RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

segunda-feira, junho 12, 2017

Com dois de Ábila, Cruzeiro supera retranca do Atlético-GO e se recupera no Brasileirão


O Cruzeiro teve de lutar muito para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time mineiro enfrentou um Atlético-GO disposto a se defender com todas as forças e tentar garantir pelo menos um ponto na estreia do técnico Doriva. O meia Thiago Neves bem que tentou, levou perigo em chutes de fora da área, acertou o travessão de Felipe e até saiu aplaudido. Mas foi a dupla formada por Alisson e Ábila a responsável pelo triunfo da Raposa. O meia saiu do banco no intervalo e deu assistência para o primeiro gol do atacante argentino. O mesmo Ábila aproveitou cobrança de pênalti e decretou a vitória cruzeirense por 2 a 0 no Mineirão.

COMO FICA A TABELA
Com a vitória, o Cruzeiro se recupera das derrotas para Chapecoense e Bahia e volta ao G-6, com 10 pontos. O time poderá ser ultrapassado pelo Bahia, que joga contra o Grêmio nesta segunda, no encerramento da sexta rodada do Brasileirão. A Raposa volta a campo quarta-feira, contra o líder Corinthians, em São Paulo. Já o Atlético-GO, estacionado nos três pontos, cai para a vice-lanterna. Na próxima quarta o Dragão recebe o Avaí, em Goiânia.

FELIPE, A MURALHA ATLETICANA
Disposto a pontuar pela segunda vez consecutiva no Campeonato Brasileiro, o Atlético-GO entrou em campo de maneira compacta, com a mesma disposição tática que derrotou a Ponte Preta por 3 a 0 no meio de semana. Mas do outro lado o adversário também precisava vencer. Pressionado pelas duas derrotas seguidas, o Cruzeiro dominou a posse de bola, porém, teve muitas dificuldades para entrar na defesa do Dragão. A alternativa foi chutar de fora da área. Thiago Neves foi o jogador mais perigoso do primeiro tempo e esbarrou no goleiro Felipe, que teve ótima atuação. Em um dos lances, o meia passou pela marcação, invadiu a área e chutou no travessão – Felipe ainda desviou a bola.

ALISSON DESEQUILIBRA, E ÁBILA MARCA DOIS
No segundo tempo o técnico Mano Menezes promoveu a entrada de Alisson, poupado inicialmente por conta do desgaste muscular, no lugar de Rafael Marques. Era o toque de habilidade que a Raposa precisava para superar o bloqueio do Atlético-GO. Aos 16 minutos, Alisson passou para Ábila. Na raça o atacante superou a marcação de Eduardo Bauermann, se esticou todo e abriu o placar: 1 a 0 Cruzeiro. Mesmo em vantagem a Raposa continuou melhor, obrigando o goleiro Felipe a ser um dos melhores jogadores em campo. Aos 34 minutos, Alisson foi derrubado por André Castro dentro da área, e o juiz marcou pênalti. Ábila converteu e deu números finais ao jogo: 2 a 0.

ALISSON
Titular absoluto da Raposa, o meia foi poupado inicialmente por Mano Menezes e só entrou no intervalo. Mas foi o suficiente. Alisson colocou em campo a habilidade que faltava para superar a forte marcação do Atlético-GO. Ele deu assistência para o primeiro gol de Ábila e sofreu o pênalti do segundo gol cruzeirense.

PEGOU MUITO
O goleiro Felipe mostra por que se firmou no gol do Atlético-GO. Apesar da derrota, ele mais uma vez fez grandes defesas e evitou que o placar fosse ainda pior para o Dragão.

APLAUDIDO
Pressionado pela torcida cruzeirense pelas últimas atuações, Thiago Neves foi o melhor jogador do primeiro tempo. Ele esbarrou no goleiro Felipe e no travessão. Foi substituído no intervalo e saiu de campo aplaudido.

ESQUENTANDO O BANCO
Principal estrela do Atlético-GO, Walter figurou no banco novamente. Mas ao contrário da última quarta-feira, ele sequer entrou em campo na etapa final. Walter está acima do peso e luta contra a balança para voltar ao time rubro-negro.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!