RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

quinta-feira, julho 20, 2017

Em jogo de altos e baixos, Brasil supera erros e vence a Bélgica pelo Grand Prix

Em jogo de altos e baixos, Brasil supera erros e vence a Bélgica pelo Grand PrixA renovada seleção brasileira feminina voltou a ser inconstante, mas, desta vez, conseguiu sair com a vitória. Na estreia da etapa de Cuiabá do Grand Prix, o time, que vinha de duas derrotas consecutivas, teve mais trabalho do que o esperado diante da lanterna Bélgica. Ainda assim, as comandadas do técnico José Roberto Guimarães superaram os erros, engrenaram na segunda metade do jogo e, no embalo da torcida, venceram o primeiro compromisso em casa por 3 sets a 0 - parciais de 28/26, 25/19 e 25/20.
Com o resultado, o Brasil subiu para o quarto lugar e entrou novamente no grupo das cinco seleções que avançam à Fase Final do Grand Prix. No entanto, a permanência no G-5 ainda depende de outros resultados da rodada, que terá seu complemento na madrugada desta sexta-feira, com partidas das etapas de Bangcoc e Hong Kong.

Brasil x Bélgica Grand Prix Cuiabá  (Foto: Divulgação/FIVB)
Brasil x Bélgica Grand Prix Cuiabá (Foto: Divulgação/FIVB)
A seleção feminina também volta a jogar nesta sexta, em Cuiabá, novamente às 15h05 (de Brasília). O desafio será mais complicado: encara a vice-líder Holanda. O time verde e amarelo encerra a participação na fase de classificação do Grand Prix diante dos Estados Unidos, no domingo, às 10h10 (de Brasília). A TV Globo e o SporTV 2 transmitem as duas partidas ao vivo e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.

O jogo

O bloqeio foi um dos pontos fortes na vitória do Brasil  (Foto: Divulgação/FIVB)
O bloqeio foi um dos pontos fortes na
vitória do Brasil (Foto: Divulgação/FIVB)
Sacando bem, o time da Bélgica quebrou o passe brasileiro no início do jogo e abriu 4/2 rapidamente. Jogadora mais acionada por Roberta, a ponteira Rosamaria não deixou o placar descolar tanto. Ainda assim, as visitantes continuaram mais consistentes e foram para o primeiro tempo técnico vencendo: 8/4.
A parada fez bem ao Brasil. O bloqueio começou a funcionar com a central Carol, as donas da casa marcaram quatro pontos seguidos e empataram o placar: 8/8. Na sequência, alguns erros bobos das brasileiras permitiram que a Bélgica seguisse na frente (16/14). Foi então que Zé Roberto lançou mão de uma arma do banco: a entrada da ponteira Amanda para sacar. Estratégia que acordou o Brasil e não demorou para o time assumir a frente pela primeira vez: 19/18. As visitantes continuaram jogando soltas e deram muito trabalho, mas Tandara assumiu a responsabilidade, virou bolas importantes, e Natália fechou a dura parcial para o Brasil com bonito ataque na diagonal: 28/26.

O saque belga continuou fazendo estragos no passe brasileiro no início do segundo set. No embalo de Marlies Janssens, as visitantes mais uma vez começaram melhor e foram para a primeira parada técnica vencendo por 8/7. Um ponto vencido no desafio de vídeo quando o placar apontava a 12/11 para as visitantes acordou o time do Brasil. Os erros diminuíram, as mais experientes Tandara e Natália apareceram bem, e a seleção virou o placar (14/13). Uma cortada de Rosamaria após lindo rali serviu para levantar a torcida em Cuiabá e, daí para a frente, as donas da casa conseguiram se impor para fechar em 25/19 com Tandara explorando o bloqueio.
O início do terceiro set foi todo da outra veterana do grupo. Sempre vibrante, a central Adenízia cresceu nos bloqueios, e o Brasil abriu 5/3. Porém, o time verde e amarelo sofreu mais um apagão. Dois erros de ataque seguidos deram a liderança ao time belga, que novamente foi para a primeira parada técnica vencendo por 8/7. O tempo ajudou a seleção brasileira, voltou mais ligada. Roberta teve boa passagem pelo saque, Carol apareceu pelo meio de rede, e o Brasil virou para 12/9. Pela primeira vez, as donas da casa conseguiram dominar completamente as visitantes e, com Tandara e Natália letais, embalou e abriu 24/17. O time ainda desperdiçou três chances fechar o placar, mas garantiu a vitória por 3 sets a 0 quando Carol e Rosamaria subiram bem no bloqueio: 25/20.
Entenda o Grand Prix
As 12 principais seleções do mundo disputam a primeira fase em três semanas. A cada etapa, são formados três grupos, com quatro equipes cada. Os times fazem nove jogos ao total na fase de classificação. Ao fim, as cinco melhores seleções seguem para a Fase Final, que contará ainda com a China, o país sede, e está marcada para ocorrer entre os dias 2 e 6 de agosto, em Nanjing.

Classificação do Grand Prix
PosiçãoVitóriasDerrotasPontos
1º Sérvia5115
2º Holanda5115
3º EUA4213
4º Brasil4312
5º Itália4210
6º China4210
7º Japão429
8º Rep. Dominicana339
9º Rússia249
10º Tailândia154
11º Turquia154
12º Bélgica061
*Vitória por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1 valem três pontos
*Em caso de 3 sets a 2, o time vencedor leva dois pontos e o perdedor um ponto
Brasil comemora a viória sobre a Bélgica no Grand Prix de vôlei (Foto: Reprodução Twitter)
Brasil comemora a viória sobre a Bélgica no Grand Prix de vôlei (Foto: Reprodução Twitter)

O caminho do Brasil
1ª semana – Ancara (Turquia)
07.07 - Brasil 3 x 0 Bélgica (25/22, 25/23 e 25/18) 
08.07 - Brasil 0 x 3 Sérvia (19/25, 20/25 e 19/25) 
09.07 - Brasil 3 x 2 Turquia (24/26, 25/17, 25/18, 22/25 e 15/13)
2ª semana – Sendai (Japão)
14.07 - Brasil 3 x 0 Sérvia (26/24, 25/17 e 25/22) 
15.07 - Brasil 0 x 3 Tailândia (22/25, 21/25 e 25/27)
16.07 - Brasil 2 x 3 Japão (22/25, 24/26, 25/19, 25/20 e 15/17)
3ª semana - Cuiabá (Brasil)
20.07 - Brasil 3 x 0 Bélgica
21.07 - Brasil x Holanda, às 15h05 (de Brasília) (TV Globo e SporTV 2)
23.07 - Brasil x Estados Unidos, às 10h10 (de Brasília) (TV Globo e SporTV 2)

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!