RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

sexta-feira, julho 28, 2017

Após liberação de verba, PF retoma entrega de passaportes no RN

Polícia Federal - Superintendência Regional do RN (Foto: Divulgação/PF)
A Superintendência Polícia Federal no Rio Grande do Norte voltou a entregar, nesta semana, os passaportes que estavam retidos desde a interrupção da confecção dos documentos pela Casa da Moeda, no dia 27 de junho.
O primeiro lote, com cerca de 70 passaportes, chegou a Natal na última quarta-feira (26) e os usuários estão sendo avisados por email sobre a retirada, segundo informou a assessoria de imprensa da PF. No período de suspensão, a fila de espera pelo documento chegou a aproximadamente 1800 pessoas.
Mais um lote é aguardado para esta sexta-feira (28). Segundo a superintendência regional, a expectativa é zerar a fila na próxima semana.
A confecção de passaportes estava suspensa desde 27 de junho, quando a PF anunciou que iria paralisar a emissão dos documentos porque havia atingido o teto orçamentário desta rubrica previsto para 2017.
Uma lei aprovada pelo Congresso e sancionada pelo presidente Michel Temer na semana passada abriu crédito suplementar de R$ 102,3 milhões. O recursos foi remanejado de uma contribuiçao que o Brasil faria à Organização das Nações Unidas (ONU).
A confecção dos passaportes foi retomada pela Casa da Moeda nesta segunda-feira (24), três dias após a liberação.
Em nota, a PF informou no último dia 21 que cerca de 175 mil pedidos estavam parados em todo o país e deveriam ser processados na ordem cronológica das solicitações.
O órgão responsável pela confecção dos passaportes afirmou que começaria a trabalhar na última segunda "24 horas por dia e sete dias por semana" para regularizar o mais rápido possível a emissão do documento. A Casa da Moeda informou, ainda, que os custos extras para atender a todas as solicitações nos postos da PF durante os dias de suspensão serão bancadas pelo próprio órgão.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!