e também Polícia Civil.

Segundo o Ibama, os focos de incêndio na região são comuns nessa época do ano em que a umidade do ar fica baixa no estado. Pelos dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais o Piauí já registrou de janeiro ao dia 28 de agosto um total de 1.695 queimadas.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Parlamento britânico vota contra moção de Cameron por ataque à Síria

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, fala ao Parlamento nesta quinta-feira (29) (Foto: AFP)O Parlamento britânico rechaçou nesta quinta-feira (29), em votação simbólica mas importante, a moção do primeiro-ministro David Cameron que abria caminho para um ataque militar britânico à Síria.
A proposta de Cameron perdeu, inesperadamente, por 285 votos a 272.
"Está claro que o Parlamento britânico não quer uma ação militar britânica", disse Cameron depois da votação, afirmando que não iria "atropelar" a vontade do povo e dos representantes.
"Tomei nota disso, e o governo atuará consequentemente", disse.
A rejeição não veio apenas da oposição, mas também da própria coalizão governamental conservadora-liberal, que conta com 359 dos 650 assentos da Câmara dos Comuns.
O resultado foi saudado com uma estrondosa ovação dos deputados, que foram repreendidos pelo presidente da Câmara.
A Câmara dos Comuns foi  convocada extraordinariamentea para discutir o texto do governo que abria a porta ao uso da força se ficasse comprovada a responsabilidade do regime sírio no ataque, que causou centenas de mortes, segundo a oposição síria.
No debate, houve muitas referências à invasão do Iraque em 2003, que terminou com a queda do ditador Saddam Hussein, mas sem que houvesse provas da existência de armas de destruição em massa que serviram de justificativa para uma ação dada pelo então primeiro-ministro Tony Blair.
Cameron admitiu que não está convencido de que o regime Assad foi responsável pelo ataque químico de 21 de agosto, mas reconheceu que "não há 100% de certeza" disso.
Ao mesmo tempo, uma reunião dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU sobre a crise síria terminou em impasse.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Bombeiros encontram corpo de última vítima em desabamento em SP

Os bombeiros localizaram na tarde desta quinta-feira o corpo da última vítima do desabamento de um prédio da zona leste de São Paulo. O acidente ocorreu na terça-feira (27) e o corpo de Antônio Wellington era o único que permanecia desaparecido. Ao todo, 10 pessoas morreram e 26 ficaram feridas.

Na manhã de hoje, já tinha sido localizado o corpo do operário Claudemir Viana. Um outro funcionário, que sobreviveu ao desabamento, voltou mais cedo ao local para auxiliar as buscas por Wellington. Rubens Moreno Feitosa, 24, apontou aos bombeiros o local onde estava o colega no momento da queda.

Os bombeiros localizaram na tarde desta quinta-feira o corpo da última vítima do desabamento de um prédio da zona leste de São Paulo. O acidente ocorreu na terça-feira (27) e o corpo de Antônio Wellington era o único que permanecia desaparecido. Ao todo, 10 pessoas morreram e 26 ficaram feridas.

Na manhã de hoje, já tinha sido localizado o corpo do operário Claudemir Viana. Um outro funcionário, que sobreviveu ao desabamento, voltou mais cedo ao local para auxiliar as buscas por Wellington. Rubens Moreno Feitosa, 24, apontou aos bombeiros o local onde estava o colega no momento da queda.

IRREGULAR

A prefeitura informou logo após o acidente que o local estava irregular e que os responsáveis já tinham sido multados duas vezes. Embargada, a construção não poderia ter continuado. Com isso, a prefeitura diz que vai apurar, por sindicância, por que não foi feito um boletim de ocorrência registrando o embargo.

Já ontem, a administração municipal afirmou que a planta do prédio apresentada à prefeitura no pedido de alvará mostrava apenas um andar no imóvel, apesar dele ter dois.

A planta foi apresentada pela arquiteta Rosana Januário Ignácio e aponta a construção de um pavimento com três divisões --três lojas. O pedido de Alvará de Aprovação de Edificação Nova foi indeferido em 27 de maio de 2013. Alguns dias depois, ela teria apresentado um pedido de reconsideração e uma outra planta, de dimensões e especificações diferentes.

A administração acrescentou ainda que "a empresa Salvatta Engenharia também não havia solicitado autorização para qualquer obra, reforma, mudança estrutural ou escavação de solo no imóvel". Ontem, o advogado Edilson Carlos dos Santos, que representa o proprietário do imóvel, afirmou que foram feitas escavações no local.

A nota da prefeitura diz ainda que "não consta também pedido no Contru (que controla o uso dos imóveis) para construção de elevadores ou escadas rolantes", em resposta a outra afirmação do advogado que disse que esse tipo de equipamento estava sendo instalado no local.

A reportagem tentou falar com a arquiteta por telefone, mas ela não se manifestou. Já a Salvatta Engenharia afirmou que ainda não teve conhecimento oficial das afirmações da prefeitura e que só irá se manifestar quando for notificada judicialmente.

Desastre São Mateus

MUDANÇA

Após a tragédia, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse hoje que a cidade precisa de um novo Código de Obras. Segundo o chefe do executivo, as conversas sobre a proposta já estão avançadas dentro da prefeitura.

Haddad disse que o novo código, que regulamenta as construções e as reformas na cidade, só deverá ficar pronto após a aprovação do novo Plano Diretor da capital, que será encaminhado para votação na Câmara em setembro.

"São Paulo precisa de novos mecanismos de fiscalização. Se nas discussões da revisão do Código de Obras nós pudermos incluir novos instrumentos [de fiscalização], nós faremos isso para aperfeiçoar o trabalho das subprefeituras", disse.

Pelo código atual, o fiscal deveria acionar a polícia caso percebesse o descumprimento do embargo, mas isso não ocorreu. Haddad, não explicou o que mudaria no código, só fez referencias a um aprimoramento da fiscalização.

Cumprindo agenda na zona sul de São Paulo, o prefeito estava acompanhado do secretário Chico Macena (Coordenação das Subprefeituras) que afirmou ser "humanamente impossível fiscalizar todas as obras da cidade".

De acordo com Macena, São Paulo tem um deficit histórico na fiscalização. "O caminho é responsabilizar cada vez mais o proprietário e os responsáveis pela obra. Eles precisam ser os 'fiscais' da obra", disse o secretário.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre Síria acaba em impasse

A reunião dos representantes dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU para discutir a crise política na Síria terminou em impasse nesta quinta-feira (29), segundo diplomatas ouvidos pela France Presse e pela EFE.

Os embaixadores dos cinco países com poder de veto no conselho (Estados Unidos, Reino Unido, França, Rússia e China) debateram pela segunda vez, durante 45 minutos, a iniciativa proposta pelo Reino Unido que deve autorizar "todas as medidas necessárias, em virtude do capítulo VII da Carta da ONU, para proteger os civis das armas químicas" na Síria.
O texto abre caminho para uma já esperada ofensiva militar, liderada pelos EUA, contra as forças do contestado regime sírio do presidente Bashar al-Assad, em resposta ao suposto ataque químico lançado pelas tropas oficiais, semana passada, contra rebeldes antigoverno e civis. Centenas de pessoas morreram, segundo a oposição.
As potências ocidentais tentam obter o apoio de Rússia e China para a resolução.
Moscou e Pequim, aliados de Assad, rejeitaram vários projetos de sanções contra Damasco no passado.
O embaixador britânico na ONU, Mark Lyall, havia anunciado anteriormente que a Rússia, principal aliado do presidente sírio Bashar al-Assad, tinha convocado a reunião.
Os EUA voltaram a insinuar que podem buscar meios próprios para atacar, mesmo se o Conselho de Segurança não der seu aval à operação.
O regime sírio, que enfrenta uma violenta guerra civil há mais de dois anos, nega as acusações e acusa "terroristas" de tentarem desestabilizar o país.
O presidente Assad ameaçou, nesta quinta-feira, resistir a qualquer ataque lançado pelo Ocidente.
O Parlamento britânico votou contra uma moção do premiê conservador David Cameron que abria caminho para o ataque. O primeiro-ministro disse que "entendeu o recado" e iria agir consequentemente.
Ao mesmo tempo, a Cruz Vermelha Internacional denunciou que a escalada da violência pode piorar muito a situação humanitária na Síria.
A falta de medicamentos provoca muitas mortes em regiões rurais de Damasco, e há várias regiões do país sem água, comida e equipes de saúde.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Garoto ameaçou mãe de morte, diz amigo de PMs em depoimento


O garoto Marcelo Pesseghini, de 13 anos, suspeito de ter matado a família no início de agosto, teria ameaçado a mãe antes dos crimes, segundo depoimento de um policial militar que era amigo da família. As investigações apontam, até agora, que o estudante matou o pai, a mãe, a avó e a tia-avó e depois se suicidou na Brasilândia, Zona Norte de São Paulo.
Um policial militar das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), amigo do sargento Luís Pesseghini, pai de Marcelo, contou em depoimento que, em certa ocasião, o PM contou que o filho ameaçou matar a mãe, a cabo da corporação Andreia Pesseghini, de 36 anos, durante uma discussão. O motivo foi que a mãe tirou do menino um alvo que ele usava para atirar com uma espingarda de chumbinho, informou o Globo Notícia.
Dois amigos de escola também afirmaram que, no dia do crime, Marcelo disse que eles deveriam assinar um contrato para entrar no grupo “Mercenários”, criado pelo garoto e inspirado em um game no qual o personagem principal é um assassino.

Laudos
Nesta terça-feira (27), o SPTV informou que o laudo dos peritos sobre a morte da família Pesseghini mostra que as vítimas não foram dopadas antes dos assassinatos. A polícia suspeitava que o garoto Marcelo Pesseghini, de 13 anos, tivesse dado algum remédio para o pai, a mãe, a avó e a tia-avó antes dos assassinatos, o que os exames descartaram.
Pelos exames e laudos, fica comprovado que o rapaz matou primeiro o pai, depois a mãe, em seguida a avó Benedita de Oliveira Bovo, de 67 anos, e por último a tia-avó Bernadete Oliveira da Silva, de 55 anos.
Os crimes foram todos cometidos por volta de 0h30 de 5 de agosto. Um tiro foi encontrado na parede do quarto da tia-avó. E a perícia constatou que Marcelo disparou o tiro porque a tia acordou depois que ouviu disparo que matou a avó. O garoto se assustou e deu dois tiros: um que matou Bernardete e outro que pegou na parede.
A polícia já ouviu mais de 40 testemunhas, entre elas colegas de escola de Marcelo que contaram que o garoto dizia querer ser matador de aluguel. Ainda segundo os amigos, o adolescente confidenciou que tinha matado os pais. Os investigadores devem ter acesso essa semana aos documentos da quebra do sigilo telefônico da família, o que pode ajudar a polícia a determinar quem mais deve ser ouvido sobre o caso.
Quatro mortes em dez minutos
Segundo Arles Gonçalves Júnior, presidente da Comissão de Segurança Pública da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo (OAB-SP), que acompanha as investigações, Marcelo Pesseghini teria demorado cerca de dez minutos para cometer os crimes. Outras autoridades que participam da apuração confirmaram ao G1 que o assassino da família Pesseghini teria demorado cerca de dez minutos para efetuar as quatro mortes.
"As testemunhas disseram que os primeiros disparos foram ouvidos por volta de 0h20 do dia 5 e os últimos, perto da 0h30”, disse Gonçalves Júnior.

Crime em família SP 08/08 (Foto: Arte/G1)
A chacina e o suposto suicídio do assassino aconteceram nas residências onde a família Pesseghini vivia. Num dos imóveis foram encontrados os corpos do sargento da Rota, da cabo Andreia e de Marcelo Pesseghini. No outro, foram achadas Bernadete e Benedita.

“O intervalo entre os dois primeiros tiros, que mataram o pai e a mãe, seria de algo em torno de seis segundos. Depois, o menino se deslocou até a outra residência e matou a tia-avó e a avó. Essa seria a sequência: pai, mãe, tia-avó e avó”, disse Arles Gonçalves Júnior.

A arma usada foi uma pistola .40 da mãe. “Os tiros foram dados praticamente encostados, à queima-roupa. Pelas fotos que vi, a uma distância de dez centímetros, característica de execução”, disse Arles Gonçalves Júnior.

Videogame
Apesar de o DHPP ainda não ter concluído o inquérito que apura a autoria e motivação dos homicídios seguidos de suicídio, Arles Gonçalves Júnior disse que a cada dia está mais convencido que Marcelo assassinou a família e se matou por sofrer transtornos psicológicos.

“Várias coisas podem ter influenciado esse comportamento. Uma das coisas que teria influenciado Marcelo a cometer os crimes foi o game "Assassins Creed". Colegas relataram que desde abril ele vinha dizendo que mataria os familiares e fugiria para um esconderijo. Algo bem parecido com o personagem do jogo de videogame”, disse o advogado.

Um mês antes da tragédia em família, o adolescente havia mudado sua foto nas redes sociais na internet - ele colocou a imagem de um personagem de Assassins Creed na sua página pessoal do Facebook.
“Marcelo ficava de capuz o tempo inteiro, assim como o personagem. Mesmo quando os colegas pediam para ele retirar o capuz, ele insistia em colocar. Ele começou a misturar a realidade com ficção e isso não foi percebido pelos pais. O garoto, até que saibamos, nunca passou por um psicólogo ou psiquiatra na vida”, disse Gonçaves Júnior.
No dia 8 deste mês, a desenvolvedora de games Ubisoft, criadora do jogo "Assassin's Creed", divulgou nota de repúdio à ligação feita entre o jogo e o assassinato da família Pesseghini.

Colegas e PMs
Numa das imagens gravadas por câmeras de segurança perto da escola de Marcelo, o suspeito aparece de capuz caminhando ao lado de dois colegas na manhã do dia 5 de agosto, horas depois da família ter sido morta.  Esses alunos foram identificados pela investigação e foram chamados para prestar depoimentos. Eles devem falar na quarta-feira (28). O DHPP quer saber o que o estudante falou para eles após o crime.
Outros alunos do Colégio Stella Rodrigues contaram aos policiais que Marcelo confessou os crimes, mas não acreditaram por acharem que se tratava de uma brincadeira.
Entre outros motivos que estão sendo investigados para tentar saber o que poderia ter levado um garoto aparentemente normal a matar a família e se suicidar estão a doença que sofria - fibrose cística - e o uso de games violentos. A médica que cuidava de Marcelo, Neiva Damaceno, já descartou a chance de os remédios contra a fibrose terem alterado seu comportamento a ponto de levá-lo a cometer os crimes.
Marcelo tomava insulina para controlar a diabetes. A fibrose cística é uma doença genética que afeta o funcionamento de secreções do corpo, levando a problemas nos pulmões e no sistema digestivo. Ela não tem cura e pode levar à morte precoce.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Elevador da PCR despenca

9314195d4adb5f32cc04442cabc3d7a0.jpg

Um elevador do prédio da Prefeitura do Recife, no Cais do Apolo, no centro da capital pernambucana, despencou do 15º andar no fim da manhã desta quinta-feira (29). A Secretaria Municipal de Administração confirmou o acidente e afirmou que 18 pessoas estavam no elevador no momento - a capacidade é 22. A PCR, no entanto, afirmou, através da Assessoria de Imprensa, que o problema aconteceu no 10º andar. Sete pessoas ficaram feridas e foram levadas para unidades de saúde. Ainda de acordo com a PCR, nenhum ferido está em estado grave.

Três pessoas sem fraturas aparentes foram encaminhadas para o Hospital da Restauração (HR), no área central. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, Ariane Carla de Lima Dias, 23 anos; Erivelton Gustavo, 18, e Nadilson Borges de Melo, 47, têm quadro de saúde estável e estão conscientes.


Das outras quatro pessoas com ferimentos mais sérios, uma foi levada para a UPA da Imbiribeira, Zona Sul do Recife. Gilmara Braga, 40 anos, teve uma fratura na perna e está passando por atendimento médico. Ludmila Botelho de Almeida, 27, e Roberto Amorim Souza, 34, foram encaminhados para a Policlínica Amaury Coutinho, na Campina do Barreto, Zona Norte da cidade, com ferimentos leves. Os dois já foram liberados. Elizabeth Gouveia, de idade não relevada, foi socorrida pelo Samu para o Hospital Esperança, na Ilha do Leite, área central da capital pernambucana.

Segundo relatou um internauta no Facebook do NE10, um estudante de publicidade e propaganda de 26 anos que preferiu não se identificar, a mãe dele, uma servidora pública de 55 anos, estava no elevador e contou que o mesmo operava com a capacidade máxima.


De acordo com a funcionária, o equipamento que denuncia ultrapassagem de capacidade permitida não parava de disparar. "Ela não sabe exatamente quantas pessoas estavam dentro, mas diz que estava muito apertado. Quando o elevador saiu do 13º andar para buscar mais pessoas no 15º, desceu de vez. Minha mãe chegou a se machucar no ombro e nas costas, mas está bem", conta o filho. A prefeitura negou que o elevador estivesse operando além de sua capacidade.

Segundo nota enviada pela prefeitura, a máquina sofreu uma pane e teve o seu freio de emergência acionado. Das 18 pessoas que estavam no elevador, uma era o ascensorista. Ambulâncias do Samu e do Corpo de Bombeiros foram enviadas para o local logo depois do acidente.

Segundo a assessoria de imprensa da PCR, está sendo apurado o que causou a pane.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Novo dinossauro é descoberto no interior de São Paulo

Imagem mostra costela encontrada junto aos materiais da nova espécie de dinossauro. (Foto: William Nava/Divulgação)Uma nova espécie de dinossauro foi descoberta na área de Presidente Prudente, região oeste do estado de São Paulo. O Brasilotitan nemophagus, como foi batizado, é um titanossauro. Esse gênero viveu no fim do período Cretáceo e faz parte do grupo dos saurópodes, caracterizados por terem caudas e pescoços longos.
A descoberta, publicada este mês em um artigo da revista científica internacional "Zootaxa", foi o resultado de uma parceria entre um paleontólogo do Museu de Paleontologia de Marília e pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

De acordo com o paleontólogo William Nava, coordenador do Museu de Paleontologia de Marília e um dos autores do artigo, o dinossauro descoberto tinha de 8 a 9 metros de comprimento.

Ele alimentava-se provavelmente de vegetações rasteiras e vivia em uma região que, na época, era bastante quente e seca, pontilhada por pequenos lagos e rios. Segundo Nava, eram esses os locais onde a espécie se alojava para tentar sobreviver ao lado de crocodilos e tartarugas. Quando morriam, eram cobertos por sedimentos.

Os fósseis que deram origem à descoberta foram coletados por Nava em 2000 e incluem parte da dentição, vértebras cervicais e sacrais e fragmento da região pélvica. O paleontólogo conta que a presença de parte da mandíbula do animal, região raramente encontrada, facilitou que os fósseis fossem comparados com os poucos titanossauros cujos fósseis também incluíam a região.
Comparação
“Existem 7 ou 8 exemplares da família dos titanossauros que têm o ramo mandibular preservado. Foi feita a comparação com esses dinossauros de regiões como a Argentina e a Ilha de Madagascar, e foi constatado que o dentário era diferente”, explica. Juntamente com a análise das vértebras, que também continham características peculiares, foi possível constatar que a espécie era nova.

Nava conta que trabalha com fósseis há 20 anos na região de Marília. Quando encontrou os fósseis dessa nova espécie, estava viajando para Presidente Prudente e percebeu vários blocos de rocha às margens da Rodovia Raposo Tavares.
“Isso me chamou a atenção. Fui investigar e de início já fui descobrindo vários restos ósseos quebrados. Estavam fazendo um corte no terreno para alargamento da rodovia e jogaram vários pacotes de rochas no terreno”, conta.

Ele diz que muitos dos fósseis estavam partidos e ele precisou fazer um salvamento paleontológico. “Tive que fazer o resgate para aquilo não ser destruído. Encontrei fragmento de mandíbula, dentário, o que chamou a atenção. Encontrar material craniano, particularmente no Brasil, é bem difícil. Foi isso que permitiu estudos comparativos e anatômicos para estabelecer a espécie nova”, diz.

Quando mostrou o material para um grupo da UFRJ, em 2004, foi estabelecida uma parceria com a instituição, que iniciou o estudo morfológico desses fósseis a partir de 2005. Até o momento, há oito espécies de titanossauros que já foram encontradas no Brasil.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Família acredita que vovô ‘viciado em Viagra’ teve 54 filhos nos EUA

Família descobre que Samuel Delbert Whitney pode ter tido 54 filhos (Foto:  Reprodução/YouTube/Michael85225)A família de um americano que morreu aos 84 anos em Phoenix, no estado do Arizona,  acredita que ele teve 54 filhos. Segundo informações do jornal "NY Daily News", a enteada de Samuel Delbert Whitney descobriu, quando foi buscar alguns documentos, vários frascos de 100 miligramas de Viagra e uma pilha de certidões de nascimento no apartamento dele após sua morte.
Lexie Woods agora procura, segundo o jornal, esses filhos e as mulheres com quem seu padrasto se relacionou "escondido" durante todo o tempo em que viveu. "O que queremos fazer é encontrar essas crianças e fazer com que eles saibam que eles têm uma família que os ama e que quer conhecê-las", disse Woods ao Daily News.
Ao longo dos 17 anos em que o seu padrasto viveu com sua a mãe, Woods disse que ele nunca falou sobre os filhos que teve com outras mulheres.
Whitney possuía um estaleiro e alguns bares, e a enteada Woods acredita que ele também estava envolvido em algumas práticas ilegais e, por isso, entrou em conflito com a lei local várias vezes. A enteada acredita que seu padrasto usava esses locais para se encontrar com as outras mulheres.
Durante uma audiência no tribunal, Woods disse que encontrou dados de que seu padrasto seria pai de 42 filhos. Mas depois de falar com seus vizinhos, Woods acredita que o número poderia ser tão alto quanto 54, de acordo com o jornal.
Ela sabe sobre pelo menos cinco dos seus filhos natos, mas não sabe quantos mais existem e, por isso, insiste em "encontrar seus irmãos". Apesar de suas falhas, Woods afirmou no tribunal que amava padrasto.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Pescador encontra corpo do último dos três pescadores desaparecidos no litoral de SP

Um pescador encontrou, na manhã desta quinta-feira (29), o corpo do último dos três amigos que, no dia 17 de agosto, desapareceram em alto-mar, supostamente na direção de Santos (72 km de São Paulo). O cadáver foi localizado entre 9h30 e 9h40, enrolado em uma rede de pesca, a cerca de dois quilômetros da costa da praia de Boraceia, em Bertioga (103 km de São Paulo).

Uma equipe do GBMar (Grupamento de Bombeiros Marítimo) levou o corpo à praia por volta das 13h, e um tio o reconheceu: trata-se de Bruno Oliveira dos Santos, 26, que navegava em um barco de alumínio com os companheiros Peterson Fernando Ferreira da Cruz, 24, e Robson do Nascimento Sanches, 29 – estes últimos, encontrados há uma semana e enterrados no dia seguinte.

O cadáver de Santos foi levado ao IML (Instituto Médico-Legal) de Guarujá, onde seria visto por outros parentes ainda nesta tarde. Os locais de velório e sepultamento ainda não foram confirmados.

Os três amigos trabalhavam na mesma empresa e costumavam pescar por lazer. No dia 17, deixaram Guarujá no embarcação 'Xaréu' e, desde o final daquela tarde, não mantiveram contato com suas famílias. Robson Sanches chegou a postar fotos do grupo na rede social 'Facebook' durante a pescaria.

O Corpo de Bombeiros começou as buscas na mesma noite e, posteriormente, teve apoio da Marinha, da Aeronáutica e da Polícia Militar, que acionou um helicóptero Águia. A procura ocorreu numa área de 1.500 km² situada entre a entre a ponta do Itaipu, em Praia Grande (71 km de São Paulo), e a da Armação (em Bertioga).

Os cadáveres foram encontrados em pontos distantes uns dos outros. O de Cruz, em Praia Grande, a oito quilômetros da costa; o de Sanches, numa área conhecida como Garganta do Diabo, próxima à ilha Porchat, em São Vicente (65 km de São Paulo).

O barco estava na direção de Santos, a cerca de três quilômetros da costa, na direção do emissário submarino (tubulação que conduz ao mar o esgoto de Santos e São Vicente) e a dez metros de profundidade.

A CPSP (Capitania dos Portos do Estado de São Paulo) havia interrompido seus trabalhos de busca na terça-feira (27). A instituição apura as causas do naufrágio, em um processo administrativo denominado IAFN (Inquérito sobre Acidentes e Fatos da Navegação), a ser concluído até a última semana de novembro.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Ariano Suassuna sofre mal estar e volta a ser hospitalizado no Recife

Ariano Suassuna (Foto: Walter Craveiro)O escritor Ariano Suassuna, 86 anos, voltou a ser internado no Hospital Português, no Recife, na tarde desta quinta-feira (29). A informação foi repassada pela assessoria de imprensa do autor e confirmada pela assessoria da unidade de saúde. Depois de ser atendido na urgência, ele foi internado na UTI coronariana e, de acordo com os médicos, sofreu um mal estar ainda não especificado.
"No momento, ele encontra-se bem, mas por recomendação médica, ficará internado na para observação, com visitas proibidas. Não há previsão de alta", diz o boletim oficial divulgado no fim da tarde. Durante o internamento, ele será submetidos a exames para tentar identificar a causa do mal estar.
Ariano Suassuna passou seis dias internado, após sofrer um infarto agudo do miocárdio de pequenas proporções, este mês. Ele teve alta na última terça-feira (27) e, de acordo com o boletim divulgado pelo hospital por ocasião da alta, assinado pelo cardiologista Sérgio Montenegro, ele estava evoluindo bem e deveria prosseguir com o tratamento em domicílio, onde deveria permanecer em repouso por mais 40 dias. As visitas seguiam proibidas.
Autor de ‘O Auto da Compadecida’, entre diversas outras obras, Ariano Suassuna nasceu em 16 de junho de 1927, em João Pessoa, e cresceu no Sertão paraibano. Mudou-se com a família para o Recife em 1942. Sua primeira peça, ‘Uma Mulher Vestida de Sol’, ganhou o prêmio Nicolau Carlos Magno em 1948.
Tem contos e livros adaptados para a televisão e para o cinema. 'O Auto da Compadecida' foi adaptado para a televisão em 1999, por Guel Arraes, enquanto ‘Romance d'A Pedra do Reino' e 'O Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta’ deu origem à minissérie ‘A Pedra do Reino’, com direção de Luiz Fernando Carvalho, exibida na Rede Globo em 2007.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››

Voo do ES a MG é cancelado por desentendimento entre passageiros

Avião da azul em São José dos Campos (Foto: Reprodução/TV Vanguarda)Um voo da Azul Linhas Aéreas, que saíria do Aeroporto Eurico Salles, em Vitória, com destino ao Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, Minas Gerais, na manhã desta quinta-feira (29), foi cancelado após um desentendimento entre passageiros presentes em um voo anterior da mesma companhia. Segundo reportagem de A Gazeta, o desentendimento foi motivado após um passageiro ser recusar a desligar o celular. Os envolvidos no tumulto foram encaminhados à delegacia da Polícia Federal de Vitória. A Azul Linhas Aéreas informou que o voo foi cancelado devido ao "mau comportamento" de dois passageiros e disse que está prestando assistência aos passageiros prejudicados e que estes serão remanejados em outros voos.
Ainda de acordo com A Gazeta, a confusão começou após um passageiro se recusar a desligar o celular a pedido de uma comissária de bordo no voo 5366, que viria de Belo Horizonte a Vitória. Outro passageiro presente na aeronave reagiu à atitude do homem e iniciou a briga. Eles foram levados para a delegacia da Polícia Federal, em São Torquato, Vila Velha junto com a tripulação, que foi encaminhada pelos policiais para servirem de testemunhas do caso. O voo seguinte, com destino a Belo Horizonte, seria operado pelos mesmos comandante e comissários e, por isso, precisou ser cancelado.
Alguns passageiros conseguiram ser remanejados para um voo da tarde, enquanto outros seriam remanejados em outros horários. Em nota, a Azul informou que lamenta eventuais transtornos ocorridos aos seus clientes.

Reprodução Cidade News Itaú
Leia Mais ››