RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

segunda-feira, agosto 07, 2017

Criança estuprada morava com pai depois de ser expulsa de casa pela mãe na PB

A criança de 10 anos que foi estuprada pelo pai em Araruna, no Brejo paraibano, relatou ao conselho tutelar que estava morando com o suspeito porque tinha sido expulsa de casa pela mãe, na cidade de Bayeux, região metropolitana de João Pessoa. O motivo é que a criança contou ao companheiro da mãe que ele estava sendo traído. A informação foi repassada nesta segunda-feira (7) pela conselheira tutelar Lilian Denise, que está acompanhando o caso.
De acordo com a conselheira tutelar, os pais da criança são divorciados e a menina morava com a mãe em Bayeux. Quando a criança contou ao novo companheiro da mãe que ela estava traindo ele, a mulher resolveu expulsar a menina de casa. A filha, então, foi morar com o pai em Araruna.
O homem de 32 anos foi preso na tarde de domingo (6) e confessou estuprar a filha, de 10 anos. A prisão aconteceu em flagrante e a menina contou que o pai abusava dela todos os dias.
Em depoimento, o suspeito informou que em algumas ocasiões chegou a dopar a menina para cometer os abusos. Como os dois moravam sozinhos, ele trancava as portas de casa para que ninguém chegasse de surpresa e flagrasse o crime.
Ainda conforme Lilian Denise, a madrinha da criança, que denunciou o crime na delegacia, já comunicou que não pretende ficar com a guarda da menina. A vítima está hospedada na sede do conselho tutelar, enquanto os conselheiros tentam localizar a mãe dela ou outro parente que queira ficar com a guarda da menina.
Após ser ouvido pelo delegado, o pai da criança foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável e, se condenado, pode pegar uma pena de até 15 anos de prisão. Ele segue detido na cadeia pública de Araruna.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!